Articulando Gênero e Raça na Educação Técnica de Nível Médio: O caso das estudantes do IFPE-Campus Ipojuca / Articulating Gender and Race in High-Level Technical Education: The Case of IFPE-Campus Ipojuca Students

Danielle de Farias Tavares Ferreira

Abstract


O Núcleo de estudos em Gênero e Diversidade do Instituto Federal de Pernambuco-Campus Ipojuca tem desenvolvido pesquisas e ações acerca da transversalização da relação de gênero e das questões étnico-raciais a se entrelaçarem nos discursos do cotidiano de instituições de ensino médio técnico. Diante das inquietações, nossa problemática se referiu ao modo como as jovens estudantes dos cursos técnicos de Construção Naval e Automação Industrial se percebiam em salas de aula compostas, em sua maioria, por estudantes do sexo masculino. Optamos por desenvolver uma pesquisa de cunho científico numa perspectiva de pesquisa-ação. A proposta abarcou descrever as características sóciodemográficas das jovens estudantes, bem como a análise dos discursos delas durante sua trajetória acadêmica. Esta pesquisa se encontra em andamento com previsão de finalização para julho de 2020 e os resultados, até então encontrados, revelam a necessidade de ampliação das discussões sobre as condições sociais, as quais essas jovens têm sido submetidas e por conseguinte sair em defesa de discursos contra hegemônicos sobre as mulheres e seus espaços de atuação. O desenvolvimento de ações que se direcionam à promoção de diálogos com a comunidade acadêmica, no que se refere aos debates relacionados às questões de gênero, também tem sido alcançado enquanto atividades resultantes do alcance desta pesquisa.


Keywords


Juventude(s), Mulheres, Relações de Gênero, Raça, Ensino médio técnico.

References


BRUSCHINI, Cristina e LOMBARDI, Maria Rosa. Médicas, arquitetas, advogadas e engenheiras: mulheres em carreiras de prestígio. Revista Estudos Feministas (7:1), Florianópolis, Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão/UFSC, 1999, pp.9-24.

CRUZ, Maria Helena Santana. Refletindo sobre a diversidade de gênero em Educação. São Paulo, Saberes em Perspec., v.2, n.2, Jan/Abr., 2012.

FLICK, Uwe. Qualidade na pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009. (Coleção Pesquisa Qualitativa).

GATTI, Bernadete. Estudos quantitativos em educação. São Paulo, Educação e Pesquisa., v. 30, n.01, p.12-30, Jan./Abr., 2004.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, Sexualidade e Educação: Uma perspectiva pós- estruturalista. 1. ed. São Paulo: Vozes, 1997.

MINELLA, L.S. Temáticas prioritárias no campo de gênero e ciências no Brasilo. Cadernos Pagu, santa Catarina, n.40, p. 95-140, jan/jun. 2013.

NARVAZ, Martha Giudice. Gênero: Para além da discussão sexual- revisão de literatura.

Aletheia, v. 32, p. 174-182, maio/ago. 2010.

OLIVEIRA, Danilo Araujo de. O espaço escolar numa perspectiva de gênero. In: DIAS, A.F;

POTTER, J.E WETHERELL, M. “How to analyse discourse”. In: discourse and social psychology: beyond attitudes and behaviour, London: Sage, pp. 158-76. Versão traduzida por Oswaldo Rodrigues Fr. 1998.

RIBEIRO, Marlene. Educação para a cidadania: questão colocada pelos movimentos sociais.

Educação e Pesquisa. São Paulo, jul/dez 2002, v.28, n.2, p.113-128.

TRIPP, David. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. São Paulo, Educação e Pesquisa., v. 31, n. 3, Set./Dez. 2005.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-081

Refbacks

  • There are currently no refbacks.