Reflexões sobre saberes construídos no estágio curricular a partir de percepções discentes e docentes / Reflections on the knowledge built from professors and students’ perceptions during supervised training

Gladys Rocha, Cláudia Starling Bosco, Carmem Eiterer

Abstract


Este estudo integra uma pesquisa mais ampla sobre ensino que tem como um de seus eixos norteadores o estágio curricular na formação docente, no curso de Pedagogia. O propósito deste recorte é a apreensão de percepções que estudantes e professores orientadores do Ensino Fundamental e da Universidade constroem sobre o estágio, a partir de seus percursos.  Essas percepções foram delineadas a partir da análise discursiva e indiciária de fragmentos de narrativas. O que se apreende dos discursos produzidos por sujeitos é a necessidade da potencialização do estágio como espaço de reflexão, compreensão e problematização da prática docente. Enfatiza-se, ainda, a necessidade de coautoria na construção do planejamento e acompanhamento do estágio pelos docentes do Ensino Fundamental e da Universidade.


Keywords


Estágio, Didática, Ensino, Formação de professores

References


BARDIN, L. (1977) Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.

CANDAU, Vera. M.(Org.).(2012). Didática crítica intercultural: aproximações. Petrópolis. RJ: Vozes.

CRUZ, Giseli Barreto da. (2017). Ensino de Didática e aprendizagem da docência na formação inicial de professores. Cadernos de Pesquisa, São Paulo: v. 47 (166), 1100-1105.

CYRINO, Marina. (2016). Do acolhimento ao acompanhamento compartilhado: a construção colaborativa de uma proposta para o estágio curricular no curso de Pedagogia. (Tese de Doutoramento) Universidade Estadual Paulista. Rio Claro.

DAY, Christopher. (2001). Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente, Porto: Porto.

GARCIA, C. M. (2010). O professor iniciante, a prática pedagógica e o sentido da experiência. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 02, (03), 11-49.

GAUTHIER, Clermont. (2013). Por uma teoria da pedagogia. Pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí.

INDURSKY, Freda. (1989). Relatório Pinotti: o jogo polifônico das representações no ato de argumentar. In: GUIMARÃES, Eduardo. (Org.). História e sentido na linguagem. (93-127) Campina: Pontes

MESQUITA, Elza. (2015). Formação inicial, profissão docente e competências para a docência. In: FORMOSINHO, João; MACHADO, Joaquim; MESQUITA, Elza. Formação, trabalho e aprendizagem. Lisboa: Sílabo.

NÓVOA, António. (Org.). (1995). Vida de professores. 2. ed. Porto: Porto.

NÓVOA, António. (1989). Relação escola-sociedade: novas respostas para um velho problema. In: SERBINO, Raquel e outros. (Org.). Formação de Professores. (19-47) São Paulo: UNESP.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L.(2004). Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2004.

SOUZA, Elizeu Clementino de. (2006) A arte de contar e trocar experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. Revista Educação em Questão, Natal, v. 25, (11), 22-39.

TARDIF, Maurice. (2014) Saberes docente e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-504

Refbacks

  • There are currently no refbacks.