Características de qualidade do mel de abelha sem ferrão (Melipona fasciculata) produzidos na baixada maranhense / Quality characteristics of honey bees without sting (Melipona fasciculata) produced in the sea down

Rachel Torquato Fernandes, Ana Carolina Conti e Silva, Ivone Garro Rosa

Abstract


O mel de abelhas nativas ou meliponíneos é apreciado para consumo in natura por suas características sensoriais diferenciadas em relação ao mel da espécie  Apis mellifera. O objetivo deste estudo foi determinar as características de qualidade microbiológica e físico-químicas do mel de Tiúba (Melipona fasciculata Smith), abelha nativa, produzido na Região da Baixada Maranhense, no Estado do Maranhão. Foram coletadas 20 amostras (n=20) e submetidas às análises microbiológicas para contagens de coliformes totais e termotolerantes, bolores e leveduras, salmonella sp e clostridium sulfito redutores, e aos seguintes parâmetros físico-químicas: umidade (%), açúcares redutores (%) e açúcares não redutores (%), sólidos insolúveis (%), sólidos solúveis (ºBrix), cinzas (%), acidez livre (meq.kg-1), e pH. A qualidade microbiológica das amostras (95%) esteve apta para consumo humano. Observou-se que com exceção do teor médio de acidez livre (30,5 meq.kg-1), cinzas (0,12%) e sólidos insolúveis (0,09%) as demais características físico-químicas mostram-se divergentes da Legislação (Brasil, 2000). O mel apresentou maiores teores médio referente aos parâmetros umidade (27,2%), açúcares não redutores (8,5%), pH (3,79) e menor teor médio de açúcares redutores (50,1%) não permitindo sua regulamentação o que reforça a necessidade de   uma legislação específica para este tipo de mel.

 

 


Keywords


características microbiológicas, parâmetros físico-químicos, meliponíneos.

References


Almeida-Muradian, L. B. et al. Comparative study of the physicochemical and palynological characteristics of honey from Melipona subnitida and Apis mellifera. International Journal of Food Science and Technology, v. 48, n. 8, p. 1698-1706, 2013.

Anacleto, D. de A. et al. Composição de amostras de mel de abelha Jataí (Tetragonisca angustula latreille, 1811). Revista Ciênc. Tecnol. Alimentos, v. 29 (3): 535-541, jul.-set. 2009.

Andrade, E. C. B. Análise de alimentos, uma visão química da nutrição. São Paulo: Ed. Varela, 2006.

Araújo, J. S. et al. Chemical composition and biological activities of mono-and heterofloral bee pollen of different geographical origins. International Journal of Molecular Sciences, v. 18, n. 5, pii: E921. doi: 10.3390/ijms18050921.

Barros, M. H. M. R.; Luz, C. F. P.; Albuquerque, P. M. C. Pollen analysis of geopropolis of Melipona (Melikerria) fasciculata Smith, 1854 (Meliponini, Apidae, Hymenoptera) in areas of Restinga, Cerrado and flooded fields in the state of Maranhão, Brazil. Grana, v. 52, n. 2, p. 81-92, 2013.

Bogdanov, S. et al. Honey quality and international regulatory standards: review by the International Honey Commission. Bee World, Bucks, v. 80, p. 61-69, 1999.

Brasil, Instrução Normativa n° 11, de 20 de outubro de 2000. Regulamento técnico de identidade e qualidade do mel. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 23 out. 2000, seção 1, p. 16-17.

Brasil, Agência Nacional de Vigilância Sanitária Brasil. Resolução n° 12, de 2 de janeiro de 2001. Regulamento Técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 10. Jan. 2001.

Brasil, Ministério da Educação e Cultura. (2010). Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências (Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010). Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Carvalho, C. A. L. d. et al. Physicochemical characteristics and sensory profile of honey samples from stingless bees (Apidae: Meliponinae) submitted to a dehumidification process. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 81, n. 1, p. 143-149, 2009.

Crane, E. Bees and beekeeping-science, practice and world resources. Neinemann Newnes, Eva Crane 1990. 614 p.

Denardi, C.A.S. et al. Avaliação da atividade de água e da contaminação por bolores e leveduras em mel comercializado na cidade de São Paulo, Brasil. Revista do Instituto Adolfo Lutz, 64, p 219-222, 2005.

Estevinho, L.M. et al. Characterization of Lavandula spp. honey using multivariate techniques. Plos One, v. 11, n.9. e0162206. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0162206.

Feas, X. et al. Characterization of artisanal honey produced on the Northwest of Portugal by melissopalynological and physico-chemical data. Food and Chemical Toxicology, v. 48, n. 12, p. 3462-3470, 2010a.

Guerrini, A. et al. Ecuadorian stingless bee (Meliponinae) honey: A chemical and functional profile of an ancient health product. Food Chemistry, Essex, v. 114, n. 4, p.1413-1420, 2009.

Holanda, C. A. et al. Qualidade dos méis produzidos por Melipona fasciculata SMITH da região do Cerrado Maranhense. Química Nova, v.35, n. 1, p. 55 - 58, 2012.

Iglesias, A. et al. Comprehensive study of honey with protected denomination of origin and contribution to the enhancement of legal specifications. Molecules, v. 17, n. 7, p. 8561-8577, 2012.

Instituto Adolfo Lutz. Métodos físico-químicos para análise de alimentos. 4ª ed. Brasília, 2005.

ICMSF (International Commission on Microbiological Specifications for Foods). Microrganismos em alimentos: utilização de dados para avaliação do controle de processo e aceitação de produto. São Paulo: Blucher. 2002.

Lage, L. G. et al. Honey physicochemical properties of three species of the brazilian Melipona. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v.84, n.3, p. 605-608, 2012.

Monte, A. M. et al. Qualidade de méis de abelhas nativas sem ferrão do estado do Piauí, Brasil. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, v. 35, n. 1, p. 48-54, 2013.

Nascimento, A. S. et al. Physical-Chemical Parameters of Honey of Stingless Bee (Hymenoptera: Apidae). American Chemical Science Journal 7(3): 139-149, 2015.

Oliveira, E. N. A.; Santos, D. C. Análise físico-química de méis de abelhas africanizada e nativa. Revista Inst. Adolfo Lutz, v. 70, n. 2, p.132-8, 2011.

Seemann, P.; Neira, M. Tecnología de la produc¬ción apícola. Valdivia: Universidad Austral de Chile, Facultad de Ciencias Agrarias Empaste, 1988.

Souza, B. A. et al. Caracterização do mel produzido por espécies de Melipona Illiger, 1806 (Apidae: meliponini) da região nordeste do Brasil. Química Nova, v. 32, n. 2, p. 303 – 308, 2009.

Silva, A. Dos S. et al. Classification of Honeys from Pará State (Amazon Region, Brazil) Produced by Three Different Species of Bees using Chemometric Methods. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 24, n. 7, 1135-1145, 2013.

Sousa, J. M. B. et al. Physicochemical aspects and sensory profile of stingless bee honeys from Seridó region, State of Rio Grande do Norte, Brazil. Semina: Ciências Agrárias, v. 34, n. 4, p. 1765-1774, jul./ago. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-605

Refbacks

  • There are currently no refbacks.