A Atuação do Enfermeiro Obstetra e sua Efetividade na Educação em Saúde às gestantes / The Obstetric Nurse and his Effectiveness in Health Education to Pregnant Women

Vanessa Duca Valença Pereira, Eronildo de Almeida Andrade, Wilson Antonio da Silva, Michelline Lins Silvério, Juliana Mendes Correia

Abstract


Esta pesquisa teve como principal objetivo descrever a importância do processo de educação em saúde desenvolvido pelo enfermeiro obstetra no período gestacional. Trata-se de um estudo bibliográfico narrativo com o intuito de expressar e registrar a importância desse processo para uma assistência mais humanizada, tornando as mulheres conscientes e aptas a serem protagonistas do próprio cuidado sem deixar de recorrer ao profissional de saúde quando necessário. Logo, esse profissional pode ter um contato mais próximo com a cliente durante o ciclo gravídico-puerperal, desenvolvendo atividades de educação em saúde, de modo que o parto e o pós-parto sejam eventos livres de incertezas e questionamentos e bem enfrentados diante de possíveis intercorrências. Fica explícita a necessidade de investir na formação do enfermeiro, habilitando-o a desenvolver seu papel de educador com responsabilidade e efetividade, tanto no pré-natal quanto durante o parto e no pós-parto, atendendo às mulheres que, em sua maioria, desconhecem a fisiologia da gravidez e o processo de parto, prevenindo a violência obstétrica e lidando com puerpério, aleitamento e cuidados com o recém-nascido. Espera-se, assim, que este estudo contribua para o desenvolvimento da enfermagem como protagonista da educação em saúde e ciência do cuidar, enfatizando o papel do enfermeiro obstetra em diferentes âmbitos da saúde materna e neonatal. Há, ainda, a possibilidade de ressaltar a autonomia da enfermagem em sua atuação dentro da equipe multidisciplinar, proporcionando a construção do saber por meio de oportunidades criadas para que a população em questão se torne competente a discutir sobre intervenções nos contextos do pré-natal e do parto. Consequentemente, o vínculo criado com a comunidade torna-se um importante meio de promover saúde.


Keywords


Enfermagem obstétrica, Educação em saúde, Promoção da saúde, Violência obstétrica.

References


BEZERRA, A. et al. Percepção da mulher acerca da assistência ao parto pela enfermeira obstetra. Enfermagem em Foco, v. 9, n. 4, p. 28-33, 2018. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2019.

BRASIL. Gestantes com plano de saúde buscam SUS para parto normal. 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 abr. 2019.

CONCEIÇÃO, J. F. Atuação do Enfermeiro na Consulta de pré-natal na Atenção Primária em Saúde. TCC, Vitoria – Es 2018. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2019.

CORDEIRO, A. M. et al. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, p. 428-431, 2007. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2019.

DIAS, E. G. et al. Percepção das gestantes quanto a importância das ações educativas promovida pelo enfermeiro no pré-natal em uma unidade básica de saúde. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, v. 6, n. 3, p. 2695-2710, 2015. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2019.

___________. Ações do enfermeiro no pré-natal e a importância atribuída pelas gestantes. Sustinere, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, p. 52-62, 2018. Disponível em: . Acesso em: 29 abr. 2019.

FIGUEIREDO, J. V. et al. A dor no puerpério imediato: contribuição do cuidado de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 71 (supl. 3), p. 1424-1431, 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2019.

GONÇALVES, A. S.; CARDOSO, T. O.; GARCIA, C. P. C. Alojamento conjunto: o papel do enfermeiro obstetra na assistência ao binômio mãe-filho durante o puerpério imediato. Monografia de Especialização (Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública). Brotas, 2016. Disponível em: . Acesso em: 3 abr. 2019.

GONÇALVES, M. F. et al. Pré-natal: preparo para o parto na atenção primária à saúde no sul do Brasil. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 38, n. 3, p. 1-8, 2017. Disponível em: . Acesso em: 2 abr. 2019.

LIMA, F. et al. Educação permanente em saúde como fortalecimento da enfermagem obstétrica. Revista de Enfermagem, UFPE online, Recife, v. 12, n. 2, p. 391-397, 2018. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2019.

LIMA, M. M. et al. Contribuição da extensão em um grupo de gestantes e casais grávidos para a formação do enfermeiro. Escola Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, p. 1-8, 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.

NEVES, A. M.; MENDES, L. C.; SILVA, S. R. Práticas educativas com gestantes adolescentes visando a promoção, proteção e prevenção em saúde. Revista Mineira de Enfermagem – REME, Belo Horizonte, v. 19, n. 1, p. 241-244, 2015. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2019.

OLIVEIRA, J. D. G. et al. Percepção de enfermeiros obstetras na assistência à parturiente. Revista de Enfermagem, UFPE online, Recife, v. 10, n. 10, p. 3868-3875, 2016. Disponível em: < https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11454/13277>. Acesso em: 20 mar. 2019.

QUADROS, J. S.; REIS, T. L. R.; COLOMÉ, J. S. Enfermagem obstétrica e educação em saúde: contribuições para vivência do processo de parturição. RENE, Fortaleza, v. 17, n. 4, p. 451-458, 2016. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.

QUENTAL, L. L. C. et al. Práticas educativas com gestantes na atenção primária à saúde. Revista de Enfermagem, UFPE online, Recife, v. 11 (Supl. 12), p. 5370-5381, 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2019.

REIS, T. R. et al. Enfermagem obstétrica: contribuições às metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 36 (esp.), p. 94-101, 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2019.

RIBEIRO, L. B. Nascer em Belo Horizonte: cesarianas desnecessárias e prematuridade. Dissertação de Mestrado (Universidade Federal de Minas Gerais). Belo Horizonte, 2016. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2019.

SILVA, R. M. et al. Inserção de enfermeiras obstétricas no atendimento ao parto: percepção da equipe de enfermagem. Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde, Caçador, v. 7, n. 1, p. 293-302, 2018. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2019.

SILVA, W. B. et al. Educação em saúde acerca da prevenção da violência obstétrica: relato de experiência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 11, n. 14, p. e1163, 2019. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-646

Refbacks

  • There are currently no refbacks.