A prática religiosa como identidade muçulmana / Religious practice as muslim identity

Ana Márcia da Silva Cunha, Henrique Rezende Untem, Gabriela Pereira da Silva

Abstract


As pesquisas que envolvem o eixo temático da migração em sua maioria abordam as necessidades primárias de acolhimento, como a busca por uma moradia, por trabalho, documentação, saúde e adaptação sociopolítica. Entendemos que a religião faz parte de nossa construção identitária e a partir disto questionamos em que condições vivem os imigrantes muçulmanos, uma vez que são marginalizados por serem estrangeiros e por adotarem uma religião que pouco é aceita pela cultura Ocidental. Este trabalho faz parte do Programa de Iniciação Científica do Ensino Médio e se encontra finalizado, investigamos a maneira como os imigrantes muçulmanos são acolhidos em um país Ocidental, o Brasil dito Estado laico, e que tem o islamismo como religião minoritária. A pesquisa foi desenvolvida com base numa abordagem qualitativa e o materialismo histórico dialético para a discussão dos dados que coletamos a partir de entrevista semiestruturada realizadas com muçulmanos praticantes. Como resultados do levantamento bibliográfico podemos assinalar que as pesquisas ainda são muito recentes com essa temática, principalmente da religião muçulmana, ainda verificamos que boa parte das publicações estão vinculadas a grandes grupos de pesquisas. A entrevista realizada aponta que os muçulmanos encontram dificuldade em manter suas práticas religiosas no mundo ocidental e precisam fazer algumas adaptações.

 


Keywords


Migrante, Islamismo, Religião.

References


BRASIL, IBGE. Censo 2010: número de católicos cai e aumenta o de evangélicos, espíritas e sem religião. Rio de Janeiro, jun. 2012. Disponível em: < https://censo2010.ibge.gov.br/noticias-censo.html?busca=1&id=3&idnoticia=2170&t=censo-2010-numero-catolicos-cai-aumenta-evangelicos-espiritas-sem-religiao&view=noticia >. Acesso em: 30 mai. 2019.

DELFINO, Silas do Carmo. Migrações islâmicas após o 11 de setembro. Revista Nuares, São Paulo, n. 14, 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 mai. 2019.

DUARTE, Rosalia Maria. Entrevistas em pesquisas qualitativas. Educar em Revista, Curitiba, v. 24, p. 213-226, 2004. p. 213-225.

EDWARDS, Adrian. Refugiado ou Migrante? O ACNUR incentiva a usar o termo correto. Genebra, out. 2015. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2018.

LUKÁCS, György. Para uma ontologia do ser social I. São Paulo: Editora Boitempo, 2018.

MARTINS, Lígia Márcia; LAVOURA, Tiago Nicola. Materialismo histórico-dialético: contributos para a investigação em educação. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, n. 71, p. 223-239, set./out. 2018.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento. 11 ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

SILVA, Rogério Rodrigues da; SIQUEIRA, Deis. Espiritualidade, religião e trabalho no contexto organizacional. Psicol. estud., Maringá , v. 14, n. 3, p. 557-564, set. 2009 . Disponível em . acessos em 06 nov. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722009000300017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-443

Refbacks

  • There are currently no refbacks.