Análise do atendimento a pessoa surda: um estudo preliminar em um Aeroporto no Sul do Brasil / Analysis of service to deaf people: a preliminary study in an Airport in Southern Brazil

Lopez Monica Holdorf, Vergara Lizandra Garcia Lupi

Abstract


 Atividades cotidianas que são desempenhadas com facilidade por pessoas ouvintes podem ser para os sujeitos surdos um desafio. A comunicação é a maior barreira enfrentada por eles, embora existam leis que determinam que locais de atendimento público possuam funcionários capacitados em LIBRAS essa ainda não é uma realidade. Este artigo realizou um levantamento de dados com 15 funcionários de algumas Cias Aéreas de um Aeroporto no Sul do País, com o intuito de conhecer como estes funcionários estão sendo preparados e se estão aptos para atender a este público. Constatou-se que existe pouco treinamento e quando este é realizado não é suficiente.


Keywords


Aeroporto, Surdo, LIBRAS, Acessibilidade.

References


AZEREDO, Eduardo. Língua de Sinais: uma conquista histórica. Brasília - DF: Secretaria Especial de Editoração e Publicações - Senado Federal (Os:nº 03747), 2006.

BRASIL. Decreto de lei Nº 5.626 Art.25 de 22 de dezembro de 2005. Disponível em: Acesso: julho, 2014.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. 70. ed. Portugal, Lisboa: Persona, 1977.

BARNETT, Steven. Communication with deaf and hard-of-hearing people: a guide for medical education. Academic Medicine, v. 77, n. 7, p. 694-700, 2002.

CARDOSO, Adriane Helena Alves; RODRIGUES, Karla Gomes; BACHION, Maria Márcia. Perception of persons with severe or profound deafness about the communication process during health care. Revista latino-americana de enfermagem, v. 14, n. 4, p. 553-560, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692006000400013.

COSTA. Intérprete de Libras, 2006. Disponível em . Acesso: Janeiro, 2016.

CHAVEIRO, Neuma; BARBOSA, Maria. A. Assistência ao surdo na área de saúde como fator de inclusão social. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2005, vol.39, n.4, pp. 417-422. ISSN 0080-6234. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v39n4/06.pdf> Acesso junho 2020.

CHAVEIRO, Neuma; BARBOSA, Maria Alves; PORTO, Celmo Celeno. Revisão de literatura sobre o atendimento ao paciente surdo pelos profissionais da saúde. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 42, n. 3, p. 578-583, 2008.

DAROQUE, Samantha Camargo; PADILHA, Anna Maria Lunardi. Alunos surdos no Ensino Superior: uma discussão necessária. Comunicações, v. 19, n. 2, p. 23-32. x.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v19n2p23-32.

USP [online]. 2008, vol.42, n.3, pp. 578-583. ISSN 0080-6234. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v42n3/v42n3a22.pdf> Acesso setembro 2014.

FRANÇA, A.C.C.V.de. Interação Social de Pessoas Surdas no Cotidiano, Mediada por Sistemas de Produtos e Serviços de Comunicação. Dissertação (Mestrado), 254f, Programa de Pós- Graduação em Tecnologia, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências sociais. São Paulo: Record, 2003.

LABORIT, E. O vôo da Gaivota. São Paulo:Best Seller, 1994.

OLIVEIRA, Yanik Carla Araújo de et al. Conhecimento e fonte de informações de pessoas surdas sobre saúde e doença. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 19, p. 549-560, 2015. https://doi.org/10.1590/1807-57622014.0265.

SILVA, Edna. L; Menezes, Estera.M. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 3ªed. UFSC/PPGEP/LED -2001

SKLIAR, C. Bilinguismo e biculturalismo: uma análise sobre as narrativas tradicionais na educação dos surdos. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n.8, p. 44-57, maio-jun.-jul.-ago. 1998.

WILCOX, Sherman; WILCOX, Phillis Perrin. Aprender a ver. Editora Arara Azul: Rio de Janeiro, 2005. (Coleção Cultura e diversidade). Disponível em: < http://www.editora-arara-azul.com.br/pdf/livro2.pdf> Acesso: janeiro, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-038

Refbacks

  • There are currently no refbacks.