Métodos de controle e prevenção de insetos-praga em povoamentos florestais / Methods of pest insect control and prevention in forest stans

Bruna Casanova Silva, Ervandil Corrêa Costa, Mateus Alves Saldanha, Djoney Procknow, Pábulo Diogo de Souza, Jéssica Puhl Croda, Luana Camila Capitani

Abstract


No Brasil, o registro de insetos associados aos cultivos florestais é vasto e inclui uma grande diversidade de espécies, sendo parte delas consideradas pragas por ocasionarem algum dano econômico às culturas, devido aos desequilíbrios ambientais ocasionados pelo manejo inadequado. No entanto, o controle de insetos-praga é um conjunto de medidas preventivas e corretivas que visam o impedimento de sua proliferação. Com isso, o estudo consistiu em relatar os métodos de controle das principais espécies pragas que atacam as essências florestais mais importantes do Brasil. Realizou-se um levantamento bibliográfico com auxílio de periódicos, livros, sites, teses, dissertações, boletins técnicos, entre outros descrevendo os métodos de controle e os principais insetos-praga de Eucalyptus sp., Pinus sp., Araucária angustifólia, Acácia mearnsii, Ilex paraguariensis e Mimosa scabrella. Constatou-se que todos os métodos de controle são fundamentais para programas de Manejo Integrado de Pragas (MIP), porém o método silvicultural é a base para manter um sistema ecologicamente equilibrado evitando a disseminação de insetos-praga. Portanto, o manejo adequado das espécies florestais além de contribuir com a preservação e aumento da diversidade de espécies pode resultar na diminuição de produtos químicos agressivos ao meio ambiente e o controle biológico é uma tendência presente e futura com a evolução de novas pesquisas com agentes biológicos que contribuam na descoberta de controles ainda inexistentes a determinados insetos-praga.

Keywords


espécies pragas, essências florestais, manejo integrado de pragas

References


BERTOLO, F.O.A.de; OTT, A.P; FERLA, N.J. Ácaros em Videira do Rio Grande do Sul. Boletim Técnico da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária. Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio. Porto Alegre.RS. Brasil.2011.

CASTRO, P. R. C.; ARAÚJO, D. K.; ANGELINI, B. G.; MENDES, A. C. C. M.; Biorreguladores na agricultura -- Piracicaba: ESALQ - Divisão de Biblioteca, 2016. 154 p. (Série Produtor Rural, nº Especial) Bibliografia. ISSN: 1414-4530.

COSTA, E.C; D’AVILA, M; CANTARELLI, E. B; MURARI, A. B; MANZONI, C.G.

ENTOMOLOGIA FLORESTAL. Santa Maria: Editora UFSM. 2008. 240 p.

COSTA, E.C; D’ÁVILA, M; CANTARELLI, E.D. Entomologia Florestal. Santa Maria: Editora UFSM.2014. 256 p.

COSTA, E.C; LINK, D; MACEDO, J.H.P. DISTRIBUIÇÃO DAS POSTURAS, DE LARVAS E DE INIMIGOS NATURAIS DE Oncideres impluviata (Germar, 1824) (Col., Cerambycidae), Ciência Florestal, Santa Maria, v. 2, n. 1, p. 59-66, 1992.

CUNHA, M.B; SOUZA, R.M; BUSO, W.H. D. Desempenho agronômico do milho com uso de inseticidas e biorreguladores no tratamento de sementes. Brazilian Journal of Development. Curitiba, v. 6, n. 4, p. 18564-18575, apr. 2020.

EMBRAPA. Soluções tecnológicas: SIS Eucalipto – Sistema de manejo para florestas de eucalipto. 2001 Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-solucoes-tecnologicas/-/produto- servico/1484/sis-eucalipto---sistema-para-manejo-de-florestas-de-eucalipto. Acesso em: 15 out 2019.

GALLO, D; NAKANO, O; NETO, S. S; CARVALHO, R. P. L; BATISTA, G.C.de; FILHO, E.B; PARRA, J.R.P; ZUCCHI, R.A; ALVES, S.B. MANUAL DE ENTOMOLOGIA

AGRÍCOLA. São Paulo. Ed. Agronômica Ceres, 1978. 531 p.

GALLO, D; NAKANO, O; NETO, S. S; CARVALHO, R. P. L; BAPTISTA, G.C.de; FILHO, E.B; PARRA, J.R.P; ZUCCHI, R.A; ALVES, S.B; VENDRAMIM, J.D; MARCHINI, L.C;

LOPES, J.R.S; OMOTO.C. Entomologia Agrícola. Piracicaba: FEALQ, 2002. 920 p.

GUEDES, R.N.C. MÉTODOS MECÂNICOS, FÍSICOS, GENÉTICOS E

LEGISLATIVOS DE CONTROLE DE PRAGAS. Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Biologia Animal. Viçosa. 2010. 310 p.

GUEDES, J.C; COSTA, I.D. da; CASTIGLIONI, E. BASES E TÉCNICAS DO MANEJO

DE INSETOS. Santa Maria: UFSM/CCR/DFS. Pallotti.2000. 248 p.

