Avaliação do estado nutricional de pacientes em Terapia Nutricional Enteral de uma Unidade de Terapia Intensiva / Assessment of patient’s nutritional status in Enteral Nutritional Therapy of an Intensive Care Unit

Daniele Alves de Sousa, Myllena Amanda Carvalho de Almeida, Regina da Silva Santos, Cláudia Nunes da Silva, Cícero Tadeu Tavares Duarte

Abstract


O presente estudo teve como objetivo avaliar o estado nutricional de pacientes em uso de Terapia Nutricional Enteral (TNE) durante a internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital público da cidade de Teresina, Piauí. Trata-se de um estudo transversal realizado com 31 pacientes em uso de TNE admitidos na UTI. O estado nutricional foi avaliado por parâmetros objetivos antropométricos e bioquímicos e por avaliação nutricional subjetiva global. Dos 31 pacientes avaliados, 54,8% eram do sexo masculino, com idade média de 52,8 ± 18,9 anos. Pelo método objetivo observou-se que 64,5% dos pacientes apresentaram eutrofia pelo Índice de Massa Corporal, 54,9% estavam com depleção moderada e discreta pela circunferência do braço, 87,1% e 83,9% com depleção muscular pela circunferência muscular do braço e área muscular do braço corrigida respectivamente e 58,1% com circunferência da panturrilha inferior a 31 cm. Considerando a avaliação subjetiva global 58,1% dos pacientes estavam bem nutridos. A média da glicemia encontrava-se significativamente elevada (141,4±31,2) quando comparada à recomendação e os valores médios de hemoglobina abaixo do preconizado (32,4±5,6). A avaliação do estado nutricional de pacientes em uso de TNE por meio de indicadores antropométricos, bioquímicos e método subjetivo evidenciou desnutrição considerável parcela dos pacientes e perda de massa muscular, caracterizando um quadro hipercatabólico. Os métodos de avaliação nutricional são capazes de identificar o estado nutricional dos pacientes aumentando a chance de um real diagnóstico nutricional.


Keywords


Avaliação Nutricional, Estado Nutricional, Nutrição Enteral, Unidade de Terapia Intensiva, Desnutrição e Desnutrição Proteico-Calórica.

References


BLACKBURN, George L.; THORNTON, Paul A. Nutritional assessment of the hospitalized patient. Medical Clinic of North America, New York. 1979; 63,1103-1115.

CALIXTO-LIMA, L.; REIS, N. T. Interpretação de exames laboratoriais aplicados a nutrição clínica. Rio de Janeiro: Rubio, 2012.

CHUMLEA, William Cameron et al. Prediction of stature from knee height for black and white adults and children with application to mobility-impaired or handicapped persons. J Am Diet Assoc. 1994;94(12):1385-1388, 1391; quiz 1389-1390

CHUMLEA, William Cameron. et al. Prediction of body weight for the non ambulatory elderly from anthropometry. J. Am. Diet. Assoc. v. 88, p. 564-568, 1988.

CUPPARI, Lilian. Guia de nutrição: clínica no adulto. 4.ed. São Paulo: Manole, 2019.

DA SILVA, Dayane Maiara Monteiro; DOS SANTOS, Cláudia Mota; DE ARRUDA MOREIRA, Marcella. Perfil nutricional de pacientes internados em um hospital público de Recife-PE. Revista Destaques Acadêmicos, v. 8, n. 3, 2016.

DOS SANTOS, Carolina Araújo. et al. Perfil nutricional e fatores associados à desnutrição e ao óbito em pacientes com indicação de terapia nutricional. BRASPEN J. 2017;32(1):30-5.

FIGUEIREDO FILHO, Dalson Britto; SILVA JÚNIOR. Desvendando os Mistérios do Coeficiente de Correlação de Pearson (r). 2009. Revista Política Hoje, 18,115-146. Disponível em:http://bibliotecadigital.tse.jus.br/xmlui/bitstream/handle/bdtse/2766/2009_figueiredo_desvendando_misterios_coeficiente.pdf?sequence=1. Acesso em: 18 jun. 2019.

