O processo de folkcomunicação para a construção da identidade cultural Maranhense: uma visão sobre o tambor de crioula de são luís / The folkcommunication process for the construction of Maranhense cultural identity: a view of são luís creole drum

Cecilna Miranda de Sousa Teixeira, Walter Rodrigues Marques, Cenidalva Miranda de Sousa Teixeira, Ariadne Diane Miria Miranda, Luis Félix de Barros Vieira Rocha

Abstract


Estudo sobre a identidade cultural Maranhense a partir do processo de folkcomunicação para construção panorâmica sobre o tambor de crioula de São Luís – Ma.  Objetiva, analisar a tradição popular no contexto histórico sobre cultura e arte para percepção dos costumes, valores, crenças e impacto no contexto da sociedade ludovicense. Elencam os instrumentos e mecanismos utilizados no ritual com destaque aos aspectos de referência na repercussão, difusão em massa, considerando a característica da cultura como fator indissociável da realidade social. Enfatiza sobre os aspectos da cultura presente nos seres humanos organizados em sociedade em suas diferentes formas históricas de se organizar, relacionar internamente com outros grupos sociais e o meio ambiente. Ressalva a importância da folkcomunicação como embasamento ao estudo da cultura popular como subsídio à promoção dos resultados acerca da cultura maranhense vivenciada pela prática da dança de tambor e disseminação de padrões culturais pelos meios de comunicação de massa, para atingir o objetivo. A metodologia utilizada está embasada na pesquisa exploratória, com procedimentos de pesquisa bibliográfica e documental sobre o tema em evidência. Conclui que a cultura permite a comunicação através da arte expressada pela dança onde os seres se entrelaçam, educam-se e vivenciam o processo de interação pela representação simbólica da manifestação ao rito da dança do tambor e pelas relações sociais.


Keywords


Identidade Cultural, Maranhão, Arte, Tambor de Crioula.

References


ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4. ed. rev. São Paulo: Moderna, 2009.

AMPHILO, Maria Isabel. Folkcomunicação: por uma teoria da comunicação cultural.

Disponível em: www.metodista.br › revistas-ims › index.php › AUM › article › view. Acesso em: 22 nov. 2019.

FERRETTI, Sergio. Tambor de crioula: ritual e espetáculo. 3 ed. São Luís, 2002.

FERRETTI, Sergio. Os tambores da Ilha. São Luís: IPHAN - 2006.

Guia do Maranhão. São Luís do Maranhão 400 anos. VI ed. 2012-2014.

Hall, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade; tradução Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopes Louro-11. ed. -Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

NÓBREGA, Zulmira. A festa do maior São Joao do mundo: dimensões culturais da festa junina na Capital de Campina Grande. Tese (doutorado), Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2010.

NUNES, I. A. (org.) Olhar, memoria e reflexão sobre a gente do Maranhão. In: O lugar da memória no bumba-meu-boi. Canjão, Isanda, p. 107-112. São Luís: Comissão Maranhense de Folclore, 2003.

REIS, J. R. S. Folguedos e danças juninas do Maranhão. São Luís, 2008.

RAMASSOTE, Rodrigo. A performance da coreira do tambor de criola ...Disponível em:

www.periodicoseletronicos.ufma.br › ricultsociedade › article › view, Acesso em: 08 set. 2019.

OLIVEIRA, Albino. Tambor de Crioula. Pesquisa Escolar Online, Fundação Joaquim Nabuco, Recife. Disponível em: http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/. Acesso em: 22 ago. 2019.

Folkcomunicação - Portal Intercom. Disponível em: portalintercom.org.br/anais/sudeste2013/resumos/R38-1592-1.pdf

de M FERNANDE

Conheça a Casa do Tambor de Crioula, em São Luís | O Imparcial

Disponível em: https://oimparcial.com.br › Entretenimento e Cultura , 2019.

Missão - SECTUR. Disponível em: www.cultura.ma.gov.br/apem/index.php?page=missao. Acesso em: 21 ago. 2019.

Tambor de crioula, reconhecido como patrimônio cultural. Disponível em: www.geledes.org.br › África e sua diáspora › Patrimônio Cultural. Acesso em: 10 jan. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-141

Refbacks

  • There are currently no refbacks.