Memórias e escrita de si: uma viagem formativa pelo curso de pedagogia / Memories and self-writing: a formative journey through the pedagogy course

Ghislaine Dias da Costa Bastos, Tatiana Duarte de Souza

Abstract


O Trabalho intitulado “Memórias e Escrita de si - uma viagem formativa pelo curso de Pedagogia” desenvolve uma interlocução dentro do campo das pesquisas sobre Currículo, Memórias, Escritas de si e Formação Docente, e apresenta alguns dos resultados do Trabalho de Conclusão de Curso finalizado no ano de 2017, no âmbito do curso de pedagogia da Universidade Federal do Pará, Campus do Tocantins.  O texto problematiza os modos como vem se tecendo a formação do pedagogo utilizando como corpus analítico as memórias, compreendidas como escrita de si - colhidas ao longo da viagem formativa pelo curso de Pedagogia. Como movimento teórico-metodológico utiliza o Memorial/ Escrita de si, como ferramenta de captura dos momentos de rupturas e experiências que nos levam a nos tornar o que somos. No campo dos referenciais teórico-metodológicos estabelece diálogo com os ditos e escritos de autores como Michel Foucault (1992, 1998), Larrosa (2010), Machado (2009), Silva (2006), dentre outros para responder questões problematizadoras como: qual formação está sendo construída no curso de pedagogia? O que quer e pode esse currículo? Em que ou no que ele nos torna? Como se chega ao final dessa viagem formativa?  A partir dos fragmentos das memórias elege como tópico interpretativo o currículo como produtor de sentidos e significados - por meio de disciplinas que foram cursadas ao longo da viagem formativa pelo curso de Pedagogia. Os resultados revelam que a aproximação entre teoria e prática, pesquisa e extensão, ainda são um desafio a se alcançar nas práticas cotidianas, também foi possível perceber a importância de uma educação sensível, alegre que seja capaz de provocar o desejo e o amor ao conhecimento onde a presença e a existência de estudantes e professores seja sentida e vivida na aula, na sala de aula, através de recursos metodológicos como o registro de memórias e a escrita de si, durante a viagem formativa no curso de pedagogia.

 


Keywords


Memórias. Escrita de si. Currículo. Curso de Pedagogia.

References


CHAUÍ, Marilena. Os trabalhos da memória. In: BOSSI, Ecléa. Memória e Sociedade:

lembranças de velhos.2 ed. São Paulo: T.A. Queiroz,1987.

COSTA, Marisa Vorraber. (Org.). Caminhos Investigativos - novos olhares na pesquisa educacional. Porto Alegre: Editora Mediação, 1996.

CUNHA Maria Isabel da. CONTA-ME AGORA! as narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Rev. Fac. Educ. vol. 23 n. 1-2 São Paulo Jan./Dec. 1997. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/S0102- 5551997000100010.

FOUCAULT, Michel. O que é um autor? Lisboa: Passagens, 1992.

___________________. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1998.

HERMANN, Nadja. Ética e estética: a relação quase esquecida. EDIPUCRS. Porto Alegre, 2005.

LARROSA, Jorge. Tecnologias do eu em educação. In: SILVA, T.T. (Org) O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópoles. Vozes, 1999.

_______________. Pedagogia profana: danças, piruetas e mascaradas. Tradução de Alfredo Veiga-Neto, 5ª ed. Belo Horizonte, Autêntica, 2010.

_______________. A libertação da liberdade. In: CASTELO BRANCO, Guilherme; PORTOCARRERO, Vera. (Orgs). Retratos de Foucault. Rio de Janeiro: Nau, 2000.

________________. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.19, n2, jul./dez. 2011.

LIMA, A.M.F.D,et al. Identidade docente: da subjetividade à complexidade. In: Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.6, p.33078-33092 jun. 2020. ISSN 2525-8761.

MACHADO, Roberto. Foucault, a ciência e o saber. 4.ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2009.

SEGUNDA, Catarina Maria Matos de Lacerda. Memorial: Uma escrita de si. Universidade de Brasília. Faculdade de Educação. Brasília – DF, 2011.

SILVA, Tomaz Tadeu da. O sujeito da educação: estudos foucaultianos. Petrópoles, RJ: Vozes, 1994.

________________. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

________________. O currículo como fetiche: a poética e a política do texto curricular. 1.ed. Belo Horizonte: Autentica, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-585

Refbacks

  • There are currently no refbacks.