FRISANCHO A.R. Anthropometric Standards for the Assessment of Growth and Nutritional Status. Ann Arbor, Michigan: University of Michigan Press, 1990.

FUCHS, Lior. et al. ICU admission characteristics and mortality rates among elderly and very elderly patients. Intensive care medicine, v. 38, n. 10, p. 1654-1661, 2012. https://doi.org/10.1007/s00134-012-2629-6.

GOMES, Patricia M.; FOSS, Milton C.; FOSS-FREITAS, Maria Cristina. Controle de hiperglicemia intra-hospitalar em pacientes críticos e não-críticos. Medicina (Ribeirao Preto Online), v. 47, n. 2, p. 194-200, 2014.

HAIRRMAN, Raquel Santiago. et al. Prognóstico nutricional de uma paciente em reabilitação, após internação em unidade de terapia intensiva (uti)/Nutritional prognosis of a patient in rehabilitation, after hospitalization in intensive care unit (uti). Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 2, p. 7644-7652, 2020.

HEYLAND, Daren. et al. The Very Elderly Admitted to ICU: A QualityFinish? Survey of Anesthesiology. 60(3):104–105, JUN 2016

HORDONHO, Ana Adélia Cavalcante; DOS SANTOS, Deborah Cristo; POWELL, Jessica Rêgo Ferreira. Perfil antropométrico e força muscular em adultos e idosos de um hospital público de referência em doenças infectocontagiosas em Maceió-AL (dados preliminares) /Anthropometric profile and muscular strength in adults and the elderly of a public reference hospital in infectious diseases in Maceió-AL (preliminary data). Brazilian Journal of Health Review, v. 2, n. 2, p. 1245-1274, 2019.

KARST, Fernanda Pickrodt; VIEIRA, Renata Monteiro; BARBIERO, Sandra. Relação da espessura do músculo adutor do polegar e avaliação subjetiva global em unidade de terapia intensiva cardiológica. Revista Brasileira de Terapia Intensiva, v. 27, n. 4, p. 369-375, 2015.

LIMA, Anne Caroline Gomes de; OLIVEIRA, Maria Conceição de. Avaliação Nutricional de Pacientes Neurológicos submetidos à Terapia Nutricional Enteral em uma Unidade de Terapia Intensiva. Rev. Bras. Nut. Clin. Vol. 31. Num. 2. p.112-117. 2016.

LIMA, Jasiedy da Silva. Consumo glicídico e proteico na refeição pós-treino de praticantes de exercícios físicos atendidos no projeto de extensão “nutrição em movimento”. Monografia [Graduação em Nutrição] Universidade Federal de Pernambuco; 2016. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18180. Acesso em: 17 jun. 2019.

LIPSCHITZ D. A. Screening for nutritional status in theelderly. Prim Care. 1994; 21(1): 55-67.

LOHMAN, Timothy G. et al. Anthropometric standardization reference manual. Human Kinetics: Champaign; 1988

MALONE, Ainsley; HAMILTON, Cynthia. The academy of Nutrition and Dietetics/The American Society for Parenteral and Enteral Nutrition Consensus malnutrition characteristics: application in practice. Nutr Clin Pract, v.28, n.6, p.50-59, 2013.

MARTINS, Renatha Cristina Fialho do Carmo. et al. Perfil nutricional de pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Nutricion Clinica y Dietetica Hospitalaria. 2017; 37, p. 40-47.

MARTINS, Sara Eduarda Marques. Avaliação nutricional do doente idoso. Avaliação nutricional do doente idoso. [Dissertação de Mestrado]. Coimbra: Faculdade de Medicina; 2016.

MENDES, Rosa. et al. Nutritional risk assessment and cultural validation of the modified NUTRIC score in critically ill patients a multicenter prospective cohort study. J Crit Care. 2017; 37:45-49. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0883944116303203. Acesso em: 17 jun. 2019.

OLIVEIRA, Ana Cristina Guimarães de. et al. Perfil nutricional de pacientes internados em uma unidade de terapia intensiva. 2018. Disponível em: http://bdm.ufmt.br/handle/1/67. Acesso em: 19 jun. 2019.

