Clarificação e desodorização de óleo vegetal de babaçu (Orbinya speciosa) para fins alimentícios/Clarification and deodorization of babassu vegetable oil (Orbinya speciosa) for food purposes

José Sebastião Cidreira Vieira, Davina Camelo Chaves, Queli Cristina Fidelis, Efraim Costa Pereira, Marcelo Mariano Morais, Wirlem Silva Alves, Fabrício Morais Machado, Gabriel Carvalho Gomes

Abstract


Óleos e gorduras extraídos de plantas oleaginosas contém impurezas e quando destinados ao consumo humano se faz necessário melhorar sua aparência, cor e sabor para remoção de substâncias indesejáveis como fosfatídeos, ácidos graxos livres, substâncias coloidais e pigmentos. Quando o óleo bruto é destinado para fins comestíveis, o índice de acidez torna-se um parâmetro de qualidade do produto final por isso, precisa ser purificado. O refino de óleos vegetais consiste na degomagem ácida, neutralização da acidez do óleo degomado, clarificação e desodorização do óleo degomado e neutralizado. Na meso região do Alto Turi maranhense a produção de óleo de babaçu é obtida artesanalmente pelas quebradeiras de coco e não recebe nenhum processo de refino. Este trabalho teve por objetivo clarificar e desodorizar o óleo de babaçu utilizando um argilomineral e torna-lo apto para consumo humano. A matéria-prima foi coletada no mercado municipal de Zé Doca-MA e transportada para o Laboratório de Biocombustíveis do IFMA-Campus Zé Doca. Inicialmente o óleo estudado foi submetido à degomagem ácida, neutralização, clarificação, desodorização, filtração e caracterizado físico-químicamente em termos de índice de acidez, teor de ácidos graxos, umidade, densidade, índice de saponificação e teor de lipídeos. Os resultados obtidos revelaram que o óleo de babaçu apresentou propriedades intrínsecas que lhe habilitam mais para o processamento de produtos de limpeza e de higiene do que para fins alimentícios.


Keywords


Óleo vegetal, babaçu, impurezas, refino, alimentação

References


AZEVEDO, A. S. Clarificação e desodorização do óleo de babaçu (Orbignya speciosa) para fins comestíveis. Monografia (Graduação em Tecnologia de Alimentos) – Instituto Federal do Maranhão. Zé Doca, 41f. Zé Doca, 2014.

BIODIESELBR. Menor competitividade do sebo no setor de biodiesel. Disponível em: . Acesso em: 30 maio 2018.

BORÉM, J. L. S. Aproveitamento integral de resíduos do abate de bovinos. Palmas – TO, 2010 Disponível em: . Acesso em: 22 maio 2018

CABRAL, Jaqueline de F et al., Avaliação do percentual oleoquímico e nutricional do inajá. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 1., 2012, SALVADOR. Anais.., Salvador: Rede Brasileira de Tecnologia em Biodiesel.

COSTA, D. D. et al. Clarificação e desodorização de sebo bovino para produção de sabonete. In: VI CONGRESSO NORTE E NORDESTE DE PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, 16 a 18/12/11, Natal (RN), In: Anais... Natal (RN), 2011.

COSTA, S. T. V. Produção de sabonete líquido de algodão. TCC (Graduação em Química Industrial)- Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Ciências e Tecnologia. 56f. Campina Grande. 2015.

de FREITAS, Marcela Nunes, et al. Comparação entre métodos para avaliação do vigor de lote de sementes de soja. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 1., 2012, SALVADOR. Anais.., Salvador: Rede Brasileira de Tecnologia em Biodiesel.

LOPES, E. M. Análise energética e da viabilidade técnica da produção de biodiesel a partir de sebo bovino. 2006. 106f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Engenharia da Energia)-Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2006.

MIRANDA, P. V. G. Estrutura física e processo industrial para a obtenção do óleo de sebo bovino: estudo de caso na região do Triângulo Mineiro. TCC (Graduação em Agronomia) – Universidade de Brasília/Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Brasília, 2016, 26p.

MORETO, Eliane; FETT, Roseane; GONZAG, Luciano V; KUSKOSKY, Eugênia Marta. Introdução à Ciência de alimentos. Florianópolis, 2006, UFSC, 251p.

NEVES, J. F.; Produtos de Higiene e Limpeza e Controle de Processo, Imprensa Universitária-UFRRJ, Rio de Janeiro, 2003

REDA, Seme Youssef; CARNEIRO, Paulo, I. Borba. Óleos e gorduras: aplicações e implicações. Revista Analytica, nr. 27, Fev-Mar/2007, p 60-67.

TEDDY, Marques Farias, et al., Balanço de massas do processo de extração do óleo da polpa e da amêndoa da macaúba por prensagem. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PLANTAS OLEAGINOSAS, ÓLEOS, GORDURAS E BIODIESEL, 1., 2012, SALVADOR. Anais.., Salvador: Rede Brasileira de Tecnologia em Biodiesel




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-254

Refbacks

  • There are currently no refbacks.