Efeitos da suplementação da vitamina D para o Lupus Eritematoso Sistêmico: uma revisão bibliográfica / Effects of vitamin D supplementation for systemic lupus erythematosus: a literature review

Danielton Carneiro da Silva, Diogenes José Gusmão Coutinho, Jefferson Kemerson de Castro Barbosa, Dorgivania Silva de Aguiar

Abstract


A vitamina D e seus precursores têm se configurado como o centro de crescentes investigações nos últimos anos, demonstrando sua função, além do metabolismo do cálcio e da formação óssea. Estudos apontam que existe uma associação entre a hipovitaminose D e o Lupus Eritematoso Sistêmico (LES), sendo assim este estudo teve como objetivo agregar conhecimento sobre os efeitos da suplementação de vitamina D no Lúpus Eritematoso. Trata-se de uma revisão bibliográfica da literatura onde se utilizou as bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (Scielo) e Banco de Dados de Enfermagem (BDENF) indexadas na Biblioteca Virtual de Saúde. Na busca da seleção dos estudos foram identificados 28 artigos, sendo que apenas 3 serviram para análise. Os resultados mostraram que pacientes com LES e que fazem suplementação de vitamina D melhoram a atividade da doença, melhora a fadiga e diminui a hematúria. Os resultados desta revisão fornecem evidencias dos benefícios da suplementação com vitamina D no     LES em indivíduos com deficiência/insuficiência vitamina D. Contudo, novos estudos de intervenção são necessários para verificar uma terapêutica mais eficiente para a proteção do organismo dos efeitos deletérios desse distúrbio autoimune, sugerimos também que sejam realizados estudos investigativos em pacientes cujo clima tropical prevaleça, pois se tem observado que mesmo nestas regiões a população apresenta hipovitaminose D e esta deficiência se estende ainda mais a população que apresenta LES.


Keywords


Vitamina D, Lúpus, Suplementação.

References


ALJABRI, K. S; BOKHARI, S. A; KHAN, M. J. Glycemic changes after vitamin D supplementation in patients with type 1 diabetes mellitus and vitamin D deficiency. Ann Saudi Med. N.30, p. 454–458, 2010.

ABOU-RAYA, A; ABOU-RAYA, S; HELMII, M. The effect of vitamin Dsupplementation on inflammatory and hemostatic markersand disease activity in patients with systemic lupuserythematosus: a randomized placebo-controlled trial. TheJournal of Rheumatology, n.40, p. 265–72.9, 2013.

BABA, K. E. et al. Seasonal variation of vitamin D and HbA1c levels in patients with type 1 diabetes mellitus in the Middle East. International Journal of General Medicine , n.4, p.635–638, 2011.

CONFORTO. E.C; AMARAL. D.C. Roteiro para revisão bibliográfica sistemática: Aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. Acesso em 12 de novembro de 2018. Disponível em: http://vision.ime.usp.br/acmt/conforto.pdf. Acesso em: 21de janeiro de 2020.

CAMPBELL, M. K. Bioquímica. Porto Alegre: Artmed; 2000.

COOPER, J. D. et al. Inherited Variation in Vitamin D Genes Is Associated With Predisposition to Autoimmune Disease Type 1 Diabetes. Diabetes, n.60, p.1624-1631, 2011.

DE LUCA, H. F. Overview of general physiologic features and functions of vitamin D. Am J Clin Nutrition, v.80, n.6, p. 1689S-96S, 2004.

GONSALVES, H. A. Manual de projetos de pesquisa cientifica. São Paulo, 2011.

GRIZ, L. H; BANDEIRA, F; GABBAY, M. A. L. Vitamin D and diabetes mellitus: an update. 2013. Arquivos Brasileiro de Endocrinologia Metabolica [online]. v.58, n.1, p.1-8, 2014.

HYPPÖNEN, E. Vitamin D and increasing incidence of type 1 diabetes- evidence for an association? Diabetes, Obesity and Metabolism, n.12, p.737– 743, 2010.

LIMA, E. V. Influência da hipovitaminose D no diabetes mellitus tipo 2. RBM, v.70, n.6, p. 217-221, 2014.

LIAO, K.P; ALFREDSSON, L; KARLSON, E.W. Environmental influences on risk for rheumatoid arthritis. Curr Opin Rheumatol, v.21, p..279–83, 2009.

LIMA, G. L. Avaliação da suplementação de vitamina D em pacientes com lúpus eritematoso de início juvenil: estudo clínico randomizado, duplo-cego, controlado por placebo. Lima, 2015. 79f. Tese (doutorado)-Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, Programa de ciências médicas, Área de concentração: Processos inflamatórios e alérgicos. São Paulo. 2015.

LICHTENSTEIN, A. et al. Vitamina D: ações extraósseas e uso racional. Revista da Associação de Medicina Brasileira. São Paulo, v.59, n.5, Sept./Oct. 2013.

MARQUES, C. D. L. et al. A importância dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes. Revista Brasileira de Reumatologia [online]. v.50, n.1, p. 67-80, 2010.

MAEDA, S. S. Recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) para o diagnóstico e tratamento da hipovitaminose D. Arquivos Brasileiro de Endocrinologia Metabólica, v.58, n.5, 2014.

PREMAOR, M.O; FURLANETTO, T.W. Hipovitaminose D em adultos: entendendo melhor a apresentação de uma velha doença. Arquivo Brasileiro de Endocrinologia Metabólica [online], v.50, n.1, p. 25-37, 2006.

REYNOLDS, J. A. et al. Vitamin D improves endothelial dysfunction and restores myeloid angiogenic cell function via reduced CXCL-10 expression in systemic lupus erythematosus. Scientific Reports; v.6, n.1, p.22341, 2016.

SOUSA, J.R. et al.. Efeito da suplementação com vitamina D em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico. Revista Brasileira de Rumatologia, v.7, n.5, p466– 471, 2017.

SOUZA, V. A. et al. Associação de hipovitaminose D com Lúpus Eritematoso Sistêmico e inflamação. Jornal Brasileiro de Nefrologia. [online], v.36, n.4, p.430-436, 2014.

SILVA, J. A. et al. Vitamin D receptor (VDR) genepolymorphisms and susceptibility to systemic lupuserythematosus clinical manifestation. Lupus. Herzinger, v.22, p.1110–7.15, 2013.

SANTOS, J. R. et al. Lúpus Eritematoso Sistêmico, o olhar do academico de enfermagem no cuidado paciente-família: um relato de experiência. Anais do V Congresso de Educação em Saúde da Amazônia (COESA), Universidade Federal do Pará – 8 a 11 de novembro de 2016.

RUIZ-IRASTORZA, G. et al. Changes in vitamin D levels in patients withsystemic lupus erythematosus: effects on fatigue, diseaseactivity, and damage. Arthritis Care Res, n.62, p.1160–5.14, 2010.

TEIXEIRA, T. M; COSTA, CL. Papel da vitamina D no Lúpus Eritematosos Sistêmicos. Revista de Nutrição, Campinas, v.25, n.4, p.531-538, jul. /Ago, 2012.

ZHANG, J. et al. Polymorphisms in the vitamin D receptor gene and type 1 diabetes mellitus risk: An update by meta-analysis. Molecular and Cellular Endocrinology, n. 355, p.135–142, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-109

Refbacks

  • There are currently no refbacks.