A síndrome de burnout em professores de uma escola pública em Petrolina –PE / Burnout syndrome in teachers of a public school in Petrolina - PE

Inalda Maria de Oliveira Messias, Júlio Brando Messias, Adriano Gomes Ferreira, João Ferreira da Silva Filho, Rafaela Martins Cavalcante

Abstract


A Síndrome de Burnout (SB) é considerada pela Organização Mundial de Saúde um risco para a saúde do trabalhador, podendo levá-lo a deterioração física ou mental, sendo atualmente uma questão de saúde pública. Objetivos: Avaliar a presença da Síndrome de Burnout em professores de níveis fundamental e médio de uma escola pública do município de Petrolina, Pernambuco, Brasil. Metodologia: estudo quantitativo e descritivo, com 20 professores do ensino fundamental II e médio utilizando um questionário autoaplicável intitulado Maslach Burnout Inventory. Resultados: Níveis altos de exaustão emocional (45%); despersonalização de 20% e Reduzida Realização Profissional de 40%. Dentre as dimensões avaliadas e classificadas, obtivemos resultados de nove professores para exaustão emocional, quatro para despersonalização e três parareduzida realização profissional o que correspondeu a prevalência de 15% para a SB. Conclusão: A pesquisa se tornou relevante para uma melhor compreensão acerca da Síndrome e suas dimensões. Sugerem-se programas e políticas que promovam melhorias, através da educação e prevenção da síndrome, visando o bem estar dos docentes, promovendo qualidade devida.

 


Keywords


Docente; Exaustão profissional; Qualidade de vida.

References


Carlotto MS et al. Prevalência e factores associados à Síndrome de Burnout nos professores de ensino especial. Anal. Psicológica.2012;30(3):315-327.

Campos JADB et al. Síndrome de Burnout em graduandos de Odontologia. Rev. bras. Epidemiologia.2012;15(1):155-165.

Palazzo LS, Carlotto MS, Aerts DRGC. Síndrome de Burnout: estudo de base populacional com servidores do setor público. Rev. saúde pública (Online). 2012; 46(6):1066-1073.

Santos AA, Nascimento SCL. Revisão sistemática da prevalência da Síndrome de Burnout em professores do ensino fundamental e médio. Rev baiana saúde pública. 2011;35(2):299-319.

Carlotto MS. A síndrome de burnout e o trabalho docente. Revista psicologia em estudo. 2002;(7):21-29.

Benevides-Pereira AMT. Considerações sobre a síndrome de burnout e seu impacto no ensino. Bol Psicol.2012;62(137):155-168.

Carlotto MS. Síndrome de Burnout em professores: prevalência e fatores associados. Psicol. Teor Pesqui.2011;27(4):403-410.

Maslach C, Schaufeli WB, Leiter MP. Job burnout. Annual Review Psychology. 2001;52(1):397-422.

Melo WF et al. Síndrome de Burnout em Professores. REBES.2015;5(4):1-6.

Carlotto MS, Palazzo LS. Síndrome de burnout e fatores associados: um estudo epidemiológico com professores. Cad. Saúde Pública.2006;22(5):1017-1026.

Benevides-Pereira AMT. Burnout: o processo de adoecer pelo trabalho. In: Benevides- Pereira AMT. (Org.). Burnout: quando o trabalho ameaça o bem-estar do trabalhador. 4ª ed. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2010.p.21-91.

Tucunduva LTCM et al. A síndrome da estafa profissional em médicos cancerologistas brasileiros. RevAssocMed Bras.2006;52(2):108-12.

Merces M.C. das; Carneiro e Cordeiro, T.M.S.; Santana, A.I.C. et al. Síndrome de Burnout em trabalhadores de enfermagem da atenção básica à saúde. Revista Baiana de Enfermagem.2016;30(3):1-9.

Ramirez AJ, Graham J, Richards MA, Cull A, Gregory WM. Mental health of hospital consultants: the effects of stress and satisfaction at work. Lancet.1996;347:724-8.

Ferreira JB, Silva KR, Souza AS et al. Síndrome de burnout em docentes de uma instituição de ensino superior. Revista Pesquisa em Fisioterapia.2017;7(2):233-243.

Levy GCTM. Avaliar o índice de burnout em professores da rede pública de ensino localizada na região Sudeste [dissertação]. Rio de Janeiro: Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,2006.

Trindade LL, Lautert L. Síndrome de burnout entre os trabalhadores da estratégia de saúde da família. Revescenferm USP.2010;44(2):273-8.

Costa IAC. Burnout e qualidade de vida em prestadores de cuidados informais [dissertação]. Porto-Portugal: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Fernando Pessoa;2009.

Carneiro RM. Síndrome de burnout: um desafio para o trabalho do docente universitário [dissertação]. Anápolis: Centro Universitário de Anápolis,2010.

Batista JBV, Carlotto MS, Coutinho AS, Augusto LGS. Prevalência da Síndrome de Burnout e fatores sociodemográficos e laborais em professores de escolas municipais da cidade de João Pessoa, PB. Revista Brasileira de Epidemiologia.2010;13(3):502-512.

BRASIL. IBGE. Cidades, 2017, disponível emhttps://cidades.ibge.gov.br/brasil/pe/petrolina/panorama, acesso em30/05/2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n5-1557

Refbacks

  • There are currently no refbacks.