Proposta de modelos para o ensino de física de partículas elementares na educação básica / Proposal of models for the teaching of elementary particle physics in basic education

João Augusto Soares Neto, Paulo Renda Anderson, Moacy José Stoffes Junior, Cléver Reis Stein, Adel Rayol de Oliveira Silva

Abstract


É preciso transformar o ensino de Física tradicionalmente oferecido por nossas escolas em um ensino que contemple o desenvolvimento da Física Moderna e Contemporânea. Entretanto, a falta de infraestrutura das escolas para oferecer um ambiente adequado às aulas práticas de ciências; a carência de oportunidades para treinamento de professores; a dificuldade ao acesso a novas tecnologias para a educação, entre outros fatores são desafios a serem superados. Por outro lado, o uso de jogos, jogos eletrônicos, simulações computacionais, adequadamente inseridos em uma sequência didática, têm se mostrado efetivos para o desenvolvimento de habilidades e competências necessários a formação sólida dos estudantes. A interatividade destas novas ferramentas traz um novo significado para a aprendizagem, no qual o aluno é o agente de construção de seu próprio conhecimento. Nesta perspectiva, este trabalho apresenta uma pesquisa sobre novas ferramentas para o ensino de física de partículas elementares, as organizando e propondo uma sequência didática apropriada.

 


Keywords


Física de partículas, métodos de ensino lúdicos, Ensino Médio.

References


ALVES. M. F. S.; COSTA, L. G. Proposta de aplicação de Física de partículas elementares para o Ensino Médio: um jogo sobre o modelo padrão. In: II Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa, outubro de 2010.

ALVES, V. C.; BERTOLINI, M. S. O lúdico como ferramenta no ensino de física. In: Atas do XV Simpósio Nacional de Ensino de Física, Curitiba, 2003.

ABDALLA, M. C. B. Sobre o discreto charme das partículas elementares. Física na Escola, v. 6, n. 1, 2005.

BRASIL. Lei nº 9. 394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, n. 248, 23 dez. 1996.

______. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Ministério da educação. Secretaria da Educação e Tecnologia. Acesso em 13 de novembro de 2016.

BRITO, C.E. C. de; A Física dos Filmes de Hollywood: seria essa uma fonte segura de conhecimento? Disponível em

Acesso em 24 de outubro de 2016.

CAVALCANTE, M. A.; TAVOLARO, C. R. C. . Uma oficina de física moderna que vise a sua inserção no ensino médio. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 18, n. 3:p. 297-315, dez. 2001.

CHAIKLIN, S. A zona de desenvolvimento próximo na análise de Vigotski sobre aprendizagem e ensino. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 16, n. 4, p. 659-675, out. /dez. 2011

DELORS, J. (Org). Educação: um tesouro a descobrir. 4. ed. -São Paulo – SP: Cortez, 2000.

FERREIRA, D. R.; et al. Simulações computacionais como ferramenta didática no ensino de radioatividade. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 6, 2019.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam/Paulo Freire. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1988.

FOGAÇA, J. R. V.; LCH: O maior acelerador de partículas do mundo. Mundo Educação. Disponível em Acesso em 27 de novembro de 2016.

G1-SP, UNESP LANÇA JOGO DE COMPUTADOR PARA ENSINAR FÍSICA QUÂNTICA. Disponível em < http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2010/05/unesp-lanca-jogo-de-computador-para-ensinar-fisica-quantica.html > Acesso em 24 de novembro de 2016.

GALVEZ, P. E. G. Impacto das Mídias Sociais no Processo de Ensino Aprendizagem. Revista Eletrônica Saberes da Educação, v. 5, n. 1, 2014.

GIL, A. C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

INSTITUTO de Física da USP. Partículas Elementares: César Lattes e as Emulsões nucleares. Disponível em: . Acesso em 28 de outubro de 2016.

LLANO, J. G. A informática educativa na escola. São Paulo – SP: Layola, 2006.

MACHADO, D. I.; NARDI, R. AVALIAÇÃO DO ENSINO DO ENSINO E APRENDIZAGEM DE FÍSICA MODERNA NO ENSINO MÉDIO, 2003.

MOREIRA, M. A. O modelo padrão da física de partículas. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 31, n. 1, p. 1306 (1-11), 2009.

_________, A física dos Quarks e a Epistemologia. Disponível em < http://www.if.ufrgs.br/~moreira/quarks.pdf > Acesso em 27 de novembro de 2016.

NUNES, J. C.; MACEDO, E. R. Introdução ao ensino da física quântica no ensino médio: um relato de experiência. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 7, 2019.

OLIVEIRA, A. J. de.; Game Brasileiro Ensina Física de Partículas Através de Missões para Colonizar marte. Disponível em < http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/02/game-brasileiro-ensina-fisica-de-particulas-atraves-de-missoes-para-colonizar-marte.html > Acesso em 24 de novembro de 2016.

OLIVEIRA, S. Geração Y: Era das conexões tempo dos relacionamentos. Clube dos autores, 2009.

