Atríbutos químicos do solo construído após a extração de seixo em capitão poço, Pará, Brasil / Chemical attributes of soil built after pebble extraction in captain well, Pará, Brazil

Michel Sauma Filho, Maria de Lourdes Pinheiro Ruivo, Heráclito Eugênio Oliveira da Conceição, Ismael de Jesus Matos Viégas, Auriane Consolação da Silva Gonçalves, Orivan Maria Marques Teixeira, Jairo Neves de Oliveira, Rebeca Monteiro Galvão

Abstract


Entre os agregados para a construção civil, destaca-se o seixo. A sua exploração gera graves conseqüências ambientais. Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência do método de recuperação de plantio de mudas (M), associado ou não a calagem e escarificação superficial do solo (CE), no comportamento de atributos químicos do solo construído após a extração de seixo, a céu aberto, no município de Capitão Poço, Pará. Foi conduzido em duas áreas: fragmento de “vegetação secundária” (VS), que serviu para obtenção de valores de referência e outra de solo construído. Inicialmente, no solo construído, foram alocadas as parcelas, constituídas pelos tratamentos de CE e as subparcelas, por cinco tratamentos de M, segundo o delineamento de blocos ao acaso, em parcelas subdivididas, com três repetições. Os efeitos dos tratamentos foram avaliados pelas seguintes características químicas do solo: acidez ativa (pH) e potencial (H + Al) do solo, capacidade de troca de cátions (T) e capacidade de troca de cátions efetiva (t), saturação por bases trocáveis (V) e saturação por alumínio trocável (m). Observou-se que não houve melhoria no comportamento da maioria dos atributos químicos do solo construído, após a extração de seixo, a céu aberto, em função dos tratamentos de recuperação de área degradada usados, em relação aos valores de referência área do fragmento de “vegetação secundária”, localizada na área da mineradora. O tempo de avaliação da pesquisa, não foi suficiente para detectar, a melhoria de comportamento nos atributos químicos do solo construído.

 

 


Keywords


Área degradada, agregados, método de recuperação, substrato.

References


AUMOND, J.J. Adoção de uma nova abordagem para a recuperação de área degradada pela mineração. Florianópolis: Santa Catarina. Tese (Doutorado em Engenharia Civil), 266p, 2007.

BARBOSA, J.C.; MALDONADO JR, W. AgroEstat – Sistema para Análises Estatísticas de Ensaios Agronômicos. Versão 1.1.0.712, 2014.

COELHO, Y.C.de M.; LUCAS, F.C.A.; SARMENTO, P.S. de M. Percepção ambiental e mineração de agregados: o olher da população urbano-rural de Ourém, Pará, Brasil. Curitiba: UFPR. Desenvolv. Meio Ambiente, v.53, p.38-60, 2020.

DNPM - Departamento Nacional de Produção Mineral 2012. Sumário mineral – Índice acumulado Ed. 2001 a 2012.

EMBRAPA – EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUARIA. Manual de métodos de análise de solo. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 230p, 2011.

FERREIRA, P.V. Estatística experimental aplicada às ciências agrárias. 1ª Ed. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2018, 588p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE MINERAÇÃO – IBRAM. Relatório Anual de Atividades Minerárias (Julho de 2017/Junho 2018). Brasília, 2018. Disponível em: Acesso em: 12. dez. 2018.

PACHECO, N.A.; BASTOS, T.X. Caracterização climática do município de Capitão Poço-PA. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 2001. 17p. (Embrapa Amazônia Oriental. Documentos, 79).

PEREIRA, I.C. de B.; SOUZA, L. do S.F. Fertilidade do solo construído em áreas degradadas sob recuperação após mineração de bauxita em Paragominas-PA. Belém: Universidade Federal Rural da Amazônia. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia), 2019, 38p.

RAIJ, B. van; ANDRADE, J.C.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J.A. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas Instituto Agronômico, 2001. 285p.

SILVA, S.B. Análise de solo para ciências agrárias. 2. Ed. Belém: Universidade Federal Rural da Amazônia, 2018. 167p.

SILVA, B.N.R. da; SILVA, L.G.T.; ROCHA, A.M.A.; SAMPAIO, S.M.N. Interação biofísica e do uso da terra na dinâmica da paisagem do município de Capitão Poço, em sistema de informação geográfica. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 1999. 42p. (Embrapa Amazônia Oriental. Documento, 10).

SOUZA, A.A.S.; BEZERRA, A.E.S. Proposição de técnicas bioengenharia para recuperação de área degradadas para extração de seixo e areia no município de Capitão Poço – PA. Capitão Poço, PA: Universidade Federal Rural da Amazônia. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal), 2019, 46p.

SOUZA, J.T.M.; PENA, H.W.A.; SILVA, B.E.B. Análise especial das atividades de mineração: Expansão das áreas de cavas de seixo e areia no Município de Ourém, PA. Revista Observatório de la Economia Latinoamericana, v.1, p.1-32, 2016.

SOUZA, R.S. Gênese e comportamento físico-hídrico de solos construídos em mina de bauxita no sudeste paraense. Tese (Doutorado em Agronomia). Universidade Federal Rural da Amazônia. Belém-PA, 2018, 141p.

SOBRAL,L.F.; BARRETTO, M.C. de V.; SILVA, A.J.; ANJOS, J.L. Guia prático interpretação de resultados de análises de solos. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros (Documentos, 216), 2015, 13p.

TEIXEIRA, O.M.M.; MACÊDO, W.J. da C.; SOUSA JUNIOR, P.M.; PEREIRA, S. de F.P.; SANTOS, A.S.; GONÇALVES, A.C. da S.; ALVES, M.H.D.; TEIXEIRA, P.V.Q. Perfil da qualidade do solo para o cultivo da andiroba (Carapa guianensis Aubl.) em diferentes mesorregiões do Estado do Pará. Curitiba: Braz. J. of Develop, v.6, n.2, p.8817-8828, 2020.

VIANA, I.R.; BORGES, M.S.; CARDOSO, P da S. Estratégias de restauração química em ambientes alterados: Uma revisão. Criciúma: Santa Catarina. Revista de Iniciação Científica, v.10, n.1, p. 145-158, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-047

Refbacks

  • There are currently no refbacks.