Uso de imagem Quickbird para o mapeamento do uso e ocupação do solo da ilha fluvial denominada Ilha Solteira / Use of Quickbird image for mapping land use and occupation of the river island called Ilha Solteira

Saulo Garé Ginak, André Luiz Altimare, Hélio Ricardo Silva

Abstract


O presente trabalho tem como objetivo mostrar a metodologia adotada no mapeamento do uso e ocupação do solo na área fluvial situada entre Ilha Solteira (SP) e Selvíria (MS), utilizando técnicas como sensoriamento remoto e sistemas de informação geográfica (SIG). As imagens empregadas apresentavam faixas azul, vermelha e verde e foram capturadas pelo satélite Quickbird em 4 de outubro de 2006. O software utilizado foi o SPRING 4.3, que emprega técnicas de processamento de imagens (contraste pela transformação linear da composição de cores) para permitir uma interpretação visual independente da imagem. cada canal de cor. Após a interpretação das fotos na tela e no trabalho de campo, foi gerado um mapa de seis categorias: capoeira (62,1%), capoeira fina (10,5%), campo de cerrado (arbustos) (25,6%), campos inundados (0,30%), solo exposto (1,3%) e uso humano (0,20%). A metodologia aplicada apresentou bons resultados no mapeamento do uso e ocupação do solo.

 


Keywords


sensoriamento remoto, uso do solo, processamento de imagens, sensoriamento remoto, uso da terra, processamento de imagens.

References


Arruda, M. B. 2001. Ecossistemas Brasileiros. Brasília-DF, Ed. Ibama, 51p.

Green, K. The Potential and limitations of remote sensing and GIS in providing ecological information. In: Sample, V. A. (ed). Remote sensing and GIS in ecosystem management. Washington: Island Press, 1994. Part 4. cap. 19. p. 327 – 336.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Manual Técnico da Vegetação Brasileira. Manuais Técnicos em Geociências, Nº 1, Rio de Janeiro 1992, 92 p.

Mittermeier, R. A.; Myers, N.; Thomsen, J.B.;Fonseca,G.A.B. & Olivieri.1998. Biodiversity hotspots and major tropical wilderness areas: approaches to setting conservationpriorities. Conservation Biology, 12(3):516-520

Mota, S. Planejamento Urbano e Preservação Ambiental. Fortaleza, Edições UFC, 1981

Pinheiro, E.S. ; Kux, H.J.H. Uso de imagens quickbird para o mapeamento de um setor da mata atlântica no rs: estudo de caso, cpcn pró-mata. Anais XI SBSR, Belo Horizonte, Brasil, 05-10 abril 2003, INPE, p. 293- 296.

Silva, M.K.A. et al Mapeamento do uso do solo no município de Pedrinópolis – MG. Anais XII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Goiânia, Brasil, 16-21 abril 2005, INPE, p. 285-291.

Silva, V.V., 2002. Médio Vale Paraíba do Sul: Fragmentação e Vulnerabilidade dos Remanescentes da Mata Atlântica. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, Universidade Federal Fluminense, RJ. 109pp.

SOS Mata Atlântica, Atlas da Mata Atlântica. Disponível em: Acesso em: 14 de outubro de 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-138

Refbacks

  • There are currently no refbacks.