Sentidos da formação continuada em Matemática: contribuições do PNAIC em uma escola estadual de Araputanga/MT / Meanings of the Mathematics continuing education program: contributions of the PNAIC in a public school in Araputanga, Mato Grosso

Cláudia Landin Negreiros, Jorcélia Ermínia Da Silva Carneiro

Abstract


 Este trabalho analisa os efeitos de sentido que ecoam nos discursos de professoras alfabetizadoras de uma escola estadual de Araputanga, Mato Grosso, em relação ao ensino de Matemática, após terem participado da formação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), em 2014. Os discursos foram analisados com base no referencial teórico da Análise de Discurso de vertente francesa, a AD. As análises indicaram que a formação efetivamente se constituiu como um “divisor de águas” no ensino da Matemática praticado pelas professoras. As mudanças destacadas foram em relação a uma maior segurança na condução das aulas e ao uso de jogos e objetos concretos no ensino dos conteúdos.


Keywords


Formação continuada, Pnaic, Alfabetização Matemática, Análise de Discurso.

References


BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto, 1994.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: vamos brincar de construir as nossas e outras histórias: ano 02, unidade 04 / Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Brasília: MEC, SEB, 2012.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resultados da ANA 2016 por estados e municípios estão disponíveis no Painel Educacional do Inep. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2JttfLQ. Acesso em: 22 out. 2018.

CUNHA, D. R. A matemática na formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental: relações entre a formação inicial e a prática pedagógica. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática). Faculdade de Física, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

CURI, E. Formação de professores polivalentes: uma análise de conhecimento para ensinar matemática e de crenças e atitudes que interferem na constituição desses conhecimentos. 2004. Tese (Doutorado em Educação Matemática). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

FIORENTINI, D.; NACARATO, A. M. (Orgs.). Eu trabalho primeiro no concreto. Revista de Educação Matemática, Sociedade Brasileira de Educação Matemática – Regional São Paulo, SBEM-SP, 2004.

GATTI, B. A. Educação, escola e formação de professores: políticas e impasses. Educar em Revista, Curitiba, n. 50, p. 51-67, out/dez. 2013.

GIL, A. C. Didática do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 2007.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE. População Araputanga - ano 2018. Disponível em: http://www.cidades.ibge.gov.br. Acesso em: 22 jun. 2018.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MUNIZ, C. A. Educação e linguagem matemática. Brasília: Universidade de Brasília. Centro de Educação a distância, 2009.

NACARATO, A. M. A escola como lócus de formação e de aprendizagem: possibilidades e riscos da colaboração. In: FIORENTINI, D.; NACARATO, A. M. (Org.). Cultura, formação e desenvolvimento profissional de professores que ensinam Matemática: investigando e teorizando a partir de prática. São Paulo: Musa Editora, 2005.

OLIVEIRA, S. C.; GOMES, C. F. Ludicidade e adolescência. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.br/opiniao/opiniao.asp?entrID=3. Acesso em 12 ago. 2008.

ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2009.

PÊCHEUX, M. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2009.

PIAGET, J. Inteligencia y afectividad. Buenos Aires: Aique, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-478

Refbacks

  • There are currently no refbacks.