Uma análise da capacitação de professores da Educação do Campo em Roraima / An analysis of the training of rural education teachers in Roraima

Vanessa Rufino Vale Vasconcelos, Sâmella Kalyne Araújo Feitoza, Sérgio Luiz Lopes

Abstract


O objetivo deste artigo é identificar os cursos disponíveis para a formação de professores da Educação do Campo em Roraima. Foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva, de cunho bibliográfico e documental. Esta pesquisa aponta que o estado de Roraima ainda necessita de políticas públicas interinstitucional consolidadas voltadas à formação específica para atender aos professores que atuam na Educação do Campo.


Keywords


Educação do Campo, Formação de professores, Políticas Públicas.

References


ARROYO, Miguel Gonzalez; CALDART, Roseli Salete; MOLINA, Mônica Castagna. Por uma educação do campo. (Orgs.). 5 ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

ARROYO, Miguel Gonzalez. A Educação Básica e o Movimento Social do Campo. In: ARROYO, M. G. e FERNANDES, B. M. (Orgs.). A Educação Básica e o Movimento Social do Campo. Brasília, DF: Articulação Nacional por Uma Educação Básica do Campo. Coleção por uma Educação Básica do Campo, n. 2. 1999, p. 8-26.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Formação de Educadores e Educadoras do Campo. Brasília: MEC, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CEB 36/2001. Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Diário Oficial da União. 13/3/2002, Seção 1, p. 11.

BRASIL. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima. Cursos de Graduação. Disponível em: . Acesso em: 24 de outubro de 2018.

BRASIL. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas. Edital nº 35/2017 - Processo seletivo simplificado para acesso aos cursos de pós-graduação lato sensu na modalidade de educação a distância. Disponível em . Acesso em: 24 de outubro de 2018.

BRASIL. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Censo Escolar, 2018. Brasília: MEC, 2018.

BRASIL. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Censo Escolar, 2017. Brasília: MEC, 2017.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 01 de 03 de abril de 2002. Institui as Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Diário Oficial da União, Brasília, 9 de abril de 2002. Seção 1, p. 32. Disponível em: https://goo.gl/7ehkAV. Acesso em: 12 de outubro de 2018.

BRASIL. Universidade Federal de Roraima. Cursos de Graduação em Bacharelado, Licenciatura e Tecnólogo. Disponível em: . Acesso em: 15 de setembro de 2018.

BRASIL. Universidade Federal de Roraima. Edital de seleção para os Cursos de Licenciatura em Educação do Campo (LEDUCARR). Disponível em: . Acesso em: 15 de setembro de 2018.

BRASIL. Universidade Federal de Roraima. Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. Disponível em: . Acesso em: 15 de setembro de 2018.

CALDART, Roseli Salete et al. Dicionário de Educação do Campo. Rio de Janeiro/São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/Expressão popular, 2012.

CALDART, Roseli Salete. Elementos para a construção do projeto político-pedagógico da educação do campo. In: JESUS, S. M. S. A.; MOLINA, M. C. (Orgs.). Articulação Nacional por uma Educação Básica do Campo. Brasília/DF: Universidade de Brasília. Coleção Por uma Educação do Campo, n. 5. 2004, p. 13-52.

CALDART, Roseli Salete. O MST e a formação dos sem-terra: o movimento social como princípio educativo. São Paulo: Estudos Avançados, 2001.

CIAVATTA, Maria. A construção da democracia pós ditadura militar – Políticas e Planos Educacionais no Brasil. In: FÁVERO, Osmar; SEMERARO, Giovanni (orgs.). Democracia e construção do público no pensamento educacional brasileiro. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 87-104.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

GENTILI, Pablo Antonio Amadeo. Neoliberalismo e educação: manual do usuário. In: SILVA, Tomaz Tadeu da; GENTILI, Pablo. (Orgs.). Escola S.A.: quem ganha e quem perde no mercado educacional do neoliberalismo. Brasília, DF: CNTE, 1996, p. 9-49.

LOPES, Sérgio Luiz. Os desafios do professor do campo na contemporaneidade. In: LOPES, S. L. (Org.). Práticas Educativas na Educação do Campo: desafios e perspectivas na contemporaneidade. Boa Vista: Editora da UFRR, 2015. Capítulo I, p. 25–48.

MOLINA, Mônica Castagna; JESUS, Sônia Meira Santos Azevedo de. (Orgs.). Por Uma Educação Básica do Campo: contribuições para a construção de um projeto de Educação do Campo. Vol. 5. Brasília, DF: Editora UnB, 2004.

PALUDO, Conceição. Educação popular e educação do campo: nexos e relações. In: STRECK, Danilo Romeu; ESTEBAN, Maria Teresa. (Orgs). Educação popular: Lugar de construção social coletiva. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013, p. 64-76.

ROMANELLI, Otaíza Oliveira. História da Educação no Brasil. 30. ed. Petrópolis: Vozes, 2006.

RORAIMA. Universidade Estadual de Roraima. Cursos de Graduação. Disponível em: . Acesso em: 24 de outubro de 2018.

RORAIMA. Universidade Estadual de Roraima. Projeto Pedagógico do Programa de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Disponível em: Acesso em: 24 de outubro de 2018.

SAVIANI, Demerval. Formação de professores no Brasil: dilemas e perspectivas. Poíesis Peda-gógica, Catalão, GO, v. 9, n. 1, p. 07-19, jan./jun. 2011.

TORRES CARRILO, Affonso. A educação popular como prática política e pedagógica emancipadora. In: STRECK, Danilo Romeu; ESTEBAN, Maria Teresa. (Orgs.). Educação Popular: Lugar de construção coletiva. Petrópolis, RJ: VOZES, 2013.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro; VIANA, Cleide Maria Quevedo Quixadá. Formação de professores: um campo de possibilidades inovadoras. In: SILVA, Edileuza Fernandes da; VIANA, Ilma Passos Alencastro (Orgs.). A escola mudou. Que mude a formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-316

Refbacks

  • There are currently no refbacks.