PAZ, Laryssa de Souza Cirqueira; COUTO, Amanda do Vale. Avaliação nutricional em pacientes críticos: revisão de literatura. BRASPEN JOURNAL, 31 (3): 269-77, 2016.

ROCHA, Naruna Pereira; FORTES, Renata Costa. Contagem total de linfócitos e albumina sérica como preditores de risco nutricional em pacientes cirúrgicos. ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo), v. 28, n. 3, p. 193-196, 2015.

RODRIGUES, Clara. Evolução nutricional de pacientes hospitalizados após acidente vascular encefálico isquêmico com ou sem disfagia. Tese [Mestrado em Ciências da saúde]. São Paulo: Universidade Santo Amaro; 2017. Disponível em: http://dspace.unisa.br/handle/123456789/141. Acesso em: 17 jun. 2019.

RODRIGUEZ, Anita Hernández. et al. Características epidemiológicas e causas de óbitos em pacientes internados em terapia intensiva. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 69, n. 2, p. 229-234, 2016.

ROSA, Carla de Oliveira Barbosa. et al. Avaliação Nutricional de indivíduos internados em um hospital geral. O mundo da Saúde, v. 38, n. 4, p. 430-8, 2014.

SALES, Andressa Eslayne Caldas. et al. Estado Nutricional e indicadores de qualidade em terapia nutricional de pacientes hematológicos internados em Hospital Público Universitário do Brasil. Nutr. clín. diet. Hosp, v. 38, n. 3, p. 13-18, 2018

SANTOS, Diego Benone dos. et al. Nutritional status, vitamin D and nasal colonization in spinal surgery. Coluna/Columna, v. 15, n. 1, p. 40-43, 2016.

SILVA, Albuquerque. et al. Hiperglicemia, evolução clínica e estado nutricional de pacientes criticamente enfermos. Nutrición clínica y dietética hospitalaria, v. 38, n. 2, p. 70-76, 2018.

SILVA, Ana Paula Ramos. et al. Perfil nutricional e bioquímico de pacientes em uso de terapia nutricional enteral em um hospital particular em Belém–PA. Rev. Bras.Nutr. Clin., v. 30, n. 1, p. 21-5, 2015.

SILVA, Daisy Jacqueline Sousa; DA SILVA GUIMARÃES, Vanessa Aryelly Marques; FERRAZ, Josiane da Rocha Silva. Nutritional profile of elderly people in a public hospital in the city of Caxias-MA: Anexperience report. Research, Society and Development. v. 8, n. 4, p. 39, 2019.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. (2017). Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (2017-2018). São

SOUSA, Pamela Alexandria Paiva Silva de. et al. Perfil nutricional de pacientes submetidos à terapia nutricional enteral no Hospital Universitário Lauro Wanderley-PB. Monografia [Graduação em Nutrição] Universidade Federal Paulo: Editora Clannad, 2017.

da Paraíba; 2015. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/123456789/869. Acesso em: 17 jun. 2019.

STEFANELLO, Maria Denise; POLL, Fabiana Assmann. Estado nutricional e dieta enteral prescrita e recebida por pacientes de uma Unidade de Terapia Intensiva. ABCS Health Sciences, v. 39, n. 2, 2014. Disponível em: https://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/9888/1/ARTIGO_PerfilNutricionalPacientes.pdf. Acesso em: 19 jun. 2019.

TOLEDO, Diogo; CASTRO, Melina. Terapia nutricional em UTI. 4.ed. Rio de janeiro: Editora Rubio, 2015.

VAN DEN BERGHE, Greet. et al. Intensive insulin therapy in critically ill patients. New England journal of medicine, v. 345, n. 19, p. 1359-1367, 2001. doi: 10.1056/NEJMoa011300.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Obesity: preventing and managing the global epidemic: reportof the WHO Consultation of Obesity. Geneva: World Health Organization; 1997.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-435

Refbacks

  • There are currently no refbacks.