Avaliação de fatores de risco cardiovascular em pacientes submetidos ao tratamento hemodialítico - importância clínica segundo o escore de Framingham / Assessment of Cardiovascular Risk Factors in Patients undergoing hemodialysis - Clinical Importance According to Framingham Score

Greici Daiani Berlezi, Matheus Ribeiro Bizuti, Maiara Vanusa Guedes Ribeiro, Camila Zanesco, Débora Meneghel, Érica de Brito Pitilin, Fabiana Brum Haag, Renata Calciolari Rossi, Débora Tavares de Resende e Silva

Abstract


Introdução: A doença cardiovascular (DCV) é a principal causa de óbito na população com doença renal crônica (DRC), principalmente na população em terapia renal substitutiva (TRS). Objetivos: Identificar o perfil dos pacientes com doença renal crônica atendidos em um serviço de hemodiálise e estimar o risco de futuros eventos cardiovasculares. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, exploratório e transversal desenvolvido na Clínica Renal do Oeste, da cidade de Chapecó-SC. A população alvo foi composta por pacientes em TRS de ambos os sexos e que estavam em tratamento hemodialítico (HD). A amostra final foi composta de 71 pacientes. O risco cardiovascular foi avaliado usando o Escore de risco de Framingham (ERF). Resultados: Foi possível identificar nos pacientes em tratamento hemodialítico alguns fatores que influenciam o desenvolvimento de uma doença cardiovascular, fatores como: perfil lipídico e medidas antropométricas. Contudo, os parâmetros de colesterol total, LDL, HDL, triglicerídeos, pressão arterial sistólica, proteína C reativa e Escore de Risco de Framingham não apresentaram diferença significativa entre os diferentes grupos em anos de tratamento hemodialítico. Conclusão: A partir dos resultados obtidos no estudo, verifica-se que existem diferentes fatores que influenciam no acometimento de uma DCV, todavia, nos participantes deste estudo, apenas o ERF apresentou valores considerados elevados para uma possível DCV. Os demais parâmetros analisados não geraram aspecto positivo para uma possível DCV.

 

 


Keywords


Diálise Renal, Insuficiência Renal Crônica, Doenças cardiovasculares.

References


ABE, M.; KALANTAR-ZADEH, K. Hypoglycemia induced by hemodialysis and glycemic disorders. Nat Rev Nephrol. v.11, n.5, p.302-313, mai. 2015. https://10.1038/ nrneph.2015.38.

ARQUIVOS BRASILEIROS DE CARDIOLOGIA. 7ª Diretriz Brasileira de

Hipertensão Arterial. 2016. Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2016/05_HIPERTENSAO_ARTERIAL.pdf. Acesso em: 20 outubro 2019.

BARBOSA, AC.; SALOMON, ALR. Resposta inflamatória de pacientes com doença renal crônica em fase pré-dialítica e sua relação com a ingestão proteica. Comun Ciênc Saúde. v.23, n.2, p.111-125, jun. 2012.

CESARINO, CB. et al. Avaliação do risco cardiovascular de pacientes renais crônicos segundo critérios de Framingham. Acta Paul Enferm. v.26, n.1, p.101-107, fev. 2013. https://doi.org/10.1590/S0103-21002013000100016.

CIPPÀ, PE. et al. Risk Stratification for Rejection and Infection after Kidney Transplantation. Clin J Am Soc Nephrol. v.10, n.12, p.2213-2220, dez. 2015. https:// 10.2215/CJN.01790215.

DAS, M. et al. Increased prevalence of coronary artery disease, silent myocardial ischemia, complex ventricular arrhythmias, atrial fibrillation, left ventricular hypertrophy, mitral annular calcium, and aortic valve calcium in patients with chronic renal insufficiency. Cardiol Rev. v.14, n.1, p.14-17, fev. 2006. https://10.1097 / 01.crd.0000148162.88296.9f.

FAZAL, MA.; IDREES, MK.; AKHTAR, SF. Dyslipidaemia among renal transplant recipients: cyclosporine versus tacrolimus. J Pak Med Assoc. v.64, n.5, p.496-499, mai. 2014.

FERNANDES, NMDS. et al. Body size and longitudinal body weight changes do not increase mortality in incident peritoneal dialysis patients of the Brazilian peritoneal dialysis multicenter study. Clinics (São Paulo). v.68, n.1, p. 51-58, set. 2013. http://dx.doi.org/10.6061/clinics/2013(01)OA08.

FRANCO, MRG. et al. O impacto da variação do índice de massa corporal (IMC) na mortalidade de pacientes idosos incidentes em diálise peritoneal. Braz J Nephrol. v.39, n.3, p.267-274, out. 2017. http://dx.doi.org/10.5935/0101-2800.20170050.

GREFFIN, S. et al. Doença renal crônica e síndrome metabólica como fatores de risco para doença cardiovascular. Braz J Nephrol. v.39, n.3, p.246-252, nov. 2016. https:// 10.5935/0101-2800.20170040.

LEITE, EMD. et al. Perfil clínico de pacientes submetidos à hemodiálise. Rev Paraninfo Digital. 2013.

MIYAHIRA, CK. et al. Avaliação da dor torácica, sono e qualidade de vida de pacientes com doença renal crônica. Arq Ciênc Saúde. v.23, n.4, p.61-66, dez. 2016. https://doi.org/10.17696/2318-3691.23.4.2016.486.

MORAES, L. et al. Identificação de risco cardiovascular pela razão triglicerídeo/HDL-colesterol em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Sci Medica. v.27, n.3, p.6-9, ago. 2017. https://10.15448/1980-6108.2017.3.27369.

QUNIBI, WY. The CARE study and cardiovascular calcification. Manag Care Langhorne Pa. v.15, n.3, p.1-5, mar. 2006.

STENVINKEL, P.; PECOITS-FILHO, R.; LINDHOLM, B. Coronary artery disease in end-stage renal disease: no longer a simple plumbing problem. J Am Soc Nephrol JASN. v.14, n.7, p.1927-1939, jul. 2003. https://doi.org/10.1097/01.ASN.0000069165.79509.42.

RITZ, E.; WANNER, C. Lipid changes and statins in chronic renal insufficiency. J Am Soc Nephrol. v.17, n.13, p.226-230, dez. 2006. https://10.1681/ASN.2006080919.

TURUCHIMA, MT.; FERREIRA, TC.; BENNEMANN, RM. Associação entre indicadores antropométricos (imc e cc) em relação ao risco para doenças cardiovasculares. Saúde e Pesquisa. v.8, n.1, p.55-63, abr. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-110

Refbacks

  • There are currently no refbacks.