O marketing de experiência e as estratégias do ponto de venda físico versus plataforma digital: Estudo de caso CNA / The experience marketing and strategies the physical point of sale versus digital platform: Case of study CNA

Marcio Coutinho de Souza, Luisa Maia Miglio Silva, Mauro Lúcio Franco, Raquel de Souza Pompermayer, Anna Flávia Oliveira Novais, Artemiza Oliveira Souza, Carlos Antônio Gonçalves Rosado, Emiliane Aparecida Santos

Abstract


Este estudo teve como objetivo analisar as estratégias marketing de experiências no ponto de venda físico versus plataforma digital em uma franquia de idiomas. Inicialmente, se discute sobre o marketing de experiência e os cinco sentidos, também é tratado sobre o ponto de venda físico e a plataforma digital, comunicação sensorial, transmídia e influenciadores digitais. Foi utilizada a pesquisa bibliográfica, documental e estudo de caso. A partir da pesquisa junto a franquia de idiomas, foram constatadas as estratégias utilizadas com seus consumidores tanto no ponto de venda físico, quanto nas plataformas digitais. Assim, ao analisar a franquia e suas estratégias de marketing, foi possível verificar que a organização possui diversas ferramentas que possibilitam utilizar as estratégias de marketing de experiências. A pesquisa mostrou que as estratégias do ponto físico utilizando os fatores sensoriais são fundamentais para essa experiência. Mas com a evolução da forma de comprar e vender, proporcionada pelas plataformas digitais, passar a experiência além do ponto físico torna-se fundamental para as marcas, por isso, entender como suas estratégias podem conquistar o cliente vai além do contato físico. Infere-se com este estudo, a importância da experiência que gera relacionamento da marca com o cliente, contribuindo de maneira positiva para fixação da marca na memória dos consumidores.


Keywords


Marketing de experiência. Cinco sentidos. Ponto de venda físico. Marketing em plataforma Digital.

References


ALBERT, B., ANIL, B. An analysis of user‐generated content for hotel experiences. Journal of Hospitality and Tourism Technology, 4(3), 263-280. 2013. html>Acesso em 19 set. 2017.

ARMSTRONG, A. HAGEL, J. III. “The real value of on-line communities”. Harvard Business Review, May/June, pp. 134-41. 1996.

ARNAUT, R.; et al. A era transmídia. Revista Geminis, ano 2, n. 2, p. 259-275, 2011. Disponível em: http://www.revistageminis.ufscar.br/index.php/geminis/article/view/93/pdf. Acesso em: 15 out. 2017.

BATEY, M. O significado da marca: como as marcas ganham vida na mente dos consumidores. Rio de Janeiro: Best Business, 2010.

CANAL-CNA. CNA | I don't want to miss a class. 2019. Disponível em: . Acessado em 15 de dez. 2019.

CARVALHO, C.; ROSA, H. A. Os formadores de preferencias em blogs: importância deste ambiente na sobrevivência organizacional. Rev. Estudos da Comunicação, v. 9, n.18, pp. 27 – 33, 2008.

CHURCHILL; GILBERT A.JR., Marketing: Criando Valor Para os Clientes. São Paulo: Saraiva, 2005.

CNA Praia da Costa. Página da unidade franqueada do CNA no facebook. 2019. Disponível em: . Acessado em 15 de dez. 2019.

CNA. www.cna.com.br, 2019. Disponível em: . Acesso em: 15 de abril de 2019.

CNAoficial. Página oficial do CNA no facebook. 2019. Disponível em: . Acessado em 15 de dez. 2019.

CNA-portaldoestudante. Portal do estudante CNA. 2019.

CV-CNA. Clube de vantagens CNA. 2019. Disponível em: . Acessado em 15 de dez. 2019.

Disponível em: . Acessado em 15 de dez. 2019.

DONDIS, D. A. Sintaxe da Linguagem Visual. Martins Fontes ed., São Paulo – SP, 1997, 236 p.