OSTERMANN, F. MOREIRA, M. A. . “PARTÍCULAS ELEMENTARES E INTERAÇÕES FUNDAMENTAIS” NO ENSINO MÉDIO DE FÍSICA: UMA EXPERIÊNCIA A PARTIR DO ESTÁGIO DE UM ALUNO DE “PRÁTICA DE ENSINO DE FÍSICA” DA UFRGS. 2000. 14. Disponível em Acesso em 24 de novembro de 2016.

________. UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA SOBRE A ÁREA DE PESQUISA “FÍSICA MODERNA E CONTEPORÂNEA NO ENSINO MÉDIO”. 2001. Acessado dia 15 de agosto de 2014. Disponível em Acesso em 24 de novembro de 2016.

PEREIRA, D. R. O.; AGUIAR, O. ENSINO DE FÍSICA NO NÍVEL MÉDIO: TÓPICOS DE FÍSICA MODERNA E EXPERIMENTAÇÃO. Disponível em . Pdf. Acesso em 24 de novembro de 2016.

PINHEIRO, L. A. Partículas elementares e interações fundamentais no ensino médio. 2011. 313 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

PUCCI, L. F. S.; BAUER, C. Tecnologia educacional no ensino de Física e de ciências da natureza, nos depoimentos de pesquisadores protagonistas: construtivismo versus Instrucionismo, concreto versus virtual. Revista Científica, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 361-378, jul. /dez. 2008.

REYNOL, F.; VIDEOGAME QUE ENSINA FÍSCIA. Agência FAPESP 11/05/2010. Disponível em < http://agencia.fapesp.br/videogame_que_ensina_fisica/12160/ > Acesso em 25 de novembro de 2016.

ROCHA, L.; 10 Curiosidades sobre o Grande Colisor de Partículas do CERN. Disponível em Acesso 27 de novembro de 2016.

SAMPAIO, M. M. (Org. ). O cotidiano escolar face às políticas educacionais. Araraquara: JM, 2002. p. 7-18.

SCHIAVONI, J. E. Mídia: o papel das novas tecnologias na sociedade do conhecimento. 2005. Disponível em . Acesso em 2 de setembro de 2016.

SIQUEIRA, M. R. P. DO VÍSIVEL AO INDIVÍSIVEL: UMA PROPOSTA DE FÍSICA DE PARTÍCULAS ELEMENTARES PARA O ENSINO MÉDIO. 2006. Disponível em < http://www. nupic. fe. usp. br/Publicacoes/teses/DissertMAXWELL. pdf > Acesso em 24 de novembro de 2016.

SPRACE GAME, Disponível em < http://www.sprace.org.br/pt-br/sprace-game > Acessado dia 24 de novembro de 2015.

FAPESP, A. VIDEOGAME QUE ENSINA FÍSICA. Disponível em < http://www.bv.fapesp.br/namidia/noticia/36965/videogame-ensina-fisica/ > Acesso em 24 de novembro de 2016.

SOUZA, M. T.; et al. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, v. 8, n 1, p. 102-106. 2010.

TERRAZAN, E. A INSERÇÃO DA FÍSICA MODERNA E CONTEMPORÂNEA NO ENSINO DE FÍSICA NA ESCOLA DE 2º GRAU. Disponível em < https://periodicos. ufsc. br/index. php/fisica/article/viewFile/7392/6785 > Acesso em 24 de novembro de 2016.

TERRAZAN, Eduardo Adolfo. A inserção da física moderna e contemporânea no ensino de física na escola de 2º GRAU. Caderno Catarinense de Ensino de Física, Florianópolis, v. 9, n. 3, p. 209-214, dez. 1992.

TUNES, E. et al. O professor e o ato de ensinar. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, p. 689-698, set. /dez. 2005.

VIEIRA, C. L. Lattes: nosso herói da era nuclear. Física na Escola, v. 6, n. 2, 2005.

________.; História da física: Artigos, ensaios e resenhas. Instituto Ciência Hoje, Rio de Janeiro. 1ed 2015. Disponível em < http://mesonpi.cat.cbpf.br/escola2015/downloads/material/historia_da_fisica.pdf > Acesso dia 27 de novembro de 2016.

LATTES, C., Cesar Lattes. Canal Ciência. Disponível em < http://www.canalciencia.ibict.br/notaveis/cesar_lattes.html > Acesso em 27 de 11 de novembro de 2016.

WHITTMORE, R.; KNALF, K. The integrative review: updated methodology. Blackwell Publishing Ltd, Journal of Advanced Nursing, v. 52, n. 5, p. 546-553. 2005.

YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A. Física IV: ótica e física moderna. 12 ed. São Paulo: PEARSON, 2009.

ZOLNERKEVIC, I.; PARTICULAS ELEMENTARES E DIVERTIDAS. Jornal UNESP – Maio/2006 – Ano XX – Nº 211.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-078

Refbacks

  • There are currently no refbacks.