A função social da religião no acolhimento de mulheres imigrantes brasileiras em Portugal / Religion’s social function in brazilian immigrants reception in Portugal

Maria Beatriz do Valle Coelho Lopes Soares, Marcia Batista Lanes

Abstract


As experiências religiosas estão impregnadas do modo de ser das pessoas, das vivências e crenças das mesmas. É importante evidenciar a influência dos aspectos religiosos no âmbito da migração de mulheres brasileiras para Portugal. A pesquisa propõe fundamentar o papel da religião como importante suporte psicossocial e demais aspectos oferecendo não somente amparo espiritual, bem como, auxiliar no processo de inserção social da imigrante brasileira diante das adversidades migratórias a se estabelecer com dignidade fora de seu país de origem.           

A partir do desenvolvimento do trabalho espera-se maior compreensão e reflexão do tema e ações vinculadas aos aspectos religiosos legitimando esses espaços para que contribuam de forma socialmente efetiva na (re)construção da identidade da brasileira no exterior, desmitificando a imagem generalizada da mulher brasileira ligada à prostituição. Assim poderá haver o reconhecimento dos valores nacionais e uma minimização no âmbito da discriminação e preconceitos visando projetos efetivos ligados ao gênero e migração.

 


Keywords


Gênero, migração e religião.

References


BAGANHA, M. I.; Marques, J. C.; Góis, P. (2009), “Imigrantes em Portugal: uma síntese histórica”.Ler História nº56. Lisboa: ISCTE;

CAMINHA, Pero de Vaz. Carta a el rey D. Manuel. Edição ilustrada e transcrita para o português contemporâneo e comentada por Maria Ângela Vilela. SP: Ediouro, 1999.

FOUCAULT, Michel. L’Ordre du discours. Paris: Gallimard. 1971.

FOUCAULT, Michel (2010) A Hemenêutica do Sujeito. São Paulo: Martins Fontes.

FREYRE, Gilberto (2001) Casa-grande & Senzala. Rio de Janeiro: Record.

GILLIAM, Angela, e Onik‟a Gilliam (1999), “Negotiating the subjectivity of mulata identity in Brazil”, Latin American Perspectives, vol. 26, n.º 3, pp. 60-84.

GOMES, Mariana Selister (2008), “Dimensões simbólicas do turismo sexual”, Anais do Seminário Internacional Fazendo Gênero, 8. Florianópolis: UFSC.

LUSSI, Carmem (2006). A missão da igreja no contexto da mobilidade humana. Tradução Zélia Carolina Ornaghi. Centro Scalabriano de estudos Migratórios.Ed. Vozes. Petrópolis.

MACHADO, I. R. (2003). Cárcere público: processos de exotização entre imigrantes brasileiros no Porto, Portugal. Tese de doutoramento (não publicada), Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

PADILLA, Beatriz (2007) “A imigrante brasileira em Portugal: considerando o género na análise”. In:Malheiros, Jorge (coord). A Imigração Brasileira em Portugal. Lisboa: ACIDI.

PEIXOTO, João et. al. (2008), Revista Migrações nº 2: imigração e mercado de trabalho, Lisboa: ACIDI;

PONTES, L. (2004). Mulheres brasileiras na mídia portuguesa [versão electrónica]. Cadernos Pagu(23), 229-256.

SEF (2008), Relatório de imigração, fronteiras e asilo, Lisboa: SEF;

TRINDADE, Maria Beatriz Rocha (2003), A Imigração em Portugal: e agora? Fafe: V Jornadas de História Local;

WALL, K, Nunes, C., & Matias, A. R. (2008). Trajectórias de Mulheres Imigrantes em Portugal. Actas do VI Congresso Português de Sociologia. Recuperado em 30 de Outubro de 2009, de http://www.aps.pt/vicongresso/pdfs/476.pdf




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-494

Refbacks

  • There are currently no refbacks.