Ações de ortodontia preventiva e interceptiva na atenção primária à saúde: construção de consenso através do Delphi / Actions of preventive and interceptive orthodontics in primary health care: consensus consensus using the Delphi

Marcelo da Luz Silva Lima, Fernanda Guzzo Tonial, Gabriela Moraes Machado, Flavio Renato Reis de Moura, Myrian Camara Brew, Ivana Ardenghi Vargas, Caren Serra Bavaresco

Abstract


O diagnóstico precoce das más oclusões tem um impacto importante na prevenção de futuras desarmonias faciais. Neste contexto, urge que estratégias de capacitação da rede pública sejam fomentadas para que os dentistas atuantes na atenção primária à saúde (APS) possam intervir, precocemente, neste tipo de alteração através de estratégias de ortodontia preventiva e interceptiva. A literatura até o presente momento não é clara em relação as ações a serem desenvolvidas nas unidades de APS em relação à ortodontia, sendo necessário o estabelecimento de consensos entre especialistas a fim de balizar desta área na APS. O objetivo do presente estudo foi buscar um consenso, através da técnica Delphi, com experts da área de ortodontia, saúde pública e da gestão para identificar as ações de maior relevância dentro do escopo da ortodontia preventiva e interceptiva a serem empregadas nos serviços de APS. Para tanto, 36 participantes responderam 4 rodadas do estudo delphi durante o ano de 2018. A utilização da técnica Delphi culminou com a obtenção de 18 ações consideradas importantes nos cenários de atuação dos dentistas de APS. Sugere-se que as questões de ortodontia preventiva e interceptiva estabelecidas neste estudo possam servir de referência para a realização de cursos presenciais e/ou à distância sobre ortodontia preventiva e interceptiva, à cirurgiões-dentistas atuantes em APS.


Keywords


Ortodontia preventiva, sistema único de saúde, telessaúde, atenção primária à saúde

References


Starfield B. Atenção Primária: Equilíbrio entre Necessidades de Saúde, Serviços e Tecnologia. UNESCO, Ministério da Saúde, 2002.

Norman AH, Tesser CD. Acesso ao Cuidado na Estratégia Saúde da Família: Equilíbrio entre Demanda Espontânea e Prevenção/promoção da Saúde. Saude Soc. 2015, 24: 165-179.

Ministério da Saúde. Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal. Coordenação Nacional de Saúde Bucal, 2004.

Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Caderno da Atenção Básica. Saúde Bucal nº 17. Departamento de Atenção Básica, 2006.

Guzzo SC, Finkler M, Reibnitz C, Reibnitz MT. Ortodontia Preventiva e Interceptativa na Rede de Atenção Básica do SUS: Perspectiva dos Cirurgiões-dentistas da Prefeitura de Florianópololis, Brasil. Cienc Saude Colet. 2014, 19: 449- 60.

Castro RG. Diretrizes para a Atenção às Oclusopatias no Sistema Único de Saúde [tese]. Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

SB Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal: resultados principais / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2012.

Ladeira J, Ferreira, L. Maloclusão Dentária: Fatores Associados, Valores de Risco e Prevenção, 2009.

Pinto LF, Rocha CMF. Inovações na Atenção Primária em Saúde: O Uso de Ferramentas de tecnologia de Comunicação e Informação para Apoio à Gestão Local. Cienc Saúde Colet. 2016, 21: 1433-1448.

Linstone HÁ, Turoff M. The Delphi Method: Techniques and Applications, 2002.

Thomas SL, Wakerman J, Humphreys JS. What Core Primary Health Care Services Should be Available to Australians Living in Rural and Remote Communities? BML Family Practive. 2014.

Blaizot A, Catteau C, Delfosse C, Hamel O, Trentesaux T. Obstacles to Comprhensive Dental Care in Patients with Sustained Limitations of their Decision-Marking Abilities: Findings From Delphi Study. Eur J Oral Sci. 2018, 1-12.

Williams PL, Webb C. The Delphi technique: a methodological discussion. J Adv Nurs. 1994, 19: 180–186.

Dalkey N, Helmer O. An Experimental Application of the Delphi Method to the use of Experts. Manage Sci. 1963, 9: 458–467.

Jackson N, Ward R. A fresh perspective on progress files- a way of representing complex learning and achievement in higher education. Assess Eval High Educ. 29: 423–449, 2004.

Durham J, Al-Baghdabi M, Baad-Hansen L, Breckons M, Goulet JP, Lobbezzo F, et al. Self-management Programmes in TMD: Results from na Internacional Delphi Process. J Oral Reahabil. 2016, 12: 929-936.

Fontanive, LT. Adaptação do Instrumento Primary Care Assessment Tool-Brasil Versão Usuário Dirigido à Saúde Bucal. Dissertação [Mestrado em Epidemiologia] – Faculdade de Medicina da UFRGS, 2011.

Ladeira L, Raposo JV. Ortodontia em Saúde Pública: Experiências Práticas no SUS e Prevenção Baseada em Evidências. 2013.

Conselho Nacional de Secretários de Saúde. A Atenção Primária e as Redes de Atenção à Saúde /CONASS, 2015.

Castro RG. Diretrizes para a Atenção às Oclusopatias no Sistema Único de Saúde [tese]. Universidade Federal de Santa Catarina; 2010.

Ladeira L; Raposo, JV. Ortodontia em Saúde Pública: Experiências Práticas no SUS e Prevenção Baseada em Evidências. 2013.

Vanarsdall RL; Graber, TM. Ortodontia: Princípios e Técnicas Atuais. 2002.

Silva Filho OG, Normando AD, Capelozza L. Mandibular Growth in Patients with Cleft Lip and/or Cleft Palate – The Influence of Cleft Type. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 1993,104: 269-75.

Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Portaria Ministerial nº 718/SAS 04 de 20/12/2010. Disponível em: dab.saude.gov.br/portaldab/ape_brasil_sorridente.php?conteudo=ortodontia

Huang J, Li CY, Jiang JH. Effects of Fixed Orthodontic Brackets on Oral Malodor: A Systematic Review and meta-analysis according to the preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses guidelines. Medicine (Baltimore). 2018 Apr;97(14):e0233.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-374

Refbacks

  • There are currently no refbacks.