DUARTE, Jorge; BARROS, Antonio (Orgs.). Métodos e técnicas de pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas, 2008.

GUTIERREZ, F. Linguagem total: Uma pedagogia dos meios de comunicação. São Paulo, Summus, 1978.

JENKINS, H. A cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

KOTLER, P; KELLER, K. L. Administração de marketing: A bíblia do marketing. 12. ed. São Paulo, 2006.

LINDSTROM, M. A lógica do consumo: verdades e mentiras sobre por que compramos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

LINDSTROM, M. Brand sense: segredos sensoriais por trás das coisas que compramos. Porto Alegre: Bookman, 2011.

LUÍS, D. Era marketing de experiência. 2014. Disponível em: plugcitarios.com/2017/10/15/era-marketing-de-experiencia/ Acesso em: 15 outubro 2017.

MONTELATTO, Luciano. 2015. Você sabe quem são os influenciadores digitais? Disponível em Acesso em: 01 de Maio de 2017.

MRA-CNA. Documento Interno - Manual de referência arquitetônica CNA. 2019. (disponível na intranet do CNA)

OLIVEIRA, V. Marketing de experiência na era digital. Disponível em implantandomarketing.com/marketing-de-experiencia-na-era-digital/. Acesso em: 15 de Outubro de 2017.

PC-CNA. Portal corporativo CNA. 2019. (disponível na intranet do CNA).

PUISAIS; MAC L.; POLITZER., 2004, Les arômes alimentaires, Tec et Doc-Lavoisier, p50-60.

ROBERTS, K. Lovemarks: O futuro além das marcas. São Paulo: M. Books, 2005. 224p.

ROSA, P.R.S. O uso de recursos audiovisuais e o ensino de ciências. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 17, n. 1, p.33-49, 2000.

SANTOS, S. M. S.; SILVA, P. P. P.; SANTOS, J. F., Gabriela Pugliesi: uma análise sobre o marketing de influência na rede social Instagram. Intercon, Caruaru, PE. 2016. Disponível em: < http://www.portalintercom.org.br/anais/nordeste2016/resumos/R52-0157-1.pdf>. Acesso em: 23/04/2017.

SCHMITT, B. Marketing Experimental. 1 ed. São Paulo: Editora Nobel. 2002.

SCHMITT, B. O modelo das experiências. 23. ed. São Paulo: Hsm Management, 2000.

SILVA, E.G. Et. al. Jogos Interativos: uma abordagem metodológica para auxiliar no processo ensino aprendizagem dos estudantes do 6º e 7º anos na Escola Campos Sales em Juscimeira/MT. Revista monografias ambientais – REMOA. Santa Maria, UFSM. 2015.

SILVA, J. M.; MAHFUJUR R.; A. S. M.; EL SADDIK, A. Web 3.0: A vision for bridging the gap between real and virtual. Proceedings of the 1st ACM International Workshop on Communicability Design and Evaluation in Cultural and Ecological Multimedia Systems, pp. 9-14, 2008.

SILVA, M.; TINCANI, D. Características e componentes do marketing de experiências: análise das ações realizadas pelo Itaú Unibanco no rock in rio 2011. Revista Científica Eletrônica UNISEB, Ribeirão Preto, v. 1, n. 2, p. 147-161, ago./dez. 2013.

SOUZA, M. C. et al. Análise bibliométrica de artigos sobre gestão do conhecimento publicados no Simpep entre anos 2012 a 2016. Brazilian Journal of Development. Curitiba. v. 5, n. 12, p. 31899-31912. 2019.

UZUNOGLU, E.; KIP, S. M. Brand communication through digital influencers: Leveraging blogger engagement. International Journal of Information Management. v. 34, n. 5 p.592-602. 2014.

WIND, Y. J. A plan to invent the marketing we need today. MIT Sloan Management Review, v. 49, n. 4, pp. 21-28. 2008.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-152

Refbacks

  • There are currently no refbacks.