Incompatibilidades das substâncias químicas movimentadas no Porto Dom Pedro II de Paranaguá-Paraná / Incompatibilities of chemical substances handled in the Port Dom Pedro II of Paranaguá-Paraná

Patricia Milla Gouvêa, Emerson Luís Pawoski da Silva, Emerson Luis Tonetti

Abstract


A cidade de Paranaguá é a maior contribuinte econômica da região litorânea do estado Paraná, sendo o Porto Dom Pedro II o protagonista desse cenário. A atividade portuária da cidade gera renda e emprego, mas, também riscos à população. Foram levantados 17 acidentes ocorridos na área portuária através de registros históricos referentes ao período entre 1992 e 2018. Entre os riscos, oriundos da movimentação e armazenamento de substâncias químicas em portos, merecem destaque as incompatibilidades químicas que podem provocar explosões e/ou incêndio. Esse estudo teve como objetivo contribuir no entendimento dos riscos a população e ambiente locais, através da identificação e avaliação das interações entre as substâncias químicas, movimentadas no porto de Panaguá/PR, tendo um potencial risco de incompatibilidade entre elas e possibilidade de acidentes. Os dados analisados sobre as substâncias foram obtidos de relatórios Line up e do Plano Mestre do Porto. Foram produzidos quadros de correlação entre os berços para evidenciar as incompatibilidades identificadas através da literatura. Obteve-se nesse estudo 200 pontos de incompatibilidades químicas na movimentação de substâncias químicas na área portuária, que apresentam-se nas proximidades de áreas residenciais. A possibilidade de explosão e contaminação atingirem pessoas e estruturas dessa área residencial coloca essa população em risco. Através desses resultados, o planejamento da atividade portuária deve considerar as substâncias químicas movimentadas e proximidade entre os diferentes usos, principalmente o residencial, para evitar acidentes semelhantes aos que ocorreram no passado.


Keywords


Accident, Risk, Population.

References


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ. Porto de Paranaguá divulga nota oficial sobre acidentes com balsa ocorrido no sábado. Acesso em: http://www.aen.pr.gov.br/modules/debaser/visualizar.php?audiovideo=1&xfid=47994. Acesso em: 25 mar 2020.

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina. LINE UP Corredor de exportação. Disponível em: http://www.appaweb.appa.pr.gov.br/appaweb/pesquisa.aspx?WCI=relEmitirLineUpCorex&Criterio=PageSize=20&sqlFLG_STATUS=0. Acesso em: 25 mar 2020.

APPA - Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina; ACQUAPLAN. Plano de Emergência Individual. 6ed, 2013. Disponível em: http://www.portosdoparana.pr.gov.br/sites/portos/arquivos_restritos/files/documento/2019-07/peiappa6edicaorev0216072015.pdf. Acesso em: 25 mar 2020.

ARMENAKIS, C.; NIPURAMA, N. Estimating spatial disaster risk in urban environments. Geomatics, Natural Hazards and Risk, v. 4, n. 4, 289 – 298, 2013.

CUNICO, C (Org). Zoneamento ecológico - econômico do Estado Do Paraná - Litoral. Curitiba: ITCG, 2016.

CRUZ, A. M.; OKADA, N. Methodology for preliminary assessment of natech risk in urban areas. Nat Hazards, v.46, p.199 – 220, 2008.

FREITAS, K. R.; TONETTI, E. L. Usos portuários ou correlatos na área urbana do município de Paranaguá-PR. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v.4, n.24, p.43-56, 2016.

GOUVÊA, P.M.; TONETTI. E.L. Avaliação dos riscos de incêndio e explosão na área urbana de Paranaguá-PR. Geografar, v.12, n.2, p.233-250, 2017.

IPARDES - Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Caderno Estatístico do Município de Paranaguá-PR. 2020. Disponível em: http://www.ipardes.gov.br/cadernos/Montapdf.php?Municipio=83200&btOk=ok. Acesso em: 30 mar. 2020.

