O Impacto das Queimadas na Saúde Pública / The Impact of Burns on Public Health

Dannicia Silva Conceição, Priscila Dayane Alves Vanccin, Anna Karollyne Ribeiro Batista, Vanessa Silva Souza Viana, Alice dos Santos Silva Alcântara, Victor Martins Eleres, Renata de Sá Ribeiro, Alline Miranda Rocha

Abstract


A poluição atmosférica, gerada pela queima de biomassa tem sido associada ao aumento de morbimortalidade por doenças respiratórias, principalmente em função do material particulado - um composto tóxico e multe elementar gerado por essa queima. Essas queimadas apresentam efeitos diretos para o sistema respiratório. Seguindo este raciocínio se tem como problemática de estudo: quais os impactos das queimadas na saúde pública? Para alcançar tal resposta se tem como objetivo geral: conhecer os impactos na saúde pública advindo das queimadas. Este estudo se trata de uma pesquisa de revisão de literatura que buscou trabalhos publicados em base de bancos de dados da área da saúde. São vários os efeitos à saúde causados por queimadas. A saúde humana pode ser afetada pelo material particulado contido na fumaça, que durante a respiração se deposita nas vias respiratórias e pulmão causando aumento de doenças respiratórias, diminuição da capacidade pulmonar e aumento de ataques de asma em asmáticos. Os danos causados à saúde humana, além de impactar diretamente a pessoa afetada, também impacta negativamente o sistema de atenção básica à saúde uma vez que aumenta o número de atendimentos em unidades de saúde. Dado que as queimadas causam malefícios à sociedade, principalmente, à saúde dos cidadãos, a mensuração do valor monetário que são investidos para recuperação da saúde da população. Mostrando a necessidade de investimentos para o desenvolvimento de projetos que possibilitem a diminuição das queimadas e, consequentemente, seus efeitos negativos.


Keywords


Queimadas, Impacto das Queimadas, Saúde pública.

References


BORTOLUCI, Anne Beatriz; QUINALLIA, Gisele; DE ANDRADE, Juliene Maldonado Orosco. A estreita relação entre o meio ambiente e a saúde. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v. 5, n. 31, 2017. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

DE MELO COSTA, Aida Carla Santana; CORIA, Gustavo Emílio Menezes; DUARTE, Lucas Abade Mozini. Perfil funcional segundo a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde em pacientes queimados atendidos em hospital público. Rev Bras Queimaduras, v. 16, n. 3, p. 0, 2017. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

HORN, Marcelo Geraldo Coutinho et al. Responsabilidade ambiental nas queimadas urbanas no município de Cáceres-MT. 2016. Disponível em: < http://www.repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/9580>. Acesso em: 07 de Out de 2019.

IGNOTTI, Eliane et al. Efeitos das queimadas na Amazônia: método de seleção dos municípios segundo indicadores de saúde. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 10, p. 453-464, 2017. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

MAZZIERO, Frederico Fregolente Faracco et al. MAPEAMENTO E DISPONIBILIZAÇÃO EM AMBIENTE WEB DAS OCORRÊNCIAS DE QUEIMADAS URBANAS: UM ESTUDO DE CASO NO MUNICÍPIO DE JAÚ-SP. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, v. 8, n. 2, p. 344-360, 2019. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

MENDES, Mayana et al. IMPACTOS DAS QUEIMADAS SOBRE A SAÚDE DA POPULAÇÃO HUMANA NA AMAZÔNIA MARANHENSE/BIOMASS BURNING IMPACT ON THE HUMAN POPULATION HEALTH IN THE AMAZON REGION FROM MARANHÃO. Revista de Pesquisa em Saúde, v. 17, n. 3, 2017. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

SILVA, E. A. et al. Influência da qualidade do ar dentro das Políticas Públicas de Saúde. Cadernos UniFOA, v. 5, n. 1, p. 56, 2018. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.

SOUZA, Priscila Santos; GONÇALVES, Nayara Ariane Laureano; CURI, Rosires Catão. Gestão dos resíduos sólidos no Município de Queimadas (Estado da Paraíba, Nordeste do Brasil) segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Revista Brasileira de Gestao Ambiental e Sustentabilidade, v. 5, n. 10, p. 739-752, 2018. Disponível em: . Acesso em: 07 de Out de 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-390

Refbacks

  • There are currently no refbacks.