Estudo de caso: reprovações por torque elevado no aperto do volante de um motor leve do ciclo otto / Case study: failures due to high torque when tightening the steering wheel of a light engine of the otto cycle

Cristian Carlo Gonçalves da Costa, Renato Penteado, Carlo Giuseppe Filippin

Abstract


O artigo apresenta um estudo de caso desenvolvido em uma fábrica de motores do ciclo Otto, na qual foi detectada uma oportunidade de melhoria relacionada à fixação do volante do motor ao virabrequim. Esse processo é extremamente importante, uma vez que essa peça transfere o torque gerado no virabrequim, através das explosões do carburante, para a caixa de câmbio do veículo.O processo de fixação do volante do motor no virabrequim é dividido em duas etapas, onde em cada etapa quatro parafusos são apertados simultaneamente em dois ciclos idênticos por meio de um conjunto composto por quatro apertadeiras de alta tecnologia. Esse processo de aperto segue um método definido em normas de engenharia.Durante a montagem automatizada, verificou-se que alguns dos oito parafusos apresentavam torque acima do previsto em norma de engenharia, levando à reprovação do ciclo e gerando perdas por microparadas de linha e refugos.O problema foi resolvido e sua solução exigiu uma mudança de mentalidade e um estudo de materiais e de processos de fabricação com enfoque na pesquisa científica, exigindo um estudo acadêmico aprofundado dos conceitos de tribologia, torque, rugosidade, coeficiente de atrito, acabamento superficial, gradiente de torque e métodos de aperto.O artigo foi fundamentado em dados, medidas de Laboratório de Metrologia, tratamentos estatísticos, imagens, avaliação de perdas e aponta para a solução do problema, trazendo em seu desenvolvimento análises e comparações de desempenho entre acabamentos superficiais de Oxidação Negra, Oleamento e Fosfatização medidos através da Análise de Capabilidade do Gradiente de Torque, trazendo como resposta o melhor acabamento superficial de parafuso para o processo de aperto analisado.

 


Keywords


Motores do ciclo Otto, Volante do motor, Virabrequim, Torque, Métodos de aperto

References


_____. Guia dos Pilares Técnicos. FAPS– Fiat Group Automobiles Production System. Betim, 2008.

Norma FIAT – FPW1.00101/84, “Coppie Di Serraggio Organi Importanti Motore E-TorqQ (ex TRITEC)”, 2013.

Norma FIAT – FPW.80104, “Reference of Fasteners”, 2013.

NASCIMENTO JR., H. Dissertação de Mestrado ESTUDO DA RELAÇÃO TORQUE x FORÇA TENSORA E DO COEFICIENTE DE ATRITO TENSORA E DO COEFICIENTE DE ATRITO, Belo Horizonte, Minas Gerais, 2003

CONVENTYA S.A.S. FINIGARD 105 TECHNICAL DATA SHEET. Clichy, França,1995. Disponível em: < http://www.pmdchemicals.co.uk/ds/Finigard%20105.pdf>. Acesso em 01/07/2014

LEITE, M. P. Técnicas de aperto e o uso combinado do controle de gradiente/ Parte 1. Revista do Parafuso, n.15, São Bernardo do Campo, São Paulo, Abril, 2009. Disponível em: . Acesso em 28/02/2015.

PIRATELLI, A.; Rugosidade Superficial. Brasília, 2011. Disponível em: . Acesso em 05/11/2014.

HUTCHINGS, I.M., “Tribology: Friction and Wear of Engineering Materials”, CRC Press, England, UK, 1992.

MUNIZ, J.M. Dissertação de Mestrado Fenômenos Tribológicos Intrínsecos ao Travamento de Juntas de Engenharia Aparafusadas: O rosqueamento na indústria automotiva: Sua utilização como recurso de união de juntas desmontáveis. Escola Politécnica da USP, São Paulo, 2007.

HUNT, F.; TATHAM, D. Black oxide passes hydrogen-embrittlement test. Machine Design. Cengage Learning Inc. Vol.73(11), p.80, June, 2001.

BUENO, A.F. et al. Avaliação da influência da rugosidade superficial sobre o atrito no ensaio de compressão do anel. In: Trabalho apresentado no 66. Congresso Anual da ABM - Internacional, São Paulo, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-804

Refbacks

  • There are currently no refbacks.