Expansão democrática pelas redes sociais: uma visão das eleições de 2018/Democratic Expansion Through Social Midias: a take on 2018 Elections

Waldir Navarro Bezerra Junior

Abstract


O presente artigo pretende verificar a existência de uma tendência de alargamento democrático no Brasil como consequência da vasta participação política nas redes sociais nas eleições de 2018. Seria possível afirmar que esta vontade de interagir pelas redes foi acompanhada pela busca de um candidato com propostas claras de democracia participativa ou deliberativa? Nesta esteira, realizamos um breve apanhados comparativo entre a democracia pluralista e a participativa utilizando os EUA e a Constituição Brasileira de 1988 como base de análise, para, somente então, avaliarmos se a inteiração nas redes sociais se converteu na busca de políticas públicas expressa no plano de governo do presidente que se sagrou vencedor das eleições.


Keywords


Democracia Participativa, Redes Sociais, Eleições

References


ALLCOT, Hunt; GENTZKOW, Mathew. Social Media and Fake News in the 2016

Election. In: Journal of Economic Perspectives—Volume 31, Number 2—Spring 2017

CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet, 2013.

COSTA, Lucia Lortes da; SOUZA, Antônia de. Sociedade e Cidadania: desafios para o século XXI. 2ª Edição. Ponta Grossa, PR: Editora UEPG, 2010.

DAGNINO, Evelina. Sociedade civil, participação e cidadania: de que estamos falando? In: Daniel Mato (coord.), Políticas de ciudadanía y sociedad civil en tiempos de globalización. Caracas: FACES, Universidad Central de Venezuela, 2004.

DAGNINO, Evelina. Construção democrática, neoliberalismo e participação. In: Revista de Sociologia Política. Florianópolis: UFSC, 2004.

DAHL, Robert. Poliarquia: Participação e Oposição. São Paulo: Editora Universidade de São Paulo, 1997

FARIA, Cláudia Feres. Democracia Deliberativa: Habermas, Cohen e Bohman. São Paulo: Lua Nova, n. 29, 2000

GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação v. 16 n. 47. Rio de Janeiro, 2011.

PERUZZO, Cicilia M.K. Movimentos sociais, redes virtuais e mídia alternativa no junho em que “o gigante acordou”(?). Revista Matrizes. São Paulo, UFBA,

Ano 7 – nº 2 jul./dez. 2013

ROSSINI, Patrícia Gonçalves da Conceição; LEAL, Paulo Roberto Figueira. Efeitos da Campanha Virtural no Universo Das Mídias Sociais: o comportamento do eleitor no twitter nas eleições de 2010. In: Revista cosmopolítica, n. 3, vol, 1 ed. Rio de Janeiro, 2013.

RUEDIGER, Marco Aurelio (coord.). Redes Sociais nas Eleições de 2018. FGV-DAPP. Rio de Janeiro, 2018.

SKLANSKY, David A. Police and Democracy, 103 MICH. L. REV. 1699 (2005).

disponível em: https://repository.law.umich.edu/mlr/vol103/iss7/1

VASCONCELOS, Camila de et al. Cultura política e socialização política virtual: influência das redes sociais nas opiniões políticas de jovens estudantes da região do Distrito Federal e de seu entorno. Brazilian Journal of Development. v. 6, n.4,p.20282-20297apr.2020.ISSN 2525-8761 . Curitiba, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-201

Refbacks

  • There are currently no refbacks.