IEDE, E.T; MACHADO, D.C. PRAGAS DA ERVA-MATE (Ilex paraguariensis St Hill.) E SEU CONTROLE. Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 18/19, p.51-60, jun./dez. 1989.Dsiponível em: https://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/bitstream/doc/282097/1/iede.pdf. Acesso em: 23 set 2019.

IEDE, E.T; LEITE, M.S.P; PENTEADO, S.R.C; MAIA, F. (1997). Ctenarytaina sp

(Homoptera: Psillidae) associada a plantios de Eucalyptus sp em Arapoti, PR. In: Congresso Brasileiro de Entomologia. (16.: Salvador) Resumos do Congresso Brasileiro de Entomologia/ Salvador: Sociedade Entomológica do Brasil, 1998. P.253.

IEDE, E.T; PENTEADO, S.R.C; FILHO, W.R. Pragas quarentenárias florestais: riscos e prevenção. Revista Floresta. 30(1/2): 65-73. 9 p, 2000.

Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF). Araucária Angustifolia (Araucária).

Disponível em: https://www.ipef.br/identificacao/araucaria.angustifolia.asp. Acesso em: 20 out 2019.

Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF). Mimosa scabrella (Bracatinga). Disponível em: https://www.ipef.br/identificacao/mimosa.scabrella.asp. Acesso em: 15 out 2019.

LEITE, M.S; RIBEIRO, R; BONAFÉ, F. Controle Biológico para controlar a praga dos corintianos. Jornal Dia de Campo, 2003. Disponível em: http://www.diadecampo.com.br/zpublisher/materias/Materia.asp?id=23098&secao=Colunas%20e%20Artigos. Acesso em: 07 de Abr 2020.

MARQUES, E.J; ALVES, S.B; MARQUES, I.M.R. Virulência de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. a Diatraea saccharalis (F.) (Lepidoptera: Crambidae) Após Armazenamento de Conídios em Baixa Temperatura. An. Soc. Entomol. Brasil 29(2): 303- 307. Junho. (2000).

ONO, M.A. Dinâmica de infestação em Acácia mearnsii e ecologia de Oncideres impluviata (Coleoptera: Cerambycidae). 2015. 68 f. Dissertação (Mestre em Ciências). Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015.

PAIVA, M.R; MACEDO, J.H.P. Feromonas de Insetos. Curitiba, Paraná. 1985. 94 p.

PEDROSO, D.J. CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO DO Oncideres impluviata (GERMAR,

E SEUS DANOS NA BRACATINGA (Mimosa scabrella) Benth. 1980. 95 f. Dissertação (Mestre em Ciências. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1980.

PENTEADO, S.R.C; OLIVEIRA, E.B.de; IEDE, E.T. DISTRIBUIÇÃO DA VESPA-DA-MADEIRA E DE SEUS INIMIGOS NATURAIS AO LONGO DO TRONCO DE PINUS. Bol. Pesq. Fl., Colombo, n. 40, jan. /jun. 2000 p. 23-34.

PENTEADO, S.R.C; TRENTINI, R.F; IEDE, E.T; FILHO, W.R. Anais do 1º Simpósio do

Cone Sul sobre Manejo de Pragas e Doenças de Pinus. SÉRIE TÉCNICA INSTITUTO DE PESQUISAS E ESTUDOS FLORESTAIS, v. 13, n. 33, março, 2000. ISSN 0100-8137, 3-5 p.

POMPERMAIER, A; BASTIANI, A.de; LORINI, L.M. INTERAÇÃO INSETO-PLANTA

EM Araucaria angustifólia ARAUCARIACEAE. III SEMINÁRIO SUL-BRASILEIRO SOBRE A SUSTENTABILIDADE DA ARAUCÁRIA. Anais, 2018. 86-88 p.

RURAL CENTRO. Pragas do Eucalipto: Embrapa apresenta formas de controle. Disponível em: http://www.ruralcentro.com.br/noticias/pragas-do-eucalipto-embrapa-apresenta- formas-de-controle-63988. Acesso em: 24 set 2019.

STIQUER, L.P; BERVIAN, C.I.B; FAVERO, S. AÇÃO REPELENTE DE PLANTAS MEDICINAIS E AROMÁTICAS SOBRE SITOPHILUS ZEAMAIS (COLEOPTERA: CURCULIONIDAE). Ensaios e ciência, Campo Grande, v. 10, n. 1, p. 55 - 62, abr. 2006.

VALICENTE, F.H. Controle biológico de pragas com entomopatógenos. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v.30, n.251, p.48-55, jul. /ago. 2009.

VICENTE, R.R. AVALIAÇÃO DA REPELÊNCIA DE EXTRATOS VEGETAIS SOBRE

A BARATA Periplaneta americana (L.) VISANDO CONTROLE ALTERNATIVO DE PRAGAS E A REDUÇÂO DE IMPACTOS AMBIENTAIS. 2014. 30 p. Trabalho de

Conclusão de Curso (Especialização em Gestão Ambiental em Municípios). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Madianeira, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-480

Refbacks

  • There are currently no refbacks.