Anjos da enfermagem: a utilização do lúdico como método essencial na humanização e na responsabilidade social / Angels of nursing: the use of the player as an essential method in humanization and social responsibility

Leandro Ferreira de Melo, Kalyane Kelly Duarte de Oliveira, Ana Katarina Dias de Oliveira, Pablo Ramon da Silva Carvalho, Lígia Fernanda de Araújo, Moisés de Oliveira Freire, Wesley Queiroz Peixoto, Andreza Halax Rebouças França

Abstract


INTRODUÇÃO: O programa Anjos da enfermagem: educação em saúde através do lúdico, desenvolve ações que visam proporcionar qualidade de vida e educação a saúde com uso de métodos que possibilitam um envolvimento bastante positivo, na relação Estudante- Profissional-Cliente. Um dos estados da federação brasileira que se encontra o projeto é no Rio Grande do Norte, por meio da Universidade Potiguar – UnP, na cidade de Mossoró. O grupo de voluntários é composto por 8 (oito) discentes do curso de enfermagem e 1 (um) professor/coordenador da instituição. Esta produção consiste num relato de experiência. OBJETIVOS: Refletir como as ações do brincar, enquanto meio para o cuidado de enfermagem e para promoção da saúde, possibilitam e diminuem a dor, a tristeza e medo contribuindo para minimizar traumas da doença e/ou hospitalização, utilizando princípios lúdicos. Expressar as experiências vivenciadas na aplicação do lúdico dentro do ambiente hospitalar por discentes/voluntários do programa anjos da enfermagem do núcleo Rio Grande do Norte dos Anjos da Enfermagem. MÉTODO: Trata-se de uma produção descritiva a partir de um relato de experiências de abordagem qualitativa, com base nas vivências e atuação dos AE do núcleo Rio Grande do Norte CONSIDERAÇÕES FINAIS: o exercício da cidadania dos estudantes e profissionais através da formação de grupos de voluntários, estudantes de enfermagem, para o acompanhamento de pessoas hospitalizadas, com o objetivo de aliviar a dor e o sofrimento de crianças, adultos, idosos com câncer, além de profissionais e acompanhantes. Capacitando os grupos acerca do lúdico, humanização da saúde e responsabilidade social em todos os espaços.

 

 


Keywords


Responsabilidade social, enfermagem oncológica, saúde da criança.

References


ANGELI, A. do A. C. de; LUVIZARO, N. A.; GALHEIGO, S. M. O cotidiano, o lúdico e as redes relacionais: a artesania do cuidar em terapia ocupacional no hospital. interface - comunicação saúde educação. v. 16. n. 40. p. 261-271. 2012. p. Disponível em: Acesso em: 15 de maio de 2020.

AZEVEDO, M. C. C. V. et al. Atuação das equipes da atenção primária na identificação precoce do câncer infanto-juvenil. Ver de pesquisa cuidado é fundamental online. v. 4. n. 3. p. 2692-2701. Rio de Janeiro: 2012. Disponível em: Acesso em: 31 de maio de 2020.

FLICK; U. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes; Ed Penso; ISBN 978- 85-65848-08-04; Porto Alegre, 2013. Disponível em https://www.ets.ufpb.br/pdf/2013/2%20Metodos%20quantitat%20e%20qualitat%20-%20IFES/Bauman,%20Bourdieu,%20Elias/Livros%20de%20Metodologia/Flick%20-%20Introducao%20%C3%A0%20Metodologia%20da%20Pesquisa.pdf Acessado em 31 de maio de 2020.

GUIMARÃES; J.C. A comunicação como uma tecnologia leve para o cuidado de enfermagem na perspectiva do filme patch adams: o amor é contagioso. 2015. 22. f. Artigo. (Trabalho de Conclusão de Curso de graduação em enfermagem). Universidade de Brasília, Brasília; Disponível em https://bdm.unb.br/bitstream/10483/12096/1/2015_JessicaCoelhoGuimaraes.pdf Acesso em 10 de maio de 2020.

INSTITUTO ANJOS DA ENFERMAGEM. Regulamento Interno 2012. Anjos da Enfermagem: educação em saúde através do lúdico. Ceará. 2012.

INSTITUTO ANJOS DA ENFERMAGEM, QUEM SOMOS? Anjos da Enfermagem: educação em saúde através do lúdico. Ceará. 2020. Disponível em https://anjosdaenfermagem.org.br/quem-somos/ Acessado em 31 de maio de 2020.

MARCONI M. A; LAKATOS E. M; Fundamentos de metodologia científica [recurso eletrônico] - 5. ed. Atlas ISBN 85-224-3397-6 - São Paulo: 2003. Disponível em https://docente.ifrn.edu.br/olivianeta/disciplinas/copy_of_historia-i/historia-ii/china-e-india. Acesso em: 28 de maio de 2020.

MARCHI, J A et al. Câncer Infanto Juvenil: Perfil de Óbitos. Rev Rene. Fortaleza. v. 14, n. 4. p. 911-919, 2013. Disponível em: Acesso em: 31 de maio de 2020..

RODRIGUES, D. A. et al; Práticas Educativas em saúde: o lúdico ensinando saúde para a vida; Rev. Ciênc. Saúde Nova Esperança. Paraíba. v. 13, n.1, p. 84-89, Jun. 2015. Disponível em http://www.facene.com.br/wp-content/uploads/2010/11/Pr--ticas-educativas-em-sa--de-PRONTO.pdf Acesso em 10 de maio de 2020.

SILVA, L.V.S; TANAKA; P.S.L; PIRES; M.R.G.M. BANFISA e (IN)DICA-SUS na graduação em saúde: o lúdico e a construção de aprendizados Rev Bras Enferm. jan-fev;68(1):124-30. Brasília, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v68n1/0034-7167-reben-68-01-0124.pdf Acesso em 10 de maio de 2020.

SVAVARSDOTTIR, E. K;SIGURDARDOTTIR, A.O.Benefits of a Brief Therapeutic Conversation Intervention for Families of Children and Adolescents in Active Cancer Treatment. Oncology Nursing Forum. v. 40. n. 5. 2013. Disponível em: Acesso em 29 de maio de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-148

Refbacks

  • There are currently no refbacks.