Agroindustrialização de frango caipira no estado do Maranhão: Caracterização socioeconômica de agricultores familiares e elaboração de planta baixa / Agroindustrialization of free-range chicken in the state of Maranhão: Socioeconomic characterization of family farmers and preparation of floor plans

Alanna Raissa de Araújo Silva, Valéria Rubim Lima, Paulo Filipe Alves Corrêa, Gustavo de Castro e Silva Araújo, Maria de Fátima Ferreira Mendes, Tânia Maria Duarte Silva, Fabiola Ewerton K. Mesquita, Danilo Cutrim Bezerra, Hamilton Pereira Santos, Viviane Correia Silva Coimbra, Nancyleni Pinto Chaves Bezerra

Abstract


Objetivou-se com o estudo elaborar estratégia para fortalecimento da agroindustrialização de frango caipira no estado do Maranhão por meio da caracterização socioeconômica dos agricultores familiares e posterior elaboração de planta baixa. Para isso, o estudo foi realizado em duas etapas: (i) pesquisa documental para a caracterização socioeconômica dos agricultores familiares por meio de levantamento de informações no órgão de defesa do estado; e, (ii) elaboração de perfil simplificado de planta baixa individual seguindo as normas da engenharia e da produção de alimentos por meio de uma equipe multidisciplinar. A caracterização do público alvo possibilitou obter informações inéditas, como: (i) predominância do gênero masculino na atividade; (ii) a maioria dos avicultores possui o ensino médio completo; (iii) renda familiar não ultrapassa, em sua maioria, dois salários mínimos; e, (iv) a avicultura é a principal fonte de renda para a maioria das famílias. Portanto, com a planta do abatedouro elaborada gera-se um quadro de prospecção de desenvolvimento local das famílias com a agroindustrialição do frango caipira que se reverterá em renda, além de contribuir com o desenvolvimento regional e econômico do Estado, pilares da agricultura familiar. Com a estratégia proposta espera-se que esta se reverta em mudanças positivas do perfil socioeconômico dos agricultores familiares.

 

 


Keywords


Agroindústria familiar, galinha caipira, políticas públicas, mediadores sócio-econômicos.

References


ALEIXO, C. E. M.; CRUZ, C. E. B.; LIMA, P. V. P. S. A presença da produção animal como principal fonte de renda nos assentamentos de Reforma Agrária da Região Nordeste. In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, Petrolina, 4., 2006, Petrolina. Anais... Petrolina: CNPA, 2006.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13532. Elaboração de projetos de edificações - Arquitetura. 1995. Disponível em: . Acesso em: 02 mai. de 2020.

BRASIL. Ministério da Agricultura e Abastecimento. Portaria n° 210 de 10 de novembro de 1998. Aprovar o Regulamento Técnico da Inspeção Tecnológica e Higiênico-Sanitária de Carne de Aves. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 05 de março de 1999. Disponível em:. Acesso em: 22 mai. 2020.

BRASIL. Presidência da República. Decreto n° 9.013 de 29 de março de 2017. Regulamenta a Lei n° 1.283, de 18 de dezembro de 1950, e a Lei n° 7.889 de 23 de novembro de 1989 que dispõe sobre a inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 29 de março de 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 mai. 2020.

ESTEVAM, D. de O.; SALVARO, G. I. J.; SANTOS, V. J. D. dos. Os desafios da inserção formal de produtos da agricultura familiar nomercado. Redes - Santa Cruz do Sul: Universidade de Santa Cruz do Sul, v. 23, n.1, p. 262-281, 2018.

FREITAS, A. F. de; FREITAS, .M. A. M. FREITAS, A. F. de. A trajetória das organizações de agricultores familiares e a implementação de políticas públicas: um estudo de dois casos. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 57, n. 01, p. 9-28, 2019.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (org). Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo, v. 5, p. 61, 2008.

GRISA, C.; SCHNEIDER, S. Três gerações de políticas públicas para a agricultura familiar e formas de interação entre sociedade e estado no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, p. 125-146, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Estados - MA. 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 mai. 2020.

KUBITZA, F. Os caminhos para uma piscicultura sustentável. Panorama de Aquicultura, v. 20, n. 119, p. 16-23, 2010.

MARANHÃO. Governo do Estado do Maranhão. Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento. Regiões de Planejamento do Estado do Maranhão. Instituto Maranhense de

Estudos Socioeconômicos e Cartográficos, Universidade Estadual do Maranhão .São Luís: SEPLAN, 2008. 103 p.

MARANHÃO. Governo do Estado do Maranhão. Lei nº 10.086, de 20 de maio de 2014. Dispõe sobre a habilitação sanitária de estabelecimento agroindustrial familiar, de pequeno porte ou artesanal, para elaboração e comercialização de produtos da agroindústria no Estado da Maranhão e dá outras providências. Diário Oficial [do] Estado do Maranhão, São Luís, MA, 20 de maio de 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 mai. 2020.

MARANHÃO. Governo do Estado do Maranhão. Lei nº 10.086, de 20 de maio de 2014b. Dispõe sobre a habilitação sanitária de estabelecimento agroindustrial familiar, de pequeno porte ou artesanal, para elaboração e comercialização de produtos da agroindústria no Estado da Maranhão e dá outras providências. Diário Oficial [do] Estado do Maranhão, São Luís, MA, 20 de maio de 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 mai. 2020.

MOSSMANN, M. P.; TEO, C. R. P. A.; BUSATO, M. A.; TRICHES R. M. Interface Between Family farmin and school feeding: barriers and coping mechanisms from the perspective os diferente social actors in Southern Brazil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 55, n. 2, p 325-342, 2017.

MUMIC, B.; AGUIAR, K. A. P.; LIVRAMENTO, D. E. do. A importância do associativismo na organização de produtores rurais. Revista de Iniciação Científica da LIBERTAS, v. 5, n. 1, p. 5-22, 2015.

OLIVEIRA, N. I. da S. de; FLORENTINO, A. C. Avaliação socioeconômica dos piscicultores do município de Porto Grande, Amapá, Brasil. Ciência e Natura, v.40, n. 31, p. 1-9. 2018.

SARAIVA LEÃO, H. C. R.; VALENTE JÚNIOR, A. S. Perfil Econômico do Maranhão. Informe ETENE: Banco do Nordeste, 2018. 27 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-071

Refbacks

  • There are currently no refbacks.