Qualidade de vida de universitários de uma instituição pública no Ceará / Quality of life of university students of a public institution in Ceará

Ana Carina Stelko Pereira, Raianny de Sousa Gondim, Rayssa Modesto de Souza Brito, Danielle Gomes Batista, Karla Julianne Negreiros de Matos, Lídia Andrade Lourinho

Abstract


Este estudo avaliou a QV de estudantes de uma universidade pública do nordeste brasileiro e sua relação com áreas de conhecimento. O WHOQOL-BREF foi respondido por 975 estudantes. O valor médio de QV de todos os participantes foi de 62,04 (DP = 12,15), sendo que estudantes das áreas da saúde (M = 63,7; DP = 12,47), da educação (M = 63,64; DP = 11,91) e das ciências sociais aplicadas (M =62,93; DP = 11,97) tiveram escores médios significativamente superiores, enquanto que as áreas de tecnologias (M = 61,32; DP = 11,99) e humanidades (M =60,62; DP = 12,1) apresentaram valores inferiores à média geral. Independentemente da área de estudo dos participantes, os escores de QV foram maiores para o domínio social, seguidos do psicológico, físico e ambiental. Sugere-se a realização de mais estudos sobre o tema, incluindo-se uma amostra mais diversa de estudantes e de técnicas de coleta de dados.


Keywords


qualidade de vida, estilo de vida, estudantes.

References


ALVES, João Guilherme Bezerra, et al. Qualidade de vida em estudantes de Medicina no início e final do curso: avaliação pelo Whoqol-BREF. Rev. Bras. Educ. med. v. 34, n.1, p. 91 – 96, 2010.

BAMPI, Luciana Neves da Silva, et al. Qualidade de vida de Estudantes de Medicina da Universidade de Brasília. Revista brasileira de educação médica. Brasília. v. 37, n 2, p. 217-225, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo da Educação Superior 2013. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2017.

CERCHIARI, E.A.N. Saúde mental e qualidade de vida em estudantes universitários. 2004. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2004.

COSTA, Cristine Cardozo da, et al. Qualidade de vida e bem-estar espiritual em universitários de Psicologia. Psicol. estud., Maringá , v. 13, n. 2, p. 249-255, 2008 . Disponível em: . Aceso em: 27 abr. 2016.

FLECK, Marcelo Pio de Almeida et al. Desenvolvimento da versão em português do instrumento de avaliação de qualidade de vida da OMS (WHOQOL-100). Rev. Bras. Psiquiatr., vol. 21 n.1, p. 1. São Paulo Jan/Mar, 1999.

FLECK, Marcelo Pio de Almeida, et al. Desenvolvimento do WHOQOL, módulo espiritualidade, religiosidade e crenças pessoais. Rev. de Saúde Pública, v.37, n. 4, p. 446-455, 2003.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Censo demográfico 2010: trabalho e rendimento. Rio de Janeiro, 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: Síntese de indicadores 2011. Rio de Janeiro, 2012.

LANGAME, Angélica de Paula; et al. Qualidade de vida do estudante universitário e o rendimento acadêmico. Rev Bras Promoç Saúde. Fortaleza, v.29, n.3, p.313-325, 2016.

KLUTHCOVSKY, Ana Cláudia Garabeli Cavalli; TAKAYANAGUI, Angela Maria Magosso. Qualidade de vida – aspectos conceituais. Revista Salus, Paraná, v.1, n. 1, p.13-15, 2007.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; HARTZ, Zulmira Maria de Araújo; BUSS, Paulo Marchiori. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciênc. saúde coletiva, v. 5, n. 1, p. 7-18, 2000.

MOREIRA, Marilda Maria da Silva. Qualidade de vida: Expressões Subjetivas e Histórico-Sociais. s.d. Disponível em: Acesso em: 30 de mar. 2017.

NAÇÕES UNIDAS NO BRASIL, ONUBR. Saúde mental depende de bem-estar físico e social, diz OMS em dia mundial. 2016. Disponível em: < https://nacoesunidas.org/saude-mental-depende-de-bem-estar-fisico-e-social-diz-oms-em-dia-mundial/> Acesso em 25 de set. 2017.

PETRINI, Ana Claudia, et al. Avaliação da qualidade de vida de estudantes universitários de diferentes períodos: noturno e diurno. In: 9º Mostra acadêmica UNIMEP. Ambiente e Sustentabilidade. 2011. Disponível em: Acesso em: 27 abr. 2016.

RISTOFF, Dilvo. O novo perfil do campus brasileiro: uma análise do perfil socioeconômico do estudante de graduação. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 19, n. 3, p. 723-747, 2014.

TESCHIMA, Vinícius Hideki; MARÇAL, Andela Farah. Qualidade de vida percebida por estudantes universitários londrinense. EFDeportes, Buenos Aires, v. 16, n. 155, Abril de 2011.

TOMBOLATO, Maria Cláudia Roberta. Qualidade de vida e sintomas psicopatológicos do estudante universitário trabalhador. PUC, Campinas, 2005.

UECE em números. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2017.

WORLD Health Organization (WHO). WHOQOL-BREF: introduction, administration, scoring and generic version of the assessment. Geneva, 1996.

WHOQOL Group. The development of the World Health Organization quality of life assessment instrument (the WHOQOL). In: Orley J , Kuyken W, (editors). Quality of life assessment: international perspectives. Heigelberg: Springer Verlag; 1994. p 41-60.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-295

Refbacks

  • There are currently no refbacks.