Desmame ventilatório complexo em uma criança pneumopata crônica com síndrome congênita do zika vírus / Complex ventilatory weaning in a chronic pneumopathic child with zika virus congenital syndrome

Cássio Daniel Araujo da Silva, Mariana Araújo Goes da Mota, Aline Mota Fleming, Ana Lúcia Nunes Diniz, Carla Trevisan Martins Ribeiro, Marcos Vinicius Pone, Christine Pereira Gonçalves, Roberta Fernandes Correia

Abstract


Introdução: As graves alterações neurológicas na Síndrome Congênita do Zika Vírus (SCZ) levam a problemas musculares como hipertonia e encurtamentos que podem cursar com comprometimento da função respiratória, especialmente se associada a outras condições. Assim, a dependência do suporte ventilatório, seu desmame e retirada representam um desafio ainda pouco discutido na literatura. Descrição do caso: Lactente microcefálico, com boa vitalidade ao nascimento e sinais neurológicos da SCZ. Internação aos 18 meses por bronquiolite obliterante por adenovírus. Seguiu com dependência de ventilação não invasiva e 5 falhas de desmame, até ser traqueostomizado, 210 dias após internação. Após estabilização clínica foi realizado desmame ventilatório complexo com duração de 270 dias. Atualmente, após três meses de retirada do suporte, o mesmo encontra-se em domicílio com home care e sem episódios de agudizações respiratórias. Discussão: Além das alterações neurológicas e musculares comuns à SCZ, outras condições pulmonares podem agravar a complexidade do cuidado e elevar o paciente à categoria de condição crônica complexa de saúde, exigindo maior atenção especializada e rigoroso planejamento de cuidados para viabilizar a alta. Neste caso, evidencia-se a importância do processo de desmame em longo prazo, viabilizando a melhoria da qualidade de vida do paciente ventilado.


Keywords


Zika vírus; doença pulmonar; desmame.

References


- Zanluca C, Melo VC, Mosimann AL, Santos GI, Santos CN, Luz K. First report of autochthonous transmission of Zika virus in Brazil. Mem Inst Oswaldo Cruz. 2015; 110 (4): 569-72.

- da Silva Pone MV, Moura Pone S, Araujo Zin A, Barros Mendes PH, Senra Aibe M, Barroso de Aguiar E, de Oliveira Gomes da Silva T. Zika virus infection in children: epidemiology and clinical manifestations. Childs Nerv Syst. 2018; 34 (1): 63-71.

- Feitosa IML, Schuler-Faccini L, Sanseverino MT. Aspectos importantes da Síndrome da Zika Congênita para o pediatra e o neonatologista. Bol Cient Pediatr. 2016; 05 (3): 75-80.

- Van der Linden V, Pessoa A, Dobyns W, Barkovich AJ, Van der Linden Júnior H, Rolim Filho EL, et al. Description of 13 Infants Born During October 2015-January 2016 With Congenital Zika Virus Infection Without Microcephaly at Birth – Brazil. MMWR Morb Mortal Wkly Rep. 2016; 65 (47): 1343-1348.

- Moreira MCN, Albernaz LV, de Sá MRC, Correia RF, Tanabe RF. Recomendações para uma linha de cuidados para crianças e adolescentes com condições crônicas complexas de saúde. Cad. Saúde Pública. 2017; 33(11): 1-13.

- Dumas HM. Rehabilitation Considerations for Children Dependent on Long-Term Mechanical Ventilation. 2012; 2012 (1): 1-15.

- Correia RF, Gonçalves CP. Desmame complexo – a retirada do suporte ventilatório de crianças e adolescentes com condições crônicas complexas. In: Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva; Martins JÁ, Nicolau CM, Andrade LB, organizadores. PROFISIO Programa de atualização em fisioterapia pediátrica e neonatal: Cardiorrespiratória e Terapia Intensiva: ciclo 5. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2016. p.23-50.

- Lino CA, Batista AKM, Soares MAD, de Freitas AEH, Gomes LC, Filho JHM et al. Bronquiolite obliterante: perfil clínico e radiológico de crianças acompanhadas em ambulatório de referência. Rev Paul Pediatr. 2013; 31 (1): 10-6.

- Rosário IF, Callegari MR, de Souza AC, Tropiano LMCC, Fernandes M. Preditores de desmame ventilatório em pediatria. Cad. Pós-Grad. Distúrb. Desenvolv. 2017; 17 (2): 32-42.

- Yang KL, Tobin MJ. A prospective study of indexes predicting the outcome of trials of weaning from mechanical ventilation. N Engl J Med. 1991; 324 (21): 1445-50.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-405

Refbacks

  • There are currently no refbacks.