Revisão sistemática da literatura: estudos sobre o pensamento complexo na educação / Systematic literature review: studies on complex thinking in education

Marilete Terezinha Marqueti de Araujo, Taís Wojciechowski Santos, Ricardo Antunes de Sá, Dilmeire Sant’Anna Ramos Vosgerau

Abstract


O presente trabalho é uma revisão sistemática da literatura que tem como objetivo identificar estudos relevantes acerca das pesquisas educacionais à luz do Pensamento Complexo no âmbito internacional. O Pensamento Complexo na Educação possibilita superar a visão reducionista, fragmentada e disjuntiva das questões educacionais, ampliando as reflexões para um pensar crítico e criativo que considera a instituição escolar como uma organização complexa na qual precisa religar seus saberes e compreender esse contexto que é múltiplo e uno. Para a análise as bases de dados pesquisadas foram: a SCOPUS, a EBSCO e a SCIENCE DIRECT. Após a leitura e análise dos artigos encontrados, foram selecionados um total de 10 estudos, que constituíram o corpus de análise, por apresentarem pressupostos teóricos do Pensamento Complexo, como possibilidades para as práticas no campo educacional. As categorias de análise foram os próprios critérios de inclusão e exclusão dos estudos encontrados, sendo elas: (a) análise do título; (b) palavras-chave identificadas; (c) natureza dos estudos, relacionados ao Pensamento Complexo; (d) contexto do estudo, pesquisas educacionais; (e) período temporal em que foi publicado o texto. As principais contribuições estão relacionadas ao princípio dialógico e hologramático, ao educar para a lucidez, ao ensinar para a compreensão, a superação da fragmentação e do reducionismo do conhecimento ensinado nas escolas, a importância do ensino transdisciplinar e a compreensão da realidade educacional a partir do paradigma da complexidade. Esta análise sistemática da literatura pretendeu não trazer respostas, mas apresentar reflexões, possibilidades e contribuições dos pressupostos teóricos do Pensamento Complexo, para o contexto educacional.


Keywords


Revisão Sistemática, Pensamento Complexo, Educação.

References


CALADO, L.R.; SALLES, J.A.A. Redesigning education for the future. Science direct. Goiânia-GO, Brazil. 2015.

COSTA, A.B; ZOLTOWSKI, A.P.C. Como escrever um artigo de revisão sistemática. In: KOLLER, S.H; COUTO, M.C.P; HOHENDORFF, J.V. (Orgs.). Manual de produção cientifica. Porto Alegre: Penso, 2014.

GIDLEY, J.M. Globally scanning for ‘‘Megatrends of the Mind’’: Potential futures of futures thinking. Futures. Melbourne, Australia. 2010.

HAMPSON, G.P. Eco-logical education for the long emergency. Futures. Lismore, Australia. 2011.

JONES, M.A. Challenging the limits of critique in education through Morin’s paradigma of complexity. Paris, France. 2010.

JORG, T.; DAVIS, B.; NICKMANS, G. Towards a new, complexity science of learning and education. Science direct. Bélgica. 2007.

LEVY, L. Critical systems thinking: Edgar Morin and the french school of thought. Quebéc, Canada. 1990.

MASINI, E.B. A vision of futures studies. Futures. Rome, Italy. 2002.

MORAES, M.C. O paradigma educacional emergente. Campinas/SP: Papirus, 2003.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2.ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2011.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Tradução Eloá Jacobina. 21 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2014.

SALICETI, F. Educate for creativity: New educational strategies. 7th World conference on educational sciences. Science direct. Athens, Greece. 2015.

TORRES, E.H.; ESTÉVEZ, G.C.T. La gestión mecanicista de las instituciones de educación superior: un estudio desde la modelación sistémica-organizacion. Science direct. Tabasco, México. 2015.

VAREY, W. Reflexive thought-ecologies: a reflection on practice. Perth, Australia. 2013.

ZOLTOWSKI, Ana Paula Couto et al. Qualidade metodológica das revisões sistemáticas em periódicos de psicologia brasileiros. Psicologia: teoria e Pesquisa, v. 30, n. 1, p. 97-104, 2014. Disponível em: revistaptp.unb.br/index.php/ptp/article/view/1710. Acesso em: 3/12/2016




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-384

Refbacks

  • There are currently no refbacks.