Avaliação do conforto térmico de ecoresidência / Evaluation of the thermal comfort of an ecoresidence

Paula Isabella de Oliveira Rocha, Vera Solange de Oliveira Farias, Vicente de Paula Teixeira Rocha

Abstract


Este trabalho teve como objetivo analisar o conforto térmico de uma residência projetada por pesquisadores da UFCG, observando as necessidades climáticas do Semiárido paraibano e edificada dentro do conceito de sustentabilidade. A habitação foi construída no Distrito da Ribeira, pertencente ao município de Cabaceiras (PB). Para a avaliação do conforto térmico foram coletados dados das temperaturas do ar, do globo negro e umidade relativa do ar. As coletas ocorreram durante o verão de 2016, situação climaticamente mais adversa para a região do semiárido paraibano. Os dados foram levantados sob diferentes tratamentos de manipulação das aberturas de ventilação (janelas e bandeiras). Para obtenção e armazenamento das variáveis climáticas foram construídas estações meteorológicas a partir de uma placa prototipagem, o arduíno, ligado a sensores de obtenção de variáveis climáticas. Diversos índices de conforto térmico foram utilizados visando à caracterização dos ambientes internos. Foram calculados os valores de índice de conforto térmico que utilizam somente variáveis climáticas (Índice de Desconforto, Índice de Temperatura e Umidade e Índice de Bulbo Úmido e Globo Negro). O estudo aponta para o fato de que a residência oferece conforto ambiental na maior parte do dia, apresentando ligeiro desconforto devido à temperatura quente em parte do turno vespertino além de atestar a contribuição da ventilação natural para o conforto térmico interno.

 


Keywords


Índice de desconforto, umidade relativa, globo negro

References


Jankovic, M.M.G., Goular, S.V.G., Pedrini, A. Otimização do desempenho térmico de fechamentos verticais durante o processo de projeto de habitação de baixo impacto ambiental em clima quente e úmido. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 5, n. 8, p. 11955-11969, aug. 2019.

Dias, A.R.D., Pedrini, A., Calado, B.F., Desempenho térmico da envoltória de edifícios na zona bioclimática 08: comparação entre os métodos de simulação e prescritivo do RTQ-R e o modelo de conforto adaptativo. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 5, n. 11, p. 25356-25370, nov. 2019.

Monteiro, L. M.; Alucci, M. P. Questões teóricas de conforto térmico em espaços abertos: consideração histórica, discussão do estado da arte e proposição de classificação de modelos. Revista Ambiente Construído, v.7, n.3, p.43-58, Jul./Set. 2007.

Nogueira, C. E. C.; Siqueira, J. A. C.; Souza, N. M. de; Niedzialkoski, R. K.; Prado, N. V. Avaliação do conforto térmico nas residências convencional e inovadora do “Projeto CASA”, Unioeste, Campus de Cascavel. Revista Acta Scientiarum. Technology , v.34, n.1, p.3-7, Jan./Mar. 2012.

Oliveira, L. M. F. de; Yanagi Junior, T.; Ferreira, E.; Carvalho, L. G. de; Silva, M. P. da. Zoneamento bioclimático da região sudeste do Brasil para o conforto térmico animal e humano. Revista Engenharia Agrícola, v.26, n.3, pp. 1-11, Set./Dez. 2006.

Rocha, V. P. T. Análise do conforto térmico de eco residência edificada no semiárido paraibano. Dissertação de Mestrado apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Campina Grande. 168 p. 2016




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-053

Refbacks

  • There are currently no refbacks.