Abril verde - promovendo segurança e saúde do trabalhador / April green - promoting health and safety worker

Romario Daniel Jantara, Graciela Cabreira Gehlen, Susana Benin Amadori, Gimene Cardozo Braga, Mariangela Gobatto, Adrieli Jantara

Abstract


Na atualidade, verifica-se a existência de diversas políticas de saúde, visando a prevenção e proteção da saúde do trabalhador em âmbito nacional, todas buscando a promoção da integralidade da assistência à saúde do trabalhador. O trabalhador sofre constantemente influência de seu trabalho, e na medida que se expõe a riscos, se torna susceptível ao adoecimento. Nesse contexto, torna-se fundamental o desenvolvimento de ações para promoção de saúde do trabalhador e prevenção de agravos relacionados ao trabalho. O objetivo deste trabalho é descrever a experiência de um acadêmico de enfermagem no desenvolvimento de uma ação de extensão voltada para a promoção de saúde do trabalhador. Durante o mês de abril do ano de 2018, foram realizadas palestras em diversas empresas, pela Vigilância em Saúde e o acadêmico, como parte do projeto de intervenção realizado pelo mesmo, no componente curricular Estágio Supervisionado I, no 9º período do curso de graduação em enfermagem do Instituto Federal do Paraná - Campus Palmas. A ação possibilitou que mais de 400 pessoas tivessem acesso às informações sobre o Movimento Abril Verde e Saúde e Segurança do Trabalhador.

 

 


Keywords


Promoção de Saúde, Vigilância em Saúde, Saúde do Trabalhador.

References


BRASIL. Anuário de Proteção 2017 (online). Disponível em: http://www.protecao.com.br/conteudo/anuario_brasileiro_de_p_r_o_t_e_c_a_o/anuario_2017/J9jjJa_JayJJ9. Acesso em: 15 maio 2018.

BRASIL. Constituição da Republica Federativa do Brasil de 1988. Senado Federal, Brasília: DF. 1988.

BRASIL. Lei Nº. 8080/90, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Brasília: DF. 1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Legislação em saúde: caderno de legislação em saúde do trabalhador / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 2. ed. rev. e ampl. – Brasília: Ministério da Saúde, 2005. 380 p.: il.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Caderno de Atenção Básica nº 5: Saúde do trabalhador / Ministério da Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas, Área Técnica de Saúde do Trabalhador. - Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

BRASIL. Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho - PNSST. Brasília, 2004.

BRASIL. Portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012. Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (PNSTT). Brasília, 2012.

BRASIL. Portaria nº 777, de 28 de abril de 2004. Dispõe sobre os procedimentos técnicos para a notificação compulsória de agravos à saúde do trabalhador em rede de serviços sentinela específica, no Sistema Único de Saúde – SUS. Brasilia: DF, 2004.

BRASIL. Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador: Manual de Gestão e Gerenciamento. 2006.

FELTRIM, V; ZAAK SARAIVA, I. Por um modelo explicativo do sistema brasileiro de prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Anais. SECITEC – Semana da Ciência e Tecnologia. Instituto Federal Catarinense. Luzerna, SC. 2016.

JARDIM, L.M.D.S. O direito fundamental do trabalhador ao meio ambiente de trabalho saudável. 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 maio. 2018.

MERLO, et al,. Atenção ao sofrimento e ao adoecimento psíquico do trabalhador e da trabalhadora: cartilha para profissionais do Sistema Único de Saúde – SUS / org. Álvaro Roberto Crespo Merlo , Carla Garcia Bottega , Karine Vanessa Perez ; il. Augusto Franke Bier – Porto Alegre : Evangraf, 2014. 28 p. ; il. Color.

OIT. Organização Internacional do Trabalho das Nações Unidas (ONUBR). OIT: Mais de 313 milhões de trabalhadores sofrem acidentes de trabalho todos os anos. (Notícia). 2015. Disponível em: https://nacoesunidas.org/oit-mais-de-313-milhoes-de-trabalhadores-sofrem-acidentes-de-trabalho-todos-os-anos/. Acesso em 20 maio 2018.

PARANÁ. Política Estadual de Saúde e Segurança do Trabalhador. 2011.

SANTANA, V.S, et al. Acidentes de trabalho: custos previdenciários e dias de trabalho perdidos. Rev Saude Publica. 2006, dez; 40(6):1004-12.

TORTORELLA, J.M. Acidente de trabalho. 1ª ed. São Paulo: Baraúna, 2014.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO (TST). Justiça do Trabalho adere à campanha Abril Verde com foco na redução de acidentes de trabalho. 2018. Disponível em: http://www.tst.jus.br/noticias/-/asset_publisher/89Dk/content/justica-do-trabalho-adere-a-campanha-abril-verde-com-foco-na-reducao-de-acidentes-de-trabalho?inheritRedirect=false. Acesso em: 29 jun. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-464

Refbacks

  • There are currently no refbacks.