PORTOS DO PARANÁ. Plano mestre do complexo portuário de Paranaguá e Antonina, 2018. Disponível em: http://www.portosdoparana.pr.gov.br/sites/portos/arquivos_restritos/files/documento/2019-06/plano_mestre_dos_portos_de_paranagua_e_antonina.pdf. Acesso em: 25 mar 2020.

KEIL, R.; YOUNG, D. Fringe explosions: risk and vulnerability in Canada`s new in-between urban landscape. The Canadian Geographer, v.53, n.4, p.488-499, 2009.

MARINHA DO BRASIL. Tribunal Marítimo Processo Número 27.878/13. Disponível em: https://www.marinha.mil.br/tm/sites/www.marinha.mil.br.tm/files/file/acordao_calendario/27.878-13C.pdf. Acesso em: 25 mar 2020.

O`NEIL, M.J. (ed). The Merck Index: An Encyclopedia of Chemicals, Drugs, and Biologicals. 15 ed. Royal Society of Chemistry, 2013.

PARANAGUÁ. Lei Complementar nº 060, de 23 de agosto de 2007. Institui o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado no Município de Paranaguá. Disponível em: http://www.paranagua.pr.gov.br/plano_diretor/PAG_INICIAL_Plano%20Diretor%20Leis/LEIS%20DO%20PLANO%20DIRETOR/PDF/LEI_COMPLEMENTAR_N060-PLANO_DIRETOR%20Compilado.pdf. Acesso em: 14 ago 2020.

PORTOS E NAVIOS. Caminhão retirado do cais de Paranaguá. Disponível em: https://www.portosenavios.com.br/noticias/portos-e-logistica/caminhao-retirado-do-cais-de-paranagua. Acesso em: 25 mar 2020.

SÁ, A. Efeito Devastador. Revista Proteção, n.181, p. 63, 2007.

SUÁREZ, A. C.; MARTÍNEZ, F. J. E. Caracterización espacial de la vulnerabildad sociodemográfica en dos distritos madrilenos ante riesgos tecnológicos. Cuadernos Geográficos, v.45, n.2, p.137 – 152, 2009.

SUAREZ-PABA, M. C., CRUZ, A. M.; MUÑOZ, F. Emerging natech risk mangement in Colombia: a survey of governmental organizations. Safety Science, v.128, 104777, 2020.

SUAREZ-PABA, M. C., PERREUR, M., MUÑOZ, F. & CRUZ, A. M. Systematic literature review and qualitative meta-analysis of natech research in the four decades. Safety Science v.116, p.58 – 77, 2019.

SUBSEA7 DO BRASIL. EIA - Estudo de Impacto Ambiental – Volume III. Disponível em: http://www.iap.pr.gov.br/arquivos/File/EIA_RIMA/Volume_III_Reduzido.pdf. Acesso em: 25 mar 2020.

TONETTI, E. L.; NUCCI, J. C.; VALASKI, S. Espacialização de áreas potencialmente poluídas: proximidade de usos incompatíveis no município de Paranaguá-PR. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v. 04, n. 25, p.33-50, 2016.

TONETTI, E. L.; SCHRÖDER, P. H.; NUCCI, J.C. Risco de explosão: mistura de usos incompatíveis na área urbana de Paranaguá-PR. In: ROSIN, T. A.; ROSIN, T. A. (Orgs). Riscos e vulnerabilidades ambientais. Tupã: ANAP, 2015. p. 119 – 137.

TORRISI, D.; PAULA, E.V.; WROBLEWSKY, C.A. Avaliação de ameaças tecnológicas na cidade de Paranaguá/PR, Brasil. Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente, v.41, p.174-190, 2017.

ZHOU, Y.; LIU, M. Risk assessment of major hazards ad its application in urban planning: a case study. Society for Risk Analysis, v.32, n.3, p.566 – 577. 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-133

Refbacks

  • There are currently no refbacks.