Explorando a educação financeira no ensino fundamental: um estudo de possibilidades a partir das orientações da BNCC / Exploring financial education in key education: a possibility study from BNCC guidelines

Adriane Beatriz Liscano Janisch, Karin Ritter Jelinek

Abstract


O presente trabalho tem como principal temática a Educação Financeira no Ensino Fundamental. Essa temática está em caráter de ascensão nos espaços escolares, entre os temas transversais que compõe os currículos pedagógicos, integrado na Base Nacional Comum Curricular e no compromisso com a formação de cidadãos conscientes. A pesquisa se justifica pela necessidade de uma educação financeira estar presente em todas as fases da vida e classes sociais, devido às necessidades de consumo, centralidade do dinheiro e endividamento da sociedade contemporânea. A pesquisa é de cunho qualitativo e se caracteriza como um estudo de caso, envolvendo estudantes de uma turma de 8º ano do Ensino Fundamental. Teve por objetivo estruturar um conjunto de atividades que abordassem a Educação Financeira no Ensino Fundamental, proporcionando ações, reflexões e conhecimentos sobre a importância de uma vida financeira equilibrada. Inferiu-se que o estudo alcançou os objetivos propostos, contribuindo na formação de cidadãos críticos e questionadores, conferindo valores básicos à democracia e à cidadania.

 

 


Keywords


Educação financeira, Ensino Fundamental, Educação Matemática.

References


BANCO CENTRAL DO BRASIL (BCB). Caderno de educação financeira: Gestão de finanças pessoais. Brasília: BCB, 2013. Disponível em: Acesso em: 25 set. 2019.

BARBOSA, G. S. Educação Financeira Escolar: Planejamento Financeiro 2015. Produto Educacional de Mestrado profissional em Educação Matemática – Universidade Federal de Juiz de Fora, 2015.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2019.

_______. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília DF: Senado Federal, 1988. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2019.

_______. Parâmetros Curriculares Nacionais terceiro e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998a.

_______. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998b.

_______. Plano diretor da ENEF: Estratégia Nacional de Educação Financeira. Disponível em: http://www.vidaedinheiro.gov.br/Imagens/Plano%20Diretor%20ENEF.pdf. Acesso em: 25 set. 2019.

_______. Programa de Educação Financeira nas Escolas, 2014. Disponível em: http://www.edufinanceiranaescola.gov.br. Acesso em: jun. 2019.

CAMPOS, B. Educação Financeira na Matemática do Ensino Fundamental: uma análise da produção de significados. 2012. Disponível em: . Acesso em: abril de 2019.

_______. Investigando como a Educação Financeira Crítica pode contribuir para tomada de decisões de consumo de jovens-indivíduos consumidores. Dissertação de Mestrado Profissional em Educação Matemática. Universidade Federal de Juiz de Fora, 2013.

CAMPOS, Celso; TEIXEIRA, James; COUTINHO, Cileda. Reflexões Sobre a Educação Financeira e suas Interfaces com a Educação Matemática e a Educação Crítica. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 17, n. 3, p. 556-557, mai. 2015.

DOMINGOS, R. Como falar de dinheiro com seus filhos. São Paulo: DSOP Educação Financeira, 2013. (Coleção dinheiro sem segredo, v.11).

_______. Ter dinheiro não tem segredo. São Paulo: DSOP Educação Financeira, 2012.

EDUCAÇÃO E PARTICIPAÇÃO. 2019. Laser sem consumo: é possível? Disponível em:

https://educacaoeparticipacao.org.br/oficinas/lazer-sem-consumo-e-possivel/ Acesso em: 15 set 2019.

EDUCAÇÃO FINANCEIRA NAS ESCOLAS. Vida & dinheiro: Educação Financeira. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2019.

FERREIRA, R. Educação Financeira das crianças e adolescentes. Portugal, Lisboa: Escolar Editora, 2013.

FRANKENBERG, L. Guia prático para cuidar de seu orçamento: viva melhor sem dividas. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 2. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

GODOY, A. S. Introdução a pesquisa qualitativa e suas possibilidades. São Paulo: ERA, n. 2, p. 57 – 63, 1995.

HANSON, M. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC). Divulgada em 24 de junho de 2018, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Disponível em: http://cnc.org.br/editorias/economia/noticias/endividamento-das-familias-recua-em-junho. Acesso em: 15 de março de 2019.

KISTEMANN JR., M. A. Sobre a produção de significados e a tomada de decisão de indivíduos-consumidores. Tese de Doutorado. Programa de Pós-graduação em Educação Matemática, Instituto de Geociências De Ciências Exatas, Campus de Rio Claro, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2011.

MARTINS, G. A. Estudo de Caso: Uma estratégia de pesquisa. São Paulo: p. 11Atlas, 2006.

NEGRI, A. L. Educação Financeira para Ensino Médio da rede pública: uma proposta inovadora. Dissertação de mestrado. Americana: Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL – SP, 2010.

OCDE/OECD - Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômico. OECD's Financial Education Project. Assessoria de Comunicação Social, 2004. Disponível em: . Acesso em: março 2019.

_______. Improving Financial Literacy: Analysis of Issues and policies. OECD, 2005. Disponível em: http://www.browse.oecdbookshop.org/oecd/pdfs/product/2105101e.pdf. Acesso em outubro de 2019.

_______. PISA 2012 - Financial Literacy Assessment Framework. Paris: OECD, 2012. Disponível em: www.oecd.org/pisa/pisaproducts/46962580.pdf. Acesso em junho de 2019.

OECD/INFE. Guidelines on Financial Education at School and Guidance on Learning Framework. 2011. Disponível em www.oecd.org/finance/financial-education/48493142. Pdf. Acesso em novembro de 2019.

OLIVEIRA, A. dos A. Educação Financeira nos anos iniciais do Ensino Fundamental: como tem ocorrido na sala de aula? Dissertação (Mestrado em Educação Matemática eTecnológica) - Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática e Tecnológica, UFPE, Recife, 2017.

ROMUALDO, E.C. Charge jornalística: intertextualidade e polifonia: um estudo de charges da Folha de São Paulo. Maringá: Eduem, 2000.

SANTOS, G. L. C. Educação financeira: a matemática financeira sob nova perspectiva. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação para a Ciência) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista.

SILVA, E. D. Gestão em Finanças Pessoais: uma metodologia para se adquirir educação e saúde financeira. Rio de Janeiro: Quatymark, 2004.

SILVA, E. I.; CAVALCANTI, L. S. A mediação do ensino-aprendizagem por charges, cartuns e tiras de quadrinhos. Boletim Goiano de Geografia, Goiás, v.28, n.2. Dez. 2008, p. 141-156.

SILVA, M. N. P. da. "História das Porcentagens". Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/matemática /história-das-porcentagens.htm. Acesso em: 13 de fevereiro de 2019.

SOUZA, L. Educação Financeira: uma proposta de abordagem e de atividades. 2012. Dissertação Mestrado. Universidade Federal de Ouro Preto.

TEIXEIRA, J. Um estudo diagnóstico sobre a percepção da relação entre educação financeira e matemática financeira. Tese (Doutorado em Ed. Matemática). PUC-SP, 2015. Disponível em: http://www.sapientia.pucsp.br/arquivo. Acesso em: 12 de novembro de 2019.

VIEIRA, L. C. A Matemática Financeira no Ensino Médio e sua articulação com a cidadania. Dissertação de Mestrado. Universidade Severino Sombra, Vassouras, 2010.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-468

Refbacks

  • There are currently no refbacks.