Utilização de TIC como recurso didático: um breve levantamento com professores de anos iniciais do ensino fundamental no município de UBÁ/MG / Use of TIC as didactic resource: a brief survey with teachers of early years of elementary education in the municipality of UBÁ/MG

Artur Pires de Camargos Júnior

Abstract


 

O tema deste artigo é a utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) como recurso didático por professores de Anos Iniciais do Ensino Fundamental. A pesquisa envolveu docentes de escolas estaduais e municipais de Ubá/MG entre novembro e dezembro de 2017. O problema investigado foi: Como professores utilizam TIC como recurso didático nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental em escolas públicas de Ubá/MG? Neste sentido, propôs-se como objetivo geral: Analisar a utilização de TIC como recurso didático por professores de Anos Iniciais do Ensino Fundamental em escolas públicas de Ubá/MG. Esta investigação realizou-se no âmbito do Mestrado em Educação e se justifica como sondagem sobre a utilização de TIC por professores de Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Os dados poderão indicar tendências de uso de TIC, que favoreçam a reflexão crítica sobre esta utilização. Os principais autores que embasaram o estudo foram Lévy (2014), Kenski (2016), Moran (2016), Libâneo (2010) e Perrenoud (2000).  Conforme Gil (2017), a metodologia utilizada foi de cunho qualiquantitativo, com características exploratórias e de levantamento. Os resultados indicaram que, entre os participantes, a maioria conhece e sabe utilizar TIC de forma geral. Televisão, livro e revista foram as TIC mais utilizadas pelos professores, apesar da maioria deles indicar que há computador, Internet e data show nas escolas. Além disso, as finalidades de utilização mais indicadas pelos docentes revelam um caráter de exposição de conteúdos, com menor ênfase em atividades de produção e criação pelos estudantes.


Keywords


TIC, recurso didático, professor, Anos Iniciais.

References


CETIC. TIC domicílios: 2017. Disponível em: . Acesso em: 1º set. 2018.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

KENSKI, V. M. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informação. 8. ed. Campinas: Papirus, 2016.

LÉVY, P. Cibercultura. 3. ed. São Paulo: 34, 2014.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê?. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MANSANO, E. L. S. Gestão de recursos escolares. São Paulo: Know How, 2010.

MORAN, J. M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5. ed. Campinas: Papirus, 2016.

PERRENOUD, P. 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.

PISCHETOLA, M. Inclusão digital e educação: a nova cultura da sala de aula. Petrópolis: Vozes, 2016.

RIBEIRO, L. R. C.; OLIVEIRA, M. R. G.; MILL, D. Tecnologia e Educação: aportes para a discussão sobre a docência na era digital. In: MILL, D. (Org.). Escritos sobre educação: desafios e possibilidades para ensinar e aprender com as tecnologias emergentes. São Paulo: Paulus, 2013.

SANTOS, C. A.; SALES, A. As tecnologias digitais da informação e comunicação no trabalho docente. Curitiba: Appris, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv5n4-1493

Refbacks

  • There are currently no refbacks.