Escola de saúde pública de Santa Catarina – Análise do trabalho desenvolvido à luz da economia da educação / Santa Catarina school of public health - Analysis of work developed in the light of the education economy

Adelcio Machado dos Santos, Adriana Silva

Abstract


O problema heurístico da pesquisa ora em curso consiste em discutir a abordagem contemporânea outorgada à educação na sociedade  brasileira, sobretudo às ideias de educação como fomentadora de competitividade econômica em Santa Catarina, desdobrado nos seguintes objetivos específicos: Apontar as funções da educação no desenvolvimento ou do papel da educação na transformação das estruturas econômicas e sociais, no estímulo ao avanço tecnológico ou na sua atuação como investimento e apresentar a percepção dos alunos e servidores, em relação ao tema deste estudo, desenvolvidos na Escola de Formação em Saúde de Santa Catarina (ESP/SES/SC);  Identificar a importância do processo de trabalho desenvolvido pela educação brasileira e sua magnitude no contexto social, focando no elemento economia. A análise dessas categorias e a identificação da sua presença na pedagogia contemporânea podem constituir-se, sem dúvida, num grande programa a ser desenvolvido hoje em torno das perspectivas atuais da educação, em especial, voltados à educação especialista, com a formação de mão de obra profissional e técnica, mas também é importante sua influência sobre a inversão tecnológica, a difusão de inovações, a aptidão empresarial, os padrões de consumo, a propensão à poupança, a adaptabilidade a mutações econômicas e a participação ativa dos distintos setores sociais nas tarefas do desenvolvimento. Não se pretende aqui dar respostas definitivas, porém pretende-se iniciar um debate sobre as perspectivas atuais da educação, sem a intenção de, com isso, encerrá-lo. 


Keywords


Escola de Formação em Saúde de Santa Catarina (ESP/SES/SC), Trabalho, Análise.

References


BAPTISTA FILHO O. Economia da Educação, Planejamento e Explosão Demográfica. São Paulo: Pioneira, 1975.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira. Sinopse Estatística da Educação Básica 2007. Disponível em:< http://www.inep.gov.br/> Acesso em: 14 ago. 2016.

CAMPOS, Francisco Carlos Cardoso de; FARIA, Horácio Pereira de; SANTOS, Max André dos. Planejamento e avaliação das ações em saúde. 2ª ed. Belo Horizonte: Nescon/UFMG, 2010.

CAVALCANTI, Lana de Souza. Geografia e práticas de ensino. Goiânia: Alternativa,

CLEAVER, Harry. Leitura política e o capital. Rio de janeiro: Zahar, 1981.

DORAY P., PELLETIER P. Les politiques publiques et l’université : quelques points de repère historiques (1960-1998). In: BERTRAND D. & BEAULIEU P. La politique des universités. Québec: Presses de l’Université du Québec, 1999.

DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. São Paulo: Edições Melhoramentos,

ECHEVARRÍA, José Medina; VERA, Oscar; BARAN, Paul A.; et al. Desenvolvimento, trabalho e educação. v. 1 Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MELLO, G. N. Cidadania e complexidade. São Paulo: Cortez Editora; 1998.

MORIN, Edgar; CIURANA Emílio-Roger; MOTTA, Raúl Domingo. Educar na era planetária: o pensamento complexo como método e aprendizagem pelo erro e incerteza humana. São Paulo: Cortez, 2003.

OSBORNE, David; GAEBLER, Ted. Reinventando o governo: como o espirito empreendedor está transformando o setor público. Brasília: MH Comunicação, 1994.

QUEIROZ, L. D. Um estudo sobre a evasão escolar: para se pensar na inclusão escolar. IN: 25ª Reunião da ANPED, 29 de setembro a 02 de outubro de 2002, Anais..., Caxambu (MG): ANPED, 2002.

REIS, Fábio (Org.). Economia da educação: geração de valor para a sociedade. São Paulo: Cultura, 2016.

RESENDE, E. O livro das competências. Desenvolvimento das competências: a melhor autoajuda para as pessoas organizações e sociedade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2000.

SANTA CATARINA. Lei complementar n. 381, de 07 de maio de 2007. Dispõe sobre o modelo de gestão e a estrutura organizacional da administração pública estadual. Diário Oficial do Estado de Santa Catarina de 25 de julho de 2007. Disponível em:

http://leisestaduais.com.br/sc/lei-complementar-n-381-2007-santa-catarina-dispoesobre-o-modelo-de-gestao-e-a-estrutura-organizacional-da-administracao-publicaestadual-2018-03-14-versao-compilada

______. Lei complementar n. 284, de 28 de fevereiro de 2005. Estabelece modelo de gestão para a administração pública estadual e dispõe sobre a estrutura organizacional do poder executivo. Diário Oficial do Estado de Santa Catarina n. 17.682 de 19 de julho de 2005. Disponível em:

Acesso em: 10 mar. 2018.

______. Lei complementar n. 091, de 09 de julho de1993. Cria o Centro de

Desenvolvimento de Recursos Humanos em Saúde – CEDRHUS, alterando a estrutura organizacional da Secretaria de Estado da Saúde nessa área. Diário Oficial do Estado de Santa Catarina de 07 de outubro de 1993. Disponível em:

Acesso em: 10 mar. 2018.

SANTOMÉ, Jurjo Torres. Globalização e interdisciplinariedade: o currículo integrado. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1998.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SANTA CATARINA, Escola de Saúde

Pública de Santa Catarina. Institucional. Disponível em: Acesso em: 10 mar. 2018.

SCHMITZ, Egídio Francisco. Caminhos da universidade brasileira: filosofia do ensino superior. Porto Alegre: Sagra, 1984.

TEIXEIRA, Z. A. Políticas públicas e educação para crianças, adolescentes e jovens. Políticas públicas sociais. Brasília: INESC, 1999.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-387

Refbacks

  • There are currently no refbacks.