Alergias alimentares na infância: sistema imunológico e fatores envolvidos¹ / Food allergies in child: immune system and factors involved¹

Remersson Thaysnan da Silva, Amanda Tavares Pinto Fernandes de Silva, Natália Chagas de Oliveira, Marcos Vinicius Luz de Oliveira, Jean Jeyfison de Souza Mendonça

Abstract


A alergia alimentar tem início nos dois primeiros anos de vida. Alguns alimentos estão fortemente presentes e envolvidos nesta condição, sendo eles: leite, ovo, trigo, peixe, frutos do mar, amendoim, nozes. A predisposição genética, fatores ambientais e influência da exposição aos alérgenos de maneira precoce podem exercer papel essencial no desenvolvimento da alergia. Este trabalho tem como objetivo discutir, baseado em pesquisas bibliográficas, os fatores que implicam na incidência e prevalência da alergia alimentar infantil na primeira infância uma vez que este quadro é recorrente e possui sintomas que afetam a qualidade de vida do ser humano e que podem até levar a óbito. Pôde-se concluir que o índice de alergias alimentares tem aumentado durante os últimos anos e isto parece ser decorrente da predisposição genética, fator de maior influência na manifestação das alergias alimentares (cerca de 60%), e por fatores ambientais (40%), como a introdução alimentar precoce, a higiene exagerada e o estímulo ao parto cesariano.


Keywords


Insegurança alimentar, Imunologia, Estado Nutricional, Crianças.

References


AGUIAR, Ana Laissa O. et al . Avaliação clínica e evolutiva de crianças em programa de atendimento ao uso de fórmulas para alergia à proteína do leite de vaca. Rev. paul. pediatr., São Paulo , v. 31, n. 2, p. 152-158, June 2013 . Disponível em . Acesso em 29 out. 2019.

ANDRADE, Maria da Graça Massano de; DE MAVIGNÉ, Amorim. Determinantes sociais e psicológicos do comportamento alimentar infantil. 2014.

BALLMER-WEBER BK, Beyer K. Methods in Allergy/Immunology: Food Challenges, J Allergy Clin Immunol. 2017; doi:10.1016/j. jaci.2017.06.038. Disponível em. Acesso em 29 out. 2019;

BERZUINO, Miriã Benatti et al. Alergia alimentar e o cenário regulatório no Brasil. Revista Eletrônica de Farmácia, v. 14, n. 2, 2017. Acesso em: 29 ago 2019. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/REF/article/view/43433/pdf>

BOTELHO, R. B. A.; ARAÚJO, H. M. C.; ZONDONADI, R. P.; RAMOS, K. L. Transformação dos alimentos: leite e laticínios. In: ARAÚJO, H. M. C.; MONTEBELO, N. P.; BOTELHO, R. B. A.; BORGO, L. A. Alquimia dos alimentos. 2 ed. Brasília: Editora Senac, 2009;

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa n° 62, de 29 de dezembro de 2011. Regulamento técnico de produção, identidade e qualidade do leite tipo A, regulamento técnico de identidade e qualidade de leite cru refrigerado, regulamento técnico de identidade e qualidade de leite pasteurizado e o regulamento técnico da coleta de leite cru refrigerado e seu transporte a granel. Diário Oficial da União, 30 dez. 2011. Seção 1.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Consulta Pública n°.29, de 05 de junho de 2014. Declaração obrigatória na rotulagem de alimentos embalados das fontes reconhecidas por causarem alergias ou intolerâncias alimentares em pessoas sensíveis. Diário Oficial da União 2014. Acesso em: 29 ago 2019. Disponível http: /portal.anvisa.gov.br>

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada nº.26, de 02 de julho de 2015. Requisitos para Rotulagem Obrigatória dos Principais Alimentos que Causam Alergias Alimentares. Diário Oficial da União 2015

CAUBET, J. C.; WANG, J. Current Understanding of Egg Allergy. Pediatr Clin N Am v.58, p. 427–443, 2011. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21453811>. Acesso em 26 out. 2019;

