Perfil Epdemiologico de Leishmaniose Visceral em um Município da Amazonia Legal / Epdemiological Profile of Visceral Leishmaniasis in a Municipality of Legal Amazonia

Thayná Kimberly Pereira de Souza, Luciene santos Silva, Janayna Araújo Viana, Danyelle da Silva Rios Souza, Marjani Ribeiro Manzoli, Heliã Adna de Oliveira Santos, Géssica Queiroz da Silva, Lilian natalia Ferreira de Lima

Abstract


A Leishmaniose possui caráter infeccioso causada pelo protozoário tripanossomatídeos do gênero Leishmania e espécie Leishmania chagasi. Trata-se de uma zoonose grave que quando não tratada pode ser letal (Souza at al, 2018). O estudo tem como objetivo fazer um levantamento atual dos casos de LV na cidade de Araguatins, interior do Estado do Tocantins, no período de 2014 a 2018. Segundo dados coletados, no período de 2014-2018 foram notificados 260 casos de LV no município de Araguatins-TO, sendo que o ano com maior incidência foi 2016 (62 casos). Desses 81% (211) foram encontrados na zona urbana e 19% (49) na zona rural, total 47% eram de Homens residentes na zona urbana, e 11% residentes na zona rural, das mulheres notificadas 34% residiam na zona urbana e apenas 8% na zona rural. A partir disso podemos dizer que este estudo concorda com o levantamento epidemiológico de LV do Ministério da Saúde (2018) ao identificar prevalência da doença em homens. Contudo constatou-se que são necessárias maiores atenções por parte das entidades competentes na promoção e prevenção da saúde do homem e maior vigilância a fatores de ricos de LV na zona urbana. Podemos considerar que o êxodo rural pode ser fator relevante nos novos parâmetros espaciais da doença.


Keywords


Leishmaniose, Saúde Pública, Infecção.

References


MINISTÉRIO da Saude. Cenários da leishmaniose visceral no Brasil. 2018

COSTA, Danielle Nunes Carneiro Castro et al. Leishmaniose visceral em humanos e relação com medidas de controle vetorial e canino. Rev. Saúde Pública, v. 52, p. -, 2018.

Reis, Lisiane Lappe doset al. Leishmaniose visceral e sua relação com fatores climáticos e ambientais no Estado do Tocantins, Brasil, 2007 a 2014. Cadernos de Saúde Pública [online]. 2019, v. 35, n. 1

DE SOUZA, Aniele Alves de França et al. LEISHMANIOSE VISCERAL NO CEARÁ: PÉRFIL EPIDEMIOLOGICO DE CASOS REGISTRADOS NO CEARÁ NO PERIODO DE 2008 Á 2017. Mostra Científica da Farmácia, v. 4, n. 2, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-166

Refbacks

  • There are currently no refbacks.