Estudo da prevalência de enteroparasitoses em manipuladores de alimentos de escolas do município de Umuarama, Paraná, Brasil / Study of the prevalence of intestinal parasites in food handlers in the city of schools Umuarama, Paraná, Brazil

Gilneia da Rosa, Valdeci Messa, Arianne Peruzo Pires Gonçalves Sereno, Adalgiza Pinto Netto, Karolaine Bezerra, Pollyana Linhares Sala, Sandra Geane Pereira de Souza, Rafaela Nicoletti Santos, Luiz Sérgio Merlini

Abstract


RESUMO

As doenças veiculadas por alimentos constituem um grave problema de saúde pública. Estimam-se que milhões de pessoas, em todo o mundo, são acometidas por doenças transmitidas por alimentos, e a maioria delas está ligada aos hábitos de higiene precários dos manipuladores, como higienização e controle ambiental de parasitas. Com isso, o objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de enteroparasitoses em manipuladores de alimentos das escolas públicas do município de Umuarama -PR e verificar possíveis associações da positividade para enteroparasitoses com variáveis socioeconômicas, comportamentais e ambientais. Participaram deste estudo 100 manipuladores de alimentos, todos do sexo feminino e com faixa etária entre 22 a 63 anos. Foram avaliados alguns aspectos socioeconômicos, que se relacionam com aspectos epidemiológicos das enteroparasitoses, como: faixa etária, sexo, renda familiar mensal, nível de escolaridade, número de pessoas residentes, condições de moradia, abastecimento de água, local das refeições, destino dos dejetos, instalações sanitárias, destino do lixo, hábito de ingerir frutas e verduras diariamente. No total das amostras estudadas, apenas 3% estavam parasitadas pelo protozoário, pertencendo à classe das Entamoebas, a Entamoeba coli. Apesar desta baixa frequência encontrada nesta pesquisa, ressalta-se a importância da educação sanitária como bons hábitos de higiene pessoal e de manipulação correta de alimentos, uma vez que podem ser transmitidos aos demais indivíduos, atuando desta forma na prevenção destas parasitoses e garantindo melhor qualidade de vida.

 


Keywords


Entamoeba coli, Enteroparasitoses, Manipuladores de Alimentos.

References


BELLIN, M.; GRAZZIOTIN, N. A. Prevalência de Parasitos Intestinais no Município de Sananduva/RS. NewsLab. 18 (104): 116-122, 2011.

CAPUANO, D. M.; OKINO, M. H. T.; BETTINI, M. J. C. B.; TAKAYANAGUI, O. M.; LAZZARINI, M. P.T.; CASTRO E SILVA, A. A. M. C.; FERREIRA, F. L. F.; TAKAYANAGUI, A. M. M. Busca ativa de teníase e de outras enteroparasitoses em manipuladores de alimentos no município de Ribeirão Preto, SP, Revista Brasileira Instituto Adolfo Lutz. 61 (1): 33-38, 2002.

CARNEIRO, L. Enteroparasitoses em Manipuladores de Alimentos de Escolas Publicas em Morrinhos - GO. Vita et Sanitas. 1 (1), 2007.

BARBOSA, L. C.; OLIVEIRA, R. F.; OLIVEIRA, M. A. Prevalência de Parasitismo em Animais de Estimação e Moradores de Bairros de São José dos Campos – SP. Anais do X Encontro Latino Americano de Pós-Graduação, Universidade do Vale do Paraíba, p. 211-212, 2003.

COSTA-CRUZ, J. M.; CARDOSO, M. L.; MARQUES, D. E. Intestinal parasites in school food handlers in the city of Uberlândia, Minas Gerais, Brazil. Revista Instituto Medicina Tropical. 37 (3): 191-196, 1995.

ELY, L. S.; ENGROFF, P.; LOPES, G. P.; WELANG, M.; GOMES, I.; DE CARLI, G. A. Prevalência de enteroparasitoses em idosos. Instituto de Geriatria e Gerontologia. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. 14 (4): 637-646, 2011.

FAUST, E. C.; D’ANTONI, I. C.; ODON, V.; MILLER, M. J.; PEREZ, E. C.; SAWITZ, W. A critical study of clinical laboratory techniques for the diagnosis of protozoan cysts and helminthes eggs in feces. I. Preliminary communication. American Journal of Tropical Medicine. 18 (2): 169-183, 1938.

