Mortalidade devido a queimaduras em crianças entre zero e quatro anos no Brasil / Mortality to burns in children between zero and four years in Brazil

Addler Filipe da Cruz Bezerra, Pauliana Valéria Machado Galvão, Joseli Menezes Conceição, José Márcio Nogueira da Silva, Eliane Helena Alvim de Souza, Emanuel Sávio de Souza Andrade

Abstract


Objetivo: Descrever o perfil sociodemográfico das vítimas fatais de queimaduras menores de quatro anos no Brasil e as causas mais comuns de morte.Métodos: Estudo quantitativo, epidemiológico, retrospectivo e descritivo de série histórica da causa de morte por queimaduras, no período de 2000 a 2014, no Brasil, essencialmente baseado em dados secundários oficiais de domínio público. A amostra constituiu-se dos registros de morte por queimaduras encontrada no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), organizada a partir da Classificação Internacional de Doenças em sua 10ª edição (CID-10).  Resultados: Entre 2000 e 2014, 1581 casos de morte por queimaduras foram relatados em crianças entre zero e quatro anos no Brasil. Mortes por queimadura atingem mais o sexo masculino (66,1%). A residência foi o local de 50% dos acidentes, e principal causa de morte envolveu correntes elétricas artificiais (71,22%). A região Nordeste foi a mais acometida no País (53,89%).Conclusões: Crianças do sexo masculino, em idade pré-escolar são mais suscetíveis a morrer vítimas de queimaduras, tendo sua residência como principal local do evento que a leva à óbito. Tendo em vista tais características, se faz necessário a intensificação de campanhas de conscientização e ações educativas a partir de políticas públicas para a contínua diminuição do número de vítimas de queimaduras em todo o País. 


Keywords


Queimaduras, Epidemiologia, Criança, Mortalidade, Medidas Epidemiológicas

References


Fernandes FMF de A, Torquato IMB, Dantas MS de A, Pontes Júnior F de AC, Ferreira J de A, Collet N. Queimaduras em crianças e adolescentes: caracterização clínica e epidemiológica. Rev Gaúcha Enferm. 2012;33(4):133–141. DOI: 10.1590/S1983-14472012000400017

Leitão EPDC, Gomes HFDC, Silva VATD, Santana RV. Estudo epidemiológico de pacientes internados na unidade de tratamento de queimados do Hospital Geral de Vila Penteado - São Paulo. Rev Bras Cir Plástica. 2014;29(2):264–8. http://www.dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2014RBCP0049

Carvalho CM de, Faria GE de L, Milcheski DA, Gomez D de S, Ferreira MC. Estudo clínico epidemiológico de vítimas de queimaduras elétricas nos últimos 10 anos. Rev Bras Queimaduras. 2012;11(4):230–3.

Dias LDF, Oliveira AF, Juliano Y, Ferreira LM. Unidade de Tratamento de Queimaduras da Universidade Federal de São Paulo: estudo epidemiológico. Rev Bras Cir Plástica. 2015;30(1):86–92.

Macedo AC, Proto RS, Moreira SS, Gonella HA. Estudo epidemiológico dos pacientes internados na Unidade de Tratamento de Queimados do Conjunto Hospitalar de Sorocaba entre 2001 a 2008. Rev Bras Queimaduras. 2012;11(1):23–5.

Greco Júnior JB, Moscozo MVA, Lopes Filho AL, Menezes CMGG de, Tavares FM de O, Oliveira GM de, et al. Tratamento de pacientes queimados internados em hospital geral. Rev Bras Cir Plástica. 2001;22(4):228–232.

Liberal EF, Aires RT, Aires MT, Osório A de A. Escola segura. J Pediatr (Rio J). 2005;81(5):155–63.