CUELLO-GARCIA CA, Fiocchi A, Pawankar R, Yepes-Nuñez JJ, Morgano GP, Zhang Y, et al. World Allergy Organization-McMaster University Guidelines for Allergic Disease Prevention (GLAD-P): Prebiotics. WAO J. 2016;9:10

DHANAPALA, P.; SILVA, C.; DORAN, T.; SUPHIOGLU, C. Cracking the egg: An insight into egg hypersensitivity. Molecular Immunology, v. 66, p. 375–383, 2015; Disponível emhttps://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25965316. Acesso em 26 out. 2019;

DOMÍNGUEZ, Paloma Rohlfs. Development and acquisition of flavor and food preferences in children: An update until 2010. Journal of Food Research, v. 3, n. 1, p. 1, 2014.

GARCIA RODRIGUEZ, R. et al. Oral rush desensitization to egg: efficacy and safety. Clinical & Experimental Allergy, v. 41, n. 9, p. 1289-1296, 2011;

GASPAR, Ângela et al . Registo anual de anafilaxia em idade pediátrica num centro de Imunoalergologia. Rev Port Imunoalergologia, Lisboa , v. 22, n. 1, p. 43-54, mar. 2014 . Disponível em . Acesso em 29 out. 2019.

GUPTA M, Cox A, Nowak-Węgrzyn A, Wang J. Diagnosis of Food Allergy. Immunol Allergy Clin North Am. 2018. Disponível em . Acesso em 29 out. 2019;

Manual de orientação nutricional na alergia alimentar / Anne Porto Dalla Costa, Heloísa Chaves Carvalho, Zilda Elizabeth de Albuquerque Santos. – 1. Ed. – Rio de Janeiro: Rubio, 2014.

MEDEIROS, F. M.; ALVES, M. G. M. Qualidade de ovos comerciais. Nutritime [online]. v. 11, n. 04, p. 3515- 3524, 2014;

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no Brasil 2011-2022. Brasília: Ministério da Saúde; 2011. (Série B. Textos Básicos de Saúde)

NOWAK-WĘGRZYN A, Assa’ad AH, Bahna SL, Bock SA, Sicherer SH, Teuber SS. Adverse Reactions to food Committee of American Academy of Allergy, Asthma & Immunology. Work group report: oral food challenge testing. J Allergy Clin Immunol. 2009; Disponível em< https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19500710>. Acesso em 29 out. 2019;

PÁDUA, I.; MOREIRA, A.; MOREIRA, P.; BARROS, R.; Food allergy: practical approach on education and accidental exposure prevention. Eur Ann Allergy Clin immunol. v. 48, n. 5, p. 174-181, 2016; Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27608473>. Acesso em 26 out. 2019.

PAJNO, Giovanni B. et al. EAACI Guidelines on allergen immunotherapy: IgE‐mediated food allergy. Allergy, v. 73, n. 4, p. 799-815, 2018.

PASTOTINO, Antonio Carlos; JACOB, Cristina Miuki Abe; DORNA, Mayra de Barros. Conhecendo o sistema imunológico da criança. In: RULLO, Veras Esteves Vagnozzi; ROXO JUNIOR, Pérsio; VILELA, Maria Marluce dos Santos (Org.). Atualização em Alergia e Imunologia Pediátrica: Sociedade de Pediatria de São Paulo. São Paulo: Atheneu, 2016. Cap. 1. p. 24-34.

PERIGNON M, Fiorentino M, Kuong K, Burja K, Parker M, Sisokhom S, et al. Stunting, poor iron status and parasite infection are significant risk factors for lower cognitive performance in Cambodian school-aged children. PLoS One 2014;

RODRIGUEZ-MARTINEZ CE, Rodriguez DA, Nino G. Respiratory syncytial virus, adenoviruses, and mixed acute lower respiratory infections in children in a developing country. J Med Virol 2015; 87(5): 774-81.

