Distribuição espacial do consumo de drogas e avaliação das redes sociais na escola: estratégia para definição de políticas públicas / Spatial distribution of drug consumption and evaluation of social networks at school: strategy for defining public policies

Cácia Régia de Paula, Lucimar Afonso Alves dos Santos, Carlos Magno Rodrigues Alves, Gláucia Oliveira Abreu Batista Meireles, Meillyne Alves Dos Reis, Lucila Pessuti Ferri, Nara Rúbia de Freita, Marcos André Matos

Abstract


Objetivo: produzir conhecimento sobre a distribuição espacial e o mapeamento das redes sociais na escola, enquanto uma metodologia no processo de planejamento de estratégias de prevenção do consumo de drogas ilícitas em um assentamento urbano. Metodologia: Trata-se de um estudo quanti-qualitativo realizado no período de 01 agosto de 2016 a 31 de julho de 2017, com jovens residentes num assentamento urbano da Região Noroeste de uma capital da região central do Brasil e que frequentavam a instituição de ensino dessa região. Os dados foram analisados no programa SPSS, versão 21.0, e para verificar a concentração dos pontos do fenômeno no espaço, identificando os locais de maior incidência dos pontos de drogas utilizou- se o “Point Density”, do software “ArcGIS” 10.0. (modificado). Resultados: Do total de participantes, a faixa etária variou de 14 a 23 anos, 80% referiram 10 anos de estudo, a maioria era homens (90%), solteiros (90%), de cor preta (80%), com renda familiar de até dois salários mínimos (100%). A instituição de ensino esteve associada como a principal rota de drogas no assentamento. Conclusão: Os achados permitiram conhecer a distribuição espacial e o mapeamento das redes sociais na escola em relação ao consumo de drogas ilícitas, demonstrando que os adolescentes do assentamento requerem maior atenção no que se refere ao uso de drogas, e que os professores e as redes sociais, possuem grande impacto na efetivação dessas ações preventivas. Além do que, ferramentas analíticas disponibilizada pela ciência geográfica podem auxiliar os gestores da educação, da saúde e segurança púbica na implementação e desenvolvimento de políticas públicas nos espaços urbanos.


Keywords


Geografia Médica; Distribuição Espacial da População; Drogas ilícitas; Saúde Escolar.

References


UNODC. United Nations Office on Drugs and Crime. World Drug Report 2020 (United Nations publication, Sales No. E.20.XI.6). https://wdr.unodc.org/wdr2020/en/exsum.html acesso em 20 de Agosto de 2020

ALWAN H, VISWANATHAN B, ROUSSON V, PACCAUD F, BOVET P. Association between substance use and psychosocial characteristics among adolescents of the Seychelles. BMC Pediatr. 2011; 11:85. Published 2011 Oct 11. DOI: 10.1186 / 1471-2431-11-85 Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3198680/ acesso em 03 de agosto de 2020

MALTA, Deborah Carvalho et al. Uso de substâncias psicoativas em adolescentes brasileiros e fatores associados: Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares, 2015. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 21, p. e180004, 2018. Disponível em: https://scielosp.org/article/rbepid/2018.v21suppl1/e180004/# acesso em 21 de agosto de 2020

FREITAS, Luciana Martins Frassetto de; SOUZA, Delma Perpétua Oliveira de. Prevalência do uso de drogas e relações familiares entre adolescentes escolares de Cuiabá, MT, Brasil: um estudo transversal, 2015. Epidemiol. Serv. Saúde , Brasília, v. 29, n. 1, e2019118, 2020. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222020000100314&lng=en&nrm=iso acesso em 21 de agosto de 2020. Epub 06 de abril de 2020. https://doi.org/10.5123/s1679-49742020000100020

MALTA, Deborah Carvalho et al. Saúde sexual dos adolescentes segundo a Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares. Rev. bras. epidemiol., São Paulo, v. 14, supl. 1, p. 147-156, Sept. 2011. Available from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2011000500015&lng=en&nrm=iso access on 03 Aug. 2020. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2011000500015