Brasil. Acidentes domésticos ainda são principal causa de morte de crianças até 9 anos [Internet]. Governo do Brasil. [citado 6 de março de 2018]. Disponível em: http://www.brasil.gov.br/saude/2013/09/acidentes-domesticos-ainda-sao-principal-causa-de-morte-de-criancas-ate-9-anos

Biscegli TS, Benati LD, Faria RS, Boeira TR, Cid FB, Gonsaga RAT. Perfil de crianças e adolescentes internados em Unidade de Tratamento de Queimados do interior do estado de São Paulo. Rev Paul Pediatr. setembro de 2014;32(3):177–82. http://dx.doi.org/10.1590/0103-0582201432305

Rossi LA, Ferreira E, Costa EC, Bergamasco EC, Camargo C. Prevenção de queimaduras: percepção de pacientes e de seus familiares. Rev Lat Am Enfermagem. 2003;11(1):36–42. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692003000100006

Brasil. Política Nacional de Redução da Morbimortalidade por Acidentes e Violência. Rev Saude Publica. 2000;34(4):427–30.

Martins CB de G, Andrade SM de. Queimaduras em crianças e adolescentes: análise da morbidade hospitalar e mortalidade. Acta Paul Enferm. 2007;20(4):464–469. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002007000400013.

Coutinho BB de A, Balbuena MB, Anbar RA, Anbar RA, Almeida PYNG de. Perfil epidemiológico de pacientes internados na enfermaria de queimados da Associação Beneficente de Campo Grande Santa Casa/MS. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(2):50–53. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-51752010000400006

Gaspar VL, Lamounier JA, Cunha FM, Gaspar JC. Factors related to hospitalization due to injuries in children and adolescents. J Pediatr (Rio J). 2004;80(6):447–452.

Satcher D, Fryer Jr. GE, McCann J, Troutman A, Woolf SH, Rust G. What If We Were Equal? A Comparison Of The Black-White Mortality Gap In 1960 And 2000. Health Aff (Millwood). 2005;24(2):459–64. doi: 10.1377/hlthaff.24.2.459.

Gimeniz-Paschoal SR, Nascimento EN, Pereira DM, Carvalho FF. Ação educativa sobre queimaduras infantis para familiares de crianças hospitalizadas. Rev Paul Pediatr. 2007;4(25):331–336. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822007000400006

Vendrusculo TM, Balieiro CRB, Echevarría-Guanilo ME, Junior JAF, Rossi LA. Queimaduras em ambiente doméstico: características e circunstâncias do acidente. Rev Lat Am Enfermagem. 2010;18(3):444–451

Roch HJS, Lira SVG, Abreu RNDC, Xavier ÉP, Vieira LJE de S. The profile of accidents by hot liquids in children attended at a reference center in Fortaleza. Rev Bras Em Promocao Saude. 2007;20(2):86.

Coutinho ACO, Nery RV, Borges RCS, Caldato MCF, Reis DLA, Reis CAS, Souza Júnior JRT, Magno IMN. “A Casa dos 7 Erros”: Utilização de tecnologia educativa para prevenção de acidentes domésticos / “The House of 7 Errors”: Use of educational technology to prevent domestic acidentes. Braz. J. of Develop., 2020;6(2): 5697-5706 /doi.org/10.34117/bjdv6n2-027

Scarpin JE, Slomski V. Estudo dos fatores condicionantes do índice de desenvolvimento humano nos municípios do estado do Paraná: instrumento de controladoria para a tomada de decisões na gestão governamental. Rev Adm Pública-RAP. 2007;41(5):909–33.

IDHM Municípios 2010 | PNUD Brasil [Internet]. [citado 6 de março de 2018]. Disponível em: http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0/rankings/idhm-municipios-2010.html

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional por amostra de domicílios : síntese de indicadores 2015. Rio de Janeiro: IBGE; 2016.

Silva IG, Santos AJ. Qualidade da vinculação e modelo interno de funcionamento do Self, em crianças vítimas de queimaduras. Referência-Rev Enferm. 2011;3(3):85–93.

Batista LTO, Rodrigues FA, Vasconcelos JMB. Características clínicas e diagnóstico de enfermagem em crianças vítimas de queimadura. Rev Rene. 12(1):158–62.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-062

Refbacks

  • There are currently no refbacks.