ROSA, Sónia; RIBEIRO, Filipa; PINTO, Paula Leiria. Ingestão dos alimentos cozinhados na alergia alimentar ao leite de vaca e ao ovo. Rev Port Imunoalergologia, Lisboa , v. 24, n. 1, p. 9-24, mar. 2016 . Disponível em . Acesso em 26 out. 2019;

SABRA, Aderbal; BANDEIRA, Luis Manoel Werber de Souza; SANTOS, Gustavo Rodrigues dos. Imunologia do Desenvolvimento. In: SABRA, Aderbal et al (Org.). Manual da Alergia Alimentar. 3. ed. Rio de Janeiro: Rubio, 2015. Cap. 1. p. 1-20.

SAMPSON, Hugh A. Food allergy: past, present and future. Allergology International, v. 65, n. 4, p. 363-369, 2016;

SARINHO E, Antunes A, Pastorino A, Ribeiro M, Porto Neto A, Kuschnir FC, et al. Guia prático de atualização: Departamento de Alergia da SBP. Disponível em < https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/2012/12/Alergia-GuiaPratico-Anafilaxia-Final.pdf>. Acesso em 23 Out. 2019.

SARINHO ES, Lins MG. Severe forms of food allergy. J Pediatr (Rio J). 2017;93:53---9. Disponivel em: https://reader.elsevier.com/reader/sd/pii/S2255553617301465?token=A862AE23D994F8B1A956A2E061831952FC05B155845A4BFE973CC5ACEEF64345CAC50AD3CAEE9DC253293694A7C65D6C

SAVAGE, J.; JOHNS, C. B. Food Allergy: Epidemiology and Natural History. Immunol Allergy Clin N Am. v. 35, n.1, p.45- 59, 2015; Disponível em< https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25459576>. Acesso em 26 out. 2019

SOLÉ, Dirceu et al. Consenso Brasileiro sobre Alergia Alimentar: 2018-Parte 2-Diagnóstico, tratamento e prevençao. Documento conjunto elaborado pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Associaçao Brasileira de Alergia e Imunologia. Brazilian Journal Allergy and Immunology, v. 2, n. 1, p. 39-82, 2018.

SOLÉ, Dirceu et al. Guia prático de diagnóstico e tratamento da Alergia às Proteínas do Leite de Vaca mediada pela imunoglobulina E. Rev. bras. alerg. imunopatol.–Vol, v. 35, n. 6, 2012.

STADEN, U. et al. Specific oral tolerance induction in food allergy in children: efficacy and clinical patterns of reaction. Allergy, v. 62, n. 11, p. 1261-1269, 2007.

UBERTI, F.; DANZI, R.; STOCKLEY, C.; PEÑAS, E.; BALLABIO, C.; LORENZO, C.; TARANTINO, C.; RESTANI, P. Immunochemical investigation of allergenic residues in experimental and commercially-available wines fined with egg white proteins. Food Chemistry. v.159, 2014. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24767065>. Acesso em 26 out. 2019.

UBERTI, F.; DANZI, R.; STOCKLEY, C.; PEÑAS, E.; BALLABIO, C.; LORENZO, C.; TARANTINO, C.; RESTANI, P. Immunochemical investigation of allergenic residues in experimental and commercially-available wines fined with egg white proteins. Food Chemistry. v.159, 2014. Disponível em < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24767065>. Acesso em 26 out. 2019.

VOLLMER S, Harttgen K, Subramanyam MA, Finlay J, Klasen S, Subramanian SV. Association between economic growth and early childhood undernutrition: evidence from 121 Demographic and Health Surveys from 36 low-income and middle-income countries. Lancet Glob Health 2014; 2(4): e225-34. Disponível em. Acesso em 27 ago. 2019.

WASERMAN, S.; WATSON, W. Food Allergy. Asthma & Clinical Immunology, v.7, n.1, 2011. Disponível em https://aacijournal.biomedcentral.com/articles/10.1186/1710-1492-7-S1-S7. Acesso em 26 out. 2019;

WOOD RA. Food allergen immunotherapy: Current status and prospects for the future. J Allergy Clin Immunol. 2016; Disponível em. Acesso em 02 nov. 2019.

WOOD, R. A. Food allergy in children: prevalence, natural history and monitoring for resolution. UpToDate online. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-170

Refbacks

  • There are currently no refbacks.