Mapeamento da literatura sobre as tecnologias da indústria 4.0 no segmento têxtil brasileiro / Literature mapping on technologies of industry 4.0 in the brazilian textile segment

Leila Araújo Falani, Catia Rosana Lange de Aguiar, Ana Julia Dal Forno

Abstract


O presente trabalho objetiva descrever o resultado de uma revisão da literatura brasileira do termo indústria 4.0, aplicado ao segmento têxtil, identificando as áreas de aplicação, as tecnologias e os benefícios. Portanto, utilizou-se a metodologia proposta por Tranfield et al. (2003), que organiza a Revisão Sistemática da Literatura para as áreas de gestão em três estágios (Planejamento, Condução e Relatório e disseminação). Assim, foram analisados sete artigos, nos quais ocorreram aplicação de todas as tecnologias da indústria 4.0 (RÜBMANN et al., 2015), onde a Internet das Coisas (IoT) apresentou-se como a ferramenta mais aplicada, em cinco diferentes processos produtivos têxteis. Foram citados 14 benefícios dessa aplicação tais como ganho de produtividade, redução de perdas e refrações e controle e monitoramento das atividades industriais, dentre outros.


Keywords


indústria 4.0, têxtil, confecção, revisão sistemática da literatura.

References


ABIT. Perfil do setor: Dados gerais do setor referentes a 2018 (atualizados em dezembro de 2019). Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2020a.

ABIT. Pesquisa Conjuntura Dezembro de 2019Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de ConfecçãoSão Paulo, 2019b. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2020

BRUNO, F. DA S. A Quarta Revolução Industrial do Setor Têxtil e de Confecção: A Visão de Futuro para 2030. 1. ed. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2016.

CÍRICO, E. Desenvolvimento de uma matriz de centralização para aumento de produtividade em uma empresa têxtil. [s.l.] Instituto Federal de Santa Catarina, 2018.

CNI, C. N. DA I. Indústria 4.0 e digitalização da economia. Brasília: [s.n.].

CONCEIÇÃO, M. E. DE J.; SANTOS, J. R. L. DOS. Remodelando O Design Do Vestuário Com Tecnologias Digitais De ProduçãoTríades, 2017.

CRUS, P. G. Uma proposta de aplicação de inteligência artificial no processo de revisão de tecidos na indústria têxtil. [s.l.] Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2019.

DUARTE, A. Proposta de integração entre ferramentas de avaliação de ciclo de vida do produto e Indústria 4.0 (Industrie 4.0): estudo de caso da indústria têxtil e de confecção. [s.l.] Universidade Estadual de Campinas, 2017.

FALANI, L. A.; AGUIAR, C. R. L. DE; FORNO, A. J. D. A INDÚSTRIA 4.0 E SUA APLICAÇÃO NO SETOR TÊXTIL: UMA REVISÃO DA LITERATURA BRASILEIRA. Blucher Engineering Proceedings, v. 2, p. 515–529, 2019.

HAGUENAUER, L. et al. Evolução das Cadeias Produtivas Brasileiras na Década de 90. IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, n. 786, p. 1–63, 2001.

HERMANN, M.; PENTEK, T.; OTTO, B. Design Principles for Industrie 4.0 Scenarios: A Literature ReviewTechnische Universität Dortmund. Dortmund: [s.n.].

KAGERMANN, H.; WAHLSTER, W.; HELBIG, J. Recommendations for implementing the strategic initiative INDUSTRIE 4.0: Final report of the Industrie 4.0 Working Group. National Academy of Science and Engineering, 2013.

KON, A.; COAN, D. C. Transformações da Indústria Têxtil Brasileira: A Transição para a Modernização. Revista de Economia Mackenzie, v. 3, n. 3, 2009.

MAESTRI, G. Indústria 4.0 No Setor Têxtil: Diagnóstico Atual, Desafios E Oportunidades Para O Futuro Digital. [s.l.] Universidade Federal de Santa Catarina, 2018.

MAESTRI, G.; OLIVEIRA, F. R. DE; STEFFANS, F. Impulso das tecnologias 4.0 na indústria têxtil. In: Gestão da Produção em Foco. [s.l: s.n.]. v. 31p. 68–77.

MAGALHÃES, R.; VENDRAMINI, A. Os impactos da quarta revolução industrial. GV Executivo, v. 17, n. 1, p. 40–43, 2018.

MCNEIL, I. An encyclopaedia of the history of technology. [s.l: s.n.].

MENEGON, E. M. P.; POLI, O. L.; MAZZIONI, S. Inovação na indústria do segmento têxtil: um estudo sobre o perfil da produção científica nacional e internacional. Brazilian Journal of Development, v. 4, n. 4, p. 1093–1115, 2018.

MERCADO: Panorama do setor têxtil e de confecção. Disponível em: . Acesso em: 28 maio. 2019.

MOKTADIR, A. et al. process safety and environmental protection. Process Safety and Environmental Protection, 2018.

OLIVEIRA, I. R. DE. Indústria 4.0: um novo paradigma técnico- económico? [s.l.] Universidade do Porto, 2017.

PICCININI, L.; CARVALHINHA, M. P. DA. A indústria 4.0 e os novos paradigmas da relação entre produção e consumo: implicações para a organização do trabalho na indústria do vestuário. 13° Colóquio De Moda. Anais...2017Disponível em:

PISCHING, M. A. et al. Service Composition in the Cloud-Based Manufacturing Focused on the Industry 4.0. IFIP Advances in Information and Communication Technology, v. 450, p. 65–72, 2015.

PORTER, P. M. E.; HEPPELMANN, J. E. How smart, connected products are transforming companies. Harvard Business Review, v. 93, n. 10, p. 96–114, 2015.

ROSA, A. L. T. et al. Lean Manufacturing: Uma Abordagem da Aplicação da Ferramenta SMED em Indústria Rumo á Manufatura 4.0. XXXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção. Anais...2017

RÜBMANN, M. et al. Industry 4.0: World Economic Forum. The Boston Consulting Group, p. 1–20, 2015.

SAKURAI, R.; ZUCHI, J. D. a Revoluções Industriais Até a Industria 4.0. Revista Interface Tecnológica, v. 15, n. 2, p. 480–491, 2018.

SANCHES, H. B. Monitoramento da Produção e da Eficiência de Processos de Manufatura usando RFID e Internet das Coisas. [s.l: s.n.].

SANTOS, C. M.; BELÉM, J. D. F. Indústria 4 . 0 e Manufatura Aditiva: Um Estudo de Caso com os Consumidores de Calçados Produzidos nas Indústrias de Calçados de Juazeiro do Norte. Id on Line Revista Multidisciplinar e de Psicologia, v. 12, n. 42, p. 1059–1072, 2018.

SCHWAB, K. The Fourth Industrial Revolution: what it means and how to respond. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2020.

SZALAVETZ, A. Industry 4 . 0 and capability development in manufacturing subsidiaries. Technological Forecasting & Social Change, v. 145, p. 384–395, 2019.

TANG, Z. W. The industrial robot is in conjunction with homework and system integration. n. Icimm, p. 1679–1683, 2015.

TRANFIELD, D.; DENYER, D.; SMART, P. Towards a Methodology for Developing Evidence-Informed Management Knowledge by Means of Systematic Review. British Journal of Management, v. 14, n. 3, p. 207–222, set. 2003.

VAIDYA, S.; AMBAD, P.; BHOSLE, S. Industry 4.0 - A Glimpse. Procedia Manufacturing, v. 20, p. 233–238, 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-019

Refbacks

  • There are currently no refbacks.