Análise das condições de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos no estado do Pará / Analysis of conditions for the management of urban solid waste in the state of Pará

Andrey da Costa Gonçalves, Jayron Alves Ribeiro Junior, Horácio Lima da Silva, Thainá Maria da Costa Oliveira, Junior Hiroyuki Ishihara, Gilbt da Silva Alexandre, André Luis Silva Bernardo, Gislayne Messias Fernandes Alves

Abstract


A presente pesquisa visa contribuir com informações acerca do gerenciamento dos resíduos sólidos urbanos (RSU) nos municípios do estado do Pará. A metodologia foi realizada a partir de revisões bibliográficas sobre o tema e coleta de dados disponíveis em bases de instituições. Observou-se que a maioria dos municípios não possui plano municipal para o gerenciamento dos RSU, diante dessa problemática é necessário ações concretas e a responsabilidade política de todos os envolvidos para enfrentá-la.


Keywords


Gerenciamento, resíduo sólido urbano, tratamento.

References


ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9191:2008: Sacos plásticos para acondicionamento de lixo - Requisitos e métodos de ensaio. Brasil: Abnt, 2008. 10 p. Disponível em: https://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=709. Acesso em: 24 maio 2020.

ABRELPE – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. PANORAMA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO BRASIL 2015. ABRELPE: [S.I], 2015. Disponível em: http://abrelpe.org.br/panorama/. Acesso em: 20 de Abril de 2020.

ABRELPE – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA E RESÍDUOS ESPECIAIS. PANORAMA DOS RESIDUOS SOLIDOS NO BRASIL 2018. ABRELPE: [S.I], 2018. Disponível em: http://abrelpe.org.br/panorama/. Acesso em: 20 de Abril de 2020

BARATTO, Débora; ROBAINA, L. Eduardo; GODOY, Manuel. OS RESIDUOS SÓLIDOS E A ABORDAGEM GEOGRÁFICA: um estudo de caso em municípios de pequeno porte. Geosul, Florianópolis, v. 27, n. 54, p 99-115, jul./dez. 2012 Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/geosul/article/view/2177-5230.2012v27n54p99. Acesso em: 25 maio. 2020.

BRASIL. LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Disponível em: http:// www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007 2010/2010/lei/l12305. html>. Acesso em: 12 Maio de 2020.

BRASIL. DECRETO Nº 7.404, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. Regulamenta a Lei no 12.305, de 2 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, cria o Comitê Interministerial da Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Comitê Orientador para a Implantação dos Sistemas de Logística Reversa, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20072010/2010/Decreto/D7404.htm. Acesso em: 21 maio. 2020.

BRASIL. SINIR. MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE. LEVANTAMENTO CONSOLIDADO. 2018. Disponível em: https://sinir.gov.br/images/sinir/PGIRSDISP.ods. Acesso em: 26 jun. 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. PLANO MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS - PGIRS. 2018. Planilha elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Disponível em: https://sinir.gov.br/images/sinir/Planos_de_Residuos_Solidos/Planos_Municipais_de_Gestao_Integrada_de_Residuos_Solidos/Planos%20Municipais_IBGE%20Munic_2013%20e%20MMA%202015.xls. Acesso em: 24 jul. 2020.

CAMPOS, H.K.T. RENDA E EVOLUÇÃO DA GERAÇÃO PER CAPITA DE RESIDUOS SOLIDOS NO BRASIL. ABES. Engenharia Sanitária e Ambiental. V 17,n 2, Brasília – DF, 2012.

D’ALMEIDA, M. L. O.; VILHENA, A. LIXO MUNICIPAL: manual de gerenciamento integrado. 2ª Edição. São Paulo/SP: IPT/CEMPRE, 2000.

CEMPRE - COMPROMISSO EMPRESARIAL PARA RECICLAGEM. CEMPRE REVIEW. São Paulo. 2015. Disponível em: http://cempre.org.br/artigo publicacao/artigos> Acesso em: 30 de Abril de 2020.

IBGE. Governo Federal. POPULAÇÃO. 2019. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/panorama. Acesso em: 27 jul. 2020.

JARDIM, N. S.; WELLS C. LIXO MUNICIPAL: manual de gerenciamento integrado. São Paulo: IPT/CEMPRE, 1995. 59p.

LIMA, J. D. GESTÃO DE RESIDUOS SÓLIDOS URBANOS NO BRASIL. Rio de Janeiro: ABES, 2001. 267 p.

PARÁ. PLANO DE GESTÃO INTEGRADA DE RESIDUOS SÓLIDOS DO ESTADO DO PARÁ (PGIRS), JUNHO DE 2014. Relatório síntese em vista atender às diretrizes e orientações da Política Nacional de Resíduos Sólidos, conforme estabelecido na Lei 12.305 de 02 de Agosto de 2010. Disponível em: https://www.mma.gov.br/cidades-sustentaveis/residuos-solidos/instrumentos-da-politica-de-residuos/item/10611. Acesso em: 24 de Abril de 2020.

PARÁ. FAPESPA. GOVERNO DO ESTADO DO PARA. REGIÃO DE INTEGRAÇÃO. 2015. Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará. Disponível em: http://www.fapespa.pa.gov.br/anuario_estatistico/imagens/mapas/territorio/regiao_de_integracao.jpg. Acesso em: 24 jul. 2020.

PHILIPPI JUNIOR., A.; AGUIAR, A. O. RESÍDUOS SÓLIDOS: características e gerenciamento In: PHILIPPI JUNIOR., A. (Org.). Saneamento, saúde e ambiente: Fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Barueri: SP. Manole, 2005, p. 267-321.

SOUSA, C. O. M. A POLÍTICA NACIONAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS: avanços e desafios. Monografia (Pós Graduação Lato Sensu) – Faculdade de Direito da Fundação Armando Álvares Penteado. São Paulo, 100p. 2012.

WILSON, D.C.; RODIC, L.; SCHEINBERG, A.; ALABASTER, G. COMPARATIVE ANALYSIS OF SOLID WASTE MANAGEMENT IN CITIES AROUND THE WORLD. Journal Waste Management and Research, 2010.

ZANTA, V. M; FERREIRA, C. F. A. GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESIDUOS SOLIDOS URBANOS. In: LANGE, L.C. (Org.). Resíduos Sólidos Urbanos:Aterros Sustentável para Municípios de Pequeno Porte. 01 ed .Rio de Janeiro: ABES, RIMA, 2003, v. V3, p. 1-294.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-288

Refbacks

  • There are currently no refbacks.