Saneamento Ambiental: Os desafios da estação de tratamento de esgoto do DAIA em Anápolis (GO) / Environmental Sanitation: The challenges of the DAIA sewage treatment plant in Anápolis (GO)

Carlos Eduardo Fernandes, Elson Barbosa Neto, Vinícius Cassiano de Oliveira, Laila Isa Faustino de Araújo Fernandes

Abstract


O processo de industrialização gera resíduos sólidos, líquidos e gasosos. Os resíduos líquidos apresentam altos graus de nocividade ao ambiente por serem de difícil controle, e pelas possibilidades de contaminação de águas fluviais e lençóis freáticos. Dessa forma a importância de se analisar como um Distrito Industrial pode trabalhar aliando crescimento econômico e preservação da natureza e quais as mudanças necessárias para causar o mínimo de danos ao ambiente. A metodologia foi baseada na análise dos parâmetros utilizados no projeto inicial da Estação de Tratamento e nos relatórios que foram feitos a cada incidente na Estação de Tratamento. As conclusões apontam para dois aspectos principais como causadores dos problemas ambientais: a alta demanda de efluentes para o porte da Estação e a falta de pré-tratamento dos resíduos nas indústrias geradoras.

 

 


Keywords


ETE, indústria, efluentes, danos ambientais.

References


CAVALCANTI, José Eduardo W. de A. Manual de Tratamento de Efluentes Industriais. 2012. 453 p. Editora J.E. Cavalcanti. 2012.

GIORDANO, Gandhi. Prof. Adjunto do Departamento de Engenharia Sanitária e do Meio Ambiente–UERJ. http://72.29.69.19/~nead/disci/gesamb/doc/mod7/2.pdf. Acesso em 21/02/2020.

TEIXEIRA, Luiz Alberto César. Tratamento de efluentes industriais. 2009. 172f. Material de aula (Programa Interdependente de Engenharia Ambiental). PUC Rio. Rio de Janeiro. Revisado em 25/05/2009.

http://www.goiasindustrial.com.br/distritosindustriais/?distrito=4. Acesso em 20/01/2020.

http://www.teraambiental.com.br/blog-da-tera-ambiental/bid/338190/Como-funciona-o-tratamento-de-efluentes-industriais. Acesso em 01/01/2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-018

Refbacks

  • There are currently no refbacks.