Biocombustíveis alternativos na agricultura familiar na Amazônia Oriental / Alternative biofuels in family farming in Eastern Amazonia

Thais Yuri Rodrigues Nagaishi, Osvaldo Ryohei Kato, Luiz Fernandes Silva Dionisio, Debora Veiga Aragão, Sueo Numazawa, Ellen Gleyce da Silva Lima, Antônia Benedita da Silva Bronze, Marcio da Silva Cruz Freitas Nagaishi

Abstract


O estudo teve como objetivo avaliar os aspectos socioeconômicos e a demanda por biocombustíveis dos agricultores familiares do município de Igarapé-Açu. Foram levantados dados sociais, econômicos e ambientais relacionados às atividades do uso e aquisição de lenha pelas unidades de produção familiar. A pesquisa foi realizada no decorrer dos anos de 2017 a 2019. Desenvolve-se pesquisa de campo, com entrevistas semiestruturada, observação direta e coleta de dados. A análise dos dados evidenciou que os agricultores são dotados de conhecimentos e experiência sobre o uso da terra, já com a adoção de práticas e princípios agroecológicos nos seus sistemas produtivos, entre eles o preparo de área sem queima e implantação de sistemas agroflorestais. Entretanto, nessa localidade, os familiares dos agricultores são compostos por poucos membros, de baixa renda familiar, com pequenas áreas produtivas e têm a produção de farinha de mandioca como a principal atividade produtiva. Consequentemente a lenha tem seu papel fundamental, havendo uma demanda de 0,50t ou 2,68st de lenha para cada 1t de farinha produzida no município por esses agricultores, de modo que já há agricultores que relatam dificuldades em adquirir lenha em sua propriedade, procedente predominantemente de capoeira média e do preparo de área.


Keywords


Capoeira, Corte sem queima, Lenha, Tipitamba

References


ALVES, R.; MODESTO JUNIOR, M. D. S. Roça sem fogo: da tradição das queimadas à agricultura sustentável na Amazônia. Embrapa Amazônia Oriental-Livro técnico (INFOTECA-E), 2020. https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1119432.

ALVES, R.; MODESTO JUNIOR, M. D. S. Mandioca: agregação de valor e rentabilidade de negócios. Brasília, D.F: Embrapa Amazônia Oriental-Livro técnico (INFOTECA-E), 223 p.: il. 2019. https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1108529.

ALVES, R. J. M.; PONTES, A. N.; GUTJAHR, A. L. N. Percepção ambiental e uso de recursos naturais por comunidades rurais do município de Marapanim, Pará, Brasil. Contribuciones a las Ciencias Sociales, v. 11, p. 1-14, 2016. https://scholar.google.com.br/scholar?cluster=4574925437429648666&hl=pt-BR&as_sdt=0,5.

ALVES, R.N.B.; MODESTO JÚNIOR, M. S. Potencial de tecnologias de processos e tecnologias de insumos na cultura da mandioca na Amazônia. Cadernos de Ciência & Tecnologia, v. 30, n. 1/3, p. 73-89, 2013. http://dx.doi.org/10.35977/0104-1096.cct2013.v30.22265.

BONI, V.; QUARESMA, S. J. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em ciências sociais. Em Tese, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 68-80, jan. 2005.

CUNHA, W. A.; SILVA, E. A. Inovações institucionais na oferta de alimentos da agricultura familiar para o mercado institucional: o caso de uma cooperativa em Minas Gerais. 2015.

DIONISIO, L. F. S.; CONDÉ, T. M.; GOMES, J. P.; MARTINS, W. B. R.; SILVA, M. T.; SILVA, M. W. Caracterização morfométrica de árvores solitárias de Bertholletia excelsa HBK no sudeste de Roraima. Revista Agro@ mbiente On-line, v. 11, n. 2, p. 163-173, 2017. http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v11i2.3835.

ESTATCAMP, Equipe. Software Action. São Carlos: Estatcamp- Consultoria em estatística e qualidade, 2014.