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2018. 233 p.: il. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/proteger_cuidar_adolescentes_atencao_basica_2ed.pdf acesso em 03 de Agosto de 2020

SENNA, Sylvia Regina Carmo Magalhães; DESSEN, Maria Auxiliadora. Reflexões sobre a saúde do adolescente brasileiro. Psic., Saúde & Doenças, Lisboa, v. 16, n. 2, p. 217-229, set. 2015. Disponível em http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1645-00862015000200008&lng=pt&nrm=iso acesso em 03 agosto 2020. http://dx.doi.org/10.15309/15psd160208

CARVALHO, Paulie Marcelly Ribeiro dos Santos et al. Prevalência de sinais e sintomas e conhecimento sobre doenças sexualmente transmissíveis. Acta paul. enferm. São Paulo, v. 28, n. 1, p. 95-100, fevereiro de 2015. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002015000100095&lng=en&nrm=iso acesso em 03 de agosto de 2020. https://doi.org/10.1590/1982-0194201500016

LIMA, Luciana Moura Mendes de et al. Análise espacial das anomalias congênitas do sistema nervoso. Cad. saúde colet., Rio de Janeiro, v. 27, n. 3, p. 257-263, Sept. 2019. Available from http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-462X2019000300257&lng=en&nrm=iso access on 03 Aug. 2020. Epub Sep 30, 2019. https://doi.org/10.1590/1414-462x201900030313

ALARCON S. O diagrama das drogas: cartografia das drogas como dispositivo de poder na sociedade brasileira contemporânea. Rio de Janeiro; s.n; 2009. 331 p. ilus.Tese em Português | THESIS, FIOCRUZ | ID: the-5427 Biblioteca responsável: BR526.1 Localização: BR526.1; R362.29, A321d2009. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/the-5427 acesso em 03 de agosto de 2020

COSTA, S. V.; RAMOS, E. M. L. S. Adolescent victim of homicide: a spatial analysis and its relationship with drug trafficking. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 8, p. e506985392, 2020. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.5392 Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/5392 Acesso em: 21 aug. 2020.

PEIXOTO, Ângela Maria Martins et al. Da Região Metropolitana de Goiânia (Go): Possibilidades do olhar geográfico. OBSERVATORIUM: Revista Eletrônica de Geografia, v.4, n.11, p. 138-148, out. 2012. Disponível em http://www.seer.ufu.br/index.php/Observatorium/article/view/45653 acesso em 03 de Agosto de 2020

BARDIN, L. Análise de conteúdo. {Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro}. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (Brasil). Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar - PENSE 2012. Rio de Janeiro: IBGE; 2013 [site da Internet]. [acesso em 2020 agosto 12]. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv64436.pdf

FRANCIS, J. M., Myers, B., Nkosi, S., Petersen Williams, P., Carney, T., Lombard, C., Nel, E., & Morojele, N. The prevalence of religiosity and association between religiosity and alcohol use, other drug use, and risky sexual behaviours among grade 8-10 learners in Western Cape, South Africa. PloS one, 14(2), February 13, 2019. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0211322 Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30759112/ acesso em 12 de agosto de 2020

YAIMAI W, OOPAKARN K, PHUMVICHITR C, ANUKULKIJKU ส C, PORNNOPARAT N, YINDEEPOLCHAROEN N, OUTHONG T, CHAROENJAI N, RACHAPONGTHAI N, TEERAPUNVIKUL R, RUANMA SENCE, SOONTRAPORNCHAI S, SRIMAVANGSIN RATAUMA S, SRIMAVANGSAL EM SAKONYAR. Prevalence and associated risk factors of substance abuse among adolescents in rural communities, central thailand: a cross-sectional study. J Southeast Asian Med Res. v. 3, n. 2, p. 73-81, 1 Dec. 2019. Acesso em 12 de agosto de 2020 Disponível em: https://www.jseamed.org/index.php/jseamed/article/view/49

