O impacto nos resultados da pesquisa de satisfação em laboratório de análises clínicas / The impact on the results of the satisfaction research in the clinical analysis laboratory

Márcio Sombra Moreira, Marcus André do Vale Gadelha, Wallace Trindade Lopes, Rosângela Andrade Pessoa, Célio Gomes de Lima Júnior

Abstract


RESUMO

A percepção de qualidade e satisfação de necessidades dos clientes/pacientes, estão ligados à qualidade do serviço prestado, sendo que esta tem impacto direto sob o desempenho do serviço. O objetivo deste artigo consistiu em identificar o método mais apropriado para realizar pesquisa de satisfação com clientes em laboratório de análises. A pesquisa procurou mostrar o déficit na quantidade de amostras adquiridas na pesquisa de satisfação por estar usando apenas o questionário impresso como meio de comunicação. A metodologia adotada foi do tipo descritiva, fazendo uso de método quantitativo, viabilizada por meio da aplicação de questionários estruturados, com perguntas objetivas, direcionados aos clientes em uma abordagem pessoal, aplicada no próprio laboratório. Os resultados da pesquisa indicaram que 75,6% dos clientes preferem outros métodos diferentes do atual modelo utilizado no laboratório, ou seja, a pesquisa impressa. Referente aos outros meios de comunicação mencionados, 38,4% dos entrevistados citaram como método mais adequado o uso de um painel touch screen ou um tablet. Possivelmente, isto seja uma resposta do cliente a este novo universo tecnológico, pois cada vez mais as pessoas estão conectadas digitalmente e buscam soluções fáceis e rápidas. Portanto, conclui-se os clientes estão cada vez mais inseridos no universo digital, e consequentemente, a maioria preferem responder a pesquisa de forma mais interativa.


Keywords


Pesquisa de Satisfação, Clientes, Análises Clínicas.

References


BRASIL. Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Normas para pesquisa envolvendo seres humanos: Res. CNS 196/96 e outras. Brasília: Ministério da Saúde, 1996.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD): Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal 2015. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv99054.pdf. Acesso dia 02 de jun de 2017.

MARTINS, L. O. O segmento da medicina diagnóstica no Brasil. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, p. 139-145. Sorocaba, 2014.

OLIVEIRA, Djalma. Planejamento estratégico: conceitos, metodológica e práticas. 23. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Os donos de negócios no Brasil, por regiões e por unidades da federação. Série Estudos e Pesquisas. Brasília: Sebrae, 2013.

TORRES, S.P; FONSECA, S.C. Marketing de relacionamento: satisfação e fidelização do cliente. IPTAN – Anuário de Produção Científica. Ano 1, nº 1, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-216

Refbacks

  • There are currently no refbacks.