Avaliação físico-química de águas cinzas armazenadas, em residências unifamiliares / Physical-chemical evaluation of storaged gray water, with a purpose of reuse

Ivete Vasconcelos Lopes Ferreira, Marcone Correia de Oliveira Lima Filho, Elina Wanessa Ribeiro Lopes, Marcio Gomes Barboza

Abstract


O reúso de águas é apresentado como uma alternativa viável para minimizar a escassez hídrica. Conhecer as características qualitativas dos efluentes domésticos é importante para a prática do reúso com segurança sanitária. Visto que o sistema de reúso requer a reservação da água, já que a produção e o consumo desse efluente ocorrem em períodos distintos, devem-se considerar as mudanças de suas características. Este trabalho busca caracterizar as águas cinzas provenientes de máquina de lavar roupas após armazenamento. Os efluentes da máquina de lavar em duas residências foram avaliados após sete dias de armazenamento. O efluente da primeira residência se enquadrou nas diretrizes para diversos usos domésticos como descargas de vasos sanitários e rega de jardins. Apresentou baixa deterioração, em termos de oxigênio dissolvido, permanecendo em estado aeróbio após estocagem. Já o efluente da segunda residência atingiu anaerobiose após o período de armazenamento, necessitando de pré-tratamento para reduzir a matéria orgânica.


Keywords


águas residuárias domésticas, reuso, saneamento ecológico.

References


APHA. American Public Health Association. Standard methods for the examination of water and wastewater. 21 ed., Washington-USA, 2005.

ABNT. Associação Brasileira De Normas Técnicas, NBR 13.969: Tanques sépticos: unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos – projeto, construção e operação. Rio de Janeiro, 1997.

Cohim, E.; Nakagawa-Costa, A. K.; Junior, F. A. C. Viabilidade econômica para reúso de água em edifício: estudo de caso em condomínio residencial. In: Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 19, Maceió, AL: A água no mundo em Transformação, 2011.

Dadalto, G. G.; Fullin, E. A. Manual de Recomendação de Calagem e adubação para o estado do Espírito Santo. Vitória, ES: SEEA/INCAPER, 2001. p. 266.

Gonçalves, R. F.; Bazzarella, B. B.; Peters, M. R.; Phillippi, L. S. Gerenciamento de águas cinzas. In: Gonçalves, R. F. (Coord.). Uso Racional da Água em Edificações. Rio de Janeiro: PROSAB. ABES, 2006. Cap. 4.

Gonçalves, R. F. Jordão, E. P. Introdução In: Uso Racional da Água em Edificações. Gonçalves, R. F. (Coord.). Rio de Janeiro: PROJETO PROSAB, ABES, 2006. Cap. 1.

Gonçalves, R. F.; Jordão, E. P. Januzzi, G. Introdução. In: Uso Racional da Água e Energia. Gonçalves, R. F. (Coord.). Rio de Janeiro: PROJETO PROSAB, ABES, 2009. Cap. 1.

Hespanhol, I. (Coord.). Manual de conservação e reúso da água na indústria. Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro – FIRJAN, Rio de Janeiro: DIM, 2015.

Magri, M. E.; Lemos, E.; Klaus, G.; Francisco, J. G. Z. Philippi, L. S. Desempenho de um sistema tipo tanque séptico seguido de filtro plantado com macrófitas no tratamento de águas cinzas. In: Congresso Brasileiro De Engenharia Sanitária E Ambiental, 26. Porto Alegre: ABES, 2011.

Paes, R.P. Reações comportamentais de usuários de reúso de água cinza em domicílios. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 20, Bento Gonçalves, RS: 2013.

SINDUSCON. Sindicato Da Indústria Da Construção Do Estado De São Paulo; FIESP. Federação Das Indústrias Do Estado De São Paulo. Conservação e reúso da água em edificações. São Paulo, 2005.

Souza, B. A. A.; Nogueira Neto, C. S.; Abreu, A. A.; Silva, C. S. Implementation and evaluation of a system for the treatment of gray water. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 1, p.3531- 3552 jan. 2020. ISSN 2525-8761.

Von Sperling, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. v. 1. 3ª edição. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, UFMG. 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-123

Refbacks

  • There are currently no refbacks.