PENGPID S; PELTZER, K. Prevalence and psychosocial correlates of illicit drug use among school-going adolescents in Thailand. J Soc Sci, 2013; 34(3), 269-275. Doi: https://doi.org/10.1080/09718923.2013.11893138 Disponível em : https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/09718923.2013.11893138 acesso em 12 de agosto de 2020

RUDATSIKIRA et al., Prevalence and predictors of illicit drug use among school-going adolescents in Harare, Zimbabwe. Annals of African medicine, 2009; 8(4):28. Disponível em: http://www.annalsafrmed.org/article.asp?issn=1596-3519;year=2009;volume=8;issue=4;spage=215;epage=220;aulast=Rudatsikira acesso em 12 de agosto de 2020

YUSOFF F, SAHRIL N, RASIDI NM, ZAKI NA, MUHAMAD N, AHMAD N. Illicit drug use among school-going adolescents in Malaysia. Asia Pac. J Public Health. 2014;26(5 Suppl):100S-7S. doi: 10.1177/1010539514542425 Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25038195/ acesso em 12 de agosto de 2020

EDELSTEIN ZR, SANTELLI JS, HELLERINGER S, SCHUYLER AC, WEI Y, MATHUR S, SONG X, LUTALO T, NALUGODA F, GRAY RH. Fatores associados à infecção por HIV incidente versus infecção prevalente entre jovens em Rakai, Uganda. J Epidemiol Glob Health. 2015; 5 (1): 85–91. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jegh.2014.09.003 Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2210600614000823 acesso em 13 de agosto de 2020

SANTELLI JS, EDELSTEIN ZR, MATHUR S, WEI Y, ZHANG W, ORR MG, et al. Behavioral, biological, and demographic risk and protective factors for new HIV infections among youth in Rakai, Uganda. Journal of acquired immune deficiency syndromes. 2013; 63(3):393–400. DOI: https://doi.org/10. 1097/QAI.0b013e3182926795 Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/23535293/ acesso em 13 de agosto de 2020

UPPAL A, CHOU KJ. Screening adolescents for sexually transmitted infections in the pediatric emergency department. Pediatr Emerg Care. 2015;31(1):20-24. DOI: https://doi.org/10.1097/pec.0000000000000322 Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25526018/ acesso em 13 de agosto de 2020

GUIMARAES, Rafael Alves et al. Uso de drogas ilícitas por adolescentes e jovens de um assentamento urbano no Brasil. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 64, n. 2, pág. 114-118, fevereiro de 2018. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302018000200114&lng=en&nrm=iso acesso em 14 de agosto de 2020. https://doi.org/10.1590/1806-9282.64.02.114

BRASIL. Constituição (1988). Emenda constitucional nº 90, de 15 de setembro de 2015. Dá nova redação ao art. 6º da Constituição Federal, para introduzir o transporte como direito social. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Emendas/Emc/emc90.htm acesso em 17 de agosto de 2020

ALARCON SO diagrama das drogas: cartografia das drogas como dispositivo de poder na sociedade brasileira contemporânea. 2009. Tese de Doutorado. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/2597 acesso em 17 de agosto de 2020

United Nations Office on Drugs and crime (UNODC). Manual de Introdução sobre o Policiamento do Espaço Urbano. Série de manuais de justiça criminal. NAÇÕES UNIDAS Nova Iorque, 2013. Disponível em: https://www.unodc.org/documents/justice-and-prison-reform/UNODC_PolicingUrbanSpaces_POR_LR.pdf acesso em 17 de agosto de 2020

BRASIL. Decreto no 6.286, de 5 de dezembro de 2007. Institui o Programa Saúde na Escola (PSE), e dá outras providências. Disponível em: https://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=2&data=06/12/2007 acesso em 18 de agosto de 2020

PEREIRA APD, SANCHEZ ZM. Características dos Programas escolares de Prevenção ao Uso de Drogas no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(8):3131-3142, 2020. DOI: 10.1590/1413-81232020258.28632018 Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/2020.v25n8/3131-3142/pt acesso em 18 de agosto de 2020




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-040

Refbacks

  • There are currently no refbacks.