O processo de alfabetização e letramento dos surdos / The process of literacy and literacy of the deaf

Rayssa da Conceição Brito de Souza, Rildo Costa

Abstract


Este trabalho tem como proposta dissertar sobre o processo para a alfabetização e letramento dos surdos em nosso contexto histórico, e objetiva identificar sobre a história, filosofias e a evolução dos métodos e processos educacionais criados para os alunos com surdez. Além de analisar sobre os limites e possibilidades atualmente para o letramento e alfabetização dos surdos. E também, propor conhecimentos dos fundamentos históricos da educação de surdos, para que seja possível identificar seus espaços, suas possibilidades de emergência de posições didáticas e sua percepção como língua de um povo. A coleta dos dados foi construída através de pesquisas bibliográficas que permitiram a construção de referências para fomentar tal discursão sobre a realidade dos fatos. Justifica-se esta pesquisa devido a todos os povos terem importantes características em comum, mesmo que sua construção seja de forma diferente, sendo possível identificar através da linguagem, todos a possuem, mas cada um da maneira mais apropriada ao seu grupo. Por fim, é necessário anunciar que como qualquer objeto discursivo a educação bilíngue, tal como nos propusemos a discuti-la neste trabalho, não se apresenta como uma proposta de consenso que responda aos anseios de todas as pessoas surdas.

 

 


Keywords


Surdez, Educação Bilíngue, LIBRAS.

References


ARAUJO, Luzia. Alfabetização/letramento para surdos: desafios à inclusão qualitativa. EDUCERE XII, PUCPR, 2015.

FERNANDES; Sueli. Letramentos na educação bilíngüe para surdos: caminhos para a prática pedagógica. UFPR: Departamento de Teoria e Fundamentos da Educação. Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Especiais – NAPNE.

GOES, Maria Cecília R.; TARTUCI, D. Alunos surdos na escola regular: as experiências de letramento e os rituais de sala de aula. In: LODI, et al. Leitura, escrita e diversidade. Porto Alegre: Mediação, 2004.

GOLDFELD, Marcia. A criança surda: linguagem e cognição numa perspectiva sóciointeracionista. 2 ed. São Paulo: Plexus, 2002.

GUEDES, T. A. et al. Projeto de Ensino: Aprender Fazendo Estatística, 2005.

KLEIMAN, Angela B. A construção de identidade em sala de aula: um enfoque interacional. In: SIGNORINI, Inês (Org.) Lingua(gem) e identidade: elementos para uma discussão no campo aplicado. Campinas: Mercado de Letras, 1998. p. 267-302.

LEI Federal n. 10.436/2002. Brasília: MEC, 2002.

LODI, Ana et al. Letramentos de surdos: práticas sociais de linguagem entre duas línguas/culturas. Bakhtiniana, São Paulo, 9 (2): 131-149, Ago./Dez. 2014.

LOPES, Maura Corcini. Surdez & Educação. 1. ed. Belo Horizonte: Autêntica. v. 1. P. 103, 2007.

MACHADO, I. Os gêneros e o corpo do acabamento estético. In: BRAIT, B. (Org.). Bakhtin, dialogismo e construção do sentido. Campinas: UNICAMP, 1997, p.141-158.

MAHER, Teresa Machado. Do casulo ao movimento: a suspensão das certezas na educação bilíngüe e intercultural. In: CAVALCANTI, M.; BORTONI-RICARDO, S. (orgs.) Transculturalidade, linguagem e educação. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2007.

PERLIN, Gladis. T. Identidades surdas. In SKLIAR, Carlos (Org.) A surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre: Mediação, 1998. p. 52-73.

RODRIGUES, A. J. Metodologia Científica. São Paulo: AVERCAMP, 2006.

SÁNCHEZ, C. Os surdos, a alfabetização e a leitura: sugestões para a desmistificação do tema. MIMEO, 2002.

SCHELP, Patrícia Paula. Letramento e alunos surdos: práticas pedagógicas em escola inclusiva. In: Congresso Nacional de Educação - EDUCERE IX, 2009, PUC/Pr. Anais. Curitiba: 2009.p. 3036-3047.

SKLIAR, C. (Org.). A surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre: Mediação, 1998.

SOARES, M. B. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 1988.

SOUZA, R. M. Que palavra que te falta? Lingüística educação e surdez. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

STROBEL, K. L. As imagens do outro sobre a cultura surda. 1. ed. Florianopólis: Editora UFSC, 2008. v. 1. 118 p.

VYGOTSKY, Lev. Semenovitch. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1989.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-338

Refbacks

  • There are currently no refbacks.