FAPESPA. Mapa mesorregiões do Pará. [Belém, PA: FAPESPA, 2019]. http://www.fapespa.pa.gov.br/sistemas/anuario2017/mapas/territorio/ter3_mesorregioes _paraenses.png.

GUALDANI, C. Tecnologias sociais e convivência com o semiárido. A experiência de agricultores familiares do sertão alagoano. 132 p. (UnB-Geografia, Mestre, Gestão Territorial e Ambiental, 2015. https://repositorio.unb.br/handle/10482/19194.

HOMMA, A. K. O. Madeira na Amazônia: extração, manejo ou reflorestamento? Embrapa Amazônia Oriental-Artigo em periódico. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, v. 7, n. 13, p. 147-161, 2011. https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/944362/1/HommaAmazonia.pdf.

INCRA. Tabela com módulo fiscal dos municípios. http://www.incra.gov.br/pt/modulo-fiscal/2-uncategorised/235-Tabela-com-modulo-fiscal-dos-municipios.html.

IBGE. Censo Agropecuário 2010. Tabelas Completas. Notas Técnicas. Disponível em: < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/igarape-acu/pesquisa/23/25124?detalhes=true Consultado em: 04/11/2019 https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/igarape-acu/panorama >. Acesso em: 20 nov. 2019.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Metodologia científica. v. 6. São Paulo: Atlas, 1991.

LIMA, U. A. Manual técnico de beneficiamento e industrialização da mandioca. São Paulo: Secretaria de Ciência e Tecnologia. 56 p. (Programa Adequação), 1982.

LOBO, I. D. Importância socioeconômica da mandioca (Manihot esculenta crantz) para a comunidade de Jaçapetuba, município de Cametá/PA. Multitemas, v. 23, n. 55, p. 195-211. 2018. https://doi.org/10.20435/multi.v23i55.1913.

LOPES, B. M. Uso da capoeira na extração de lenha: em três comunidades locais no pólo Rio Capim do PROAMBIENTE-PA. 147p. Dissertação (mestrado em agricultura familiar e desenvolvimento sustentável) – Universidade Federal do Pará. 2005. https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/98557/1/Dissertacao-UsoCapoeiraExtracao.pdf.

LOPES, P. R.; LOPES, K. C. S. A. Sistemas de produção de base ecológica–a busca por um desenvolvimento rural sustentável. REDD – Revista Espaço de Diálogo e Desconexão, v. 4, n. 1, 2011. https://doi.org/10.32760/1984-1736/REDD/2011.v4i1.5047.

MACHADO FILHO, H.; MORAES, C.; BENNATI, P.; RODRIGUES, R. D. A.; GUILLES, M.; ROCHA, P.; VASCONCELOS, I. Mudança do clima e os impactos na agricultura familiar no Norte e nordeste do Brasil. Working Paper, n. 141, 2016. https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/1046425/1/2016007.pdf.

RODRIGUES, E. ; HOMMA, A. K. O. ; KATO, O. R. ; MENEZES, A. J. E. A. Análise de pequenos produtores com manejo de bacurizeiros (Platonia insignis mart.) na Amazônia Paraense: Uma abordagem sob a ótica de estratégias de reprodução social. Caribeña de Ciencias Sociales, p. 1-21, 2019. https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/1113059/1/pequenosproductoresamazonia.pdf.

SOUZA, M. M.; SILVA, D. A.; ROCHADELLI, R.; SANTOS, R. C. Estimativa do poder calorífico e caracterização para uso energético de resíduos da colheita e do processamento de Pinus Taeda. Revista Floresta, v. 42, n. 2, p. 325-334, 2012. http://dx.doi.org/10.5380/rf.v42i2.26593.

VINUTO, J. A amostragem de bola de neve em pesquisa qualitativa: um debate aberto. Temáticas, v. 22, n. 44, p. 203-220, 2014. https://econtents.bc.unicamp.br/inpec/index.php/tematicas/article/view/10977/6250.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-106

Refbacks

  • There are currently no refbacks.