FONTBONNE, A.; FREESE-DE-CARVALHO, E.; ECIOLI, M. D. Fatores de risco para poliparasitismo intestinal em uma comunidade indígena de Pernambuco, Brasil. Caderno de Saúde Pública. 17 (2): 174-181, 2001.

GAMBOA, M. I.; BASUALDO, J. A.; KOZUBSTY, L.; COSTA, E.; CUETO RUA, E.; LAHITTE, H. B. Prevalence of intestinal parasitosis within three population groups in La Plata, Argentina. European Journal of Epidemiology. 14 (1): 55-61, 1998.

GRILO, L. P.; CARVALHO, L. R.; SILVA, A. C.; VERRESCHI,ITN, I.T.N.; AL SAWAYA, A. L. Influência das condições socioeconômicas nas alterações nutricionais e na taxa de metabolismo de repouso em crianças escolares moradoras em favelas no município de São Paulo. Revista Associação Medica Brasileira. 46 (1):7-14, 2000.

HOFFMAN, W. A.; PONS, J. A.; JANER, S. The sedimentation concentration method in Schistosomiasis mansoni. American Journal of Public Health. 9 (1): 283-291, 1934.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Cidades, 2019. Disponível em . Acesso em 22 de novembro de 2019.

KÃFERTEIN, E. K.; MOTARJEMI, Y.; BETTCHER, D. W. Foodborne disease control: a transnational challenge. Emerging Infectious Diseases. 3 (1): 503-10, 1997.

KÄFERTEIN, F. E.; ABDUSSALAM, M. Food safety in the 21st century. Bull Wuo. 77 (2): 347-351, 1999.

LUDWIG, K. M.; FREI, F.; ALVARES, F.; ALVARES FILHO.; RIBEIRO-PAES, J.T. Correlação entre condições de saneamento básico e parasitoses intestinais na população de Assis, Estado de São Paulo. Revista Sociedade Brasileira Medicina Tropical. 32 (5): 547-555, 1999.

MEAD, P S.; LAURENCE, S.; DIETZ, V.; MCCAIG, L. F.; BRESEE, J. S.; SHAPIRO, C.; GRIFFIN, P. M.; TAUXE, R. V. Food-related illness and death in the United States. Emerging Infectious Diseases. 5 (1): 607- 625, 1999.

NEVES, DP. Parasitologia Humana. 11ª ed. São Paulo: Atheneu. 2005.

NOLLA, A. C.; CANTOS, G. A. Relação entre a ocorrência de enteroparasitoses em manipuladores de alimentos e aspectos epidemiológicos em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Caderno de Saúde Pública. 21 (2): 641-645, 2005.

OLIVEIRA, A. C. G.; SPOTO, M. H. F.; CANNIATTI-BRAZACA, S. G.; SOUZA, C. W. O.; SOUSA, C. P. Percepção dos consumidores sobre o comércio de alimentos de rua e avaliação do teste de mercado de caldo de cana processado e embalado em seis municípios do Estado de São Paulo, Brasil. Araraquara: Alimentos e Nutrição. 8 (4): 71-77, 2007.

ORLANDINI, M. R.; MATSUMOTO, L. S. Prevalência de parasitoses intestinais em escolares. Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus Luiz Meneghel, 2009. 22 f. [Monografia]. Disponível em < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1655-8.pdf>. Acesso em: 15 dez. 2019.

REY, L. Parasitologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 856p, 2001.

REZENDE, C. H. A.; COSTA-CRUZ, J. M.; GENNARI-CARDOSO, M. L. Enteroparasitoses em manipuladores de alimentos de escolas públicas em Uberlândia (MG), Brasil. Revista Pan-Americana de Saúde Pública. 2 (6): 392-397, 1997.

SILVA, E. J.; SILVA, R. M. G.; SILVA, L. P. Investigação de parasitos e/ou comensais intestinais em manipuladores de alimentos de escolas públicas. Journal of Biosciences. 25 (4): 160-163, 2009.

SILVA, C. G.; SANTOS, H. A. Ocorrência de parasitoses intestinais de área de abrangência do Centro de Saúde Cícero Idelfonso da Regional da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Minas Gerais. Revista Biologia Ciências da Terra. 10 (1): 1-9, 2001.

UCHOA, C. M. A.; LOBO, A. G. B.; BASTOS, O. M. P.; MATOS, A. D. Parasitoses Intestinais: Prevalência em Creches Comunitárias da Cidade de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Revista Instituto Adolfo Lutz. 60 (2): 97-101, 2001.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-157

Refbacks

  • There are currently no refbacks.