Homeopatia na Senescência / Senilidade: Modelo experimental / Homeopathy in Senescence / Senility: Experimental Model

Victoria Arrifano Moraes, Larissa Cristina Ares Silveira da Motta, Fernanda Bruno, Maristela Dutra Correa, Giovani Bravin Peres, Claudio Costa, Cideli de Paula Coelho

Abstract


O processo de envelhecimento é contínuo para humanos e animais e é de importância o estudo de medicamentos que possam auxiliar nesta fase. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação de medicamentos homeopáticos na melhora de tarefas cognitivas, locomoção e avaliação da densidade mineral óssea. Foram utilizados 32 ratos Wistar, machos, com 22 a 23 meses de idade, divididos em 4 grupos e os medicamentos ministrados foram: Calcarea carbônica 30 cH; Baryta muriática 30 cH; Solução hidroalcoólica 10%; Controle Branco. Os animais passaram pelo Campo Aberto (CA), no dia 1 do experimento e após 40 dias de medicação pelos testes Campo Aberto (CA), Labirinto em “T” e reconhecimento de objetos. Após a retirada do fêmur, a densidade mineral foi determinada por números em uma escala de cinza 8 bits em 13 pontos normalizados em 3 áreas do fêmur. No início do experimento não houve diferença estatística entre os grupos no CA. Após a medicação, foi observado aumento dos quadrantes andados no CA (p≤0.05), na locomoção total e diminuição do Freezing dos grupos da Calcarea carbônica e Baryta muriática em comparação aos grupos Controle branco e Solução hidroalcoólica. O grupo Baryta muriatica demonstrou maior número de acertos no Teste do Labirinto em T. Não foram observados efeitos significativos do tratamento sobre a densidade mineral óssea na região proximal, distal e média. Os medicamentos foram capazes de aumentar a locomoção dos animais mesmo sem alteração na densidade óssea e a Baryta muriática agiu na melhora cognitiva dos animais em comparação aos outros grupos.


Keywords


Homeopatia, Senilidade, Calcarea Carbonica, Baryta muriatica, densidade óssea.

References


ALEXANDRE, C. Androgens and bone metabolism. Joint Bone Spine, v.72, p.202-206, 2005. DOI: 10.1016/j.jbspin.2004.04.004

BANKOFF, A. D. P. Body equilibrium, body posture in the aging process and prevention measures through the physical exercise: a review. Revista Saúde e Meio Ambiente – RESMA, Três Lagoas, v. 9, n.2, pp. 17-33, Agosto∕Dezembro. 2019. ISSN: 2447-8822.

BORGES, S. B. Plasma rico em plaquetas de ratos Wistar. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação Multicêntrico em Ciências Fisiológicas (PMPGCF) de Araçatuba da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, como parte dos requisitos para a obtenção do título de Mestre em Ciências Fisiológicas. Araçatuba, SP, 2019.

CRUZ, A. P. M. FERNANDEZ, J. L. Modelos animais de ansiedade e o estudo experimental de drogas serotonérgicas, 2012

CRUZ, J. G. P. et al. Efeitos da administração crônica de etanol sobre a aprendizagem no reconhecimento de objetos em camundongos nadadores. Dynamis Revista Tecno-científica. n 2. Vol. 15, 26-31. 2009.

FARINATTI, P. T. V. Teorias biológicas do envelhecimento: do genético ao estocástico. Rev Bras Med Esporte _ Vol. 8, Nº 4 – Jul/Ago, 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S1517-86922002000400001

FECHINE, B. R. A., TROMPIERI, N. O Processo de Envelhecimento: As Principais Alterações que Acontecem com o Idoso com o Pasar dos Anos. Revista Científica Internacional. Edição 20, volume 1, artigo nº 7, p.106 a 132. Janeiro/Março 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.6020/1679-9844/2007.

KOCAGONCU, E., Quinn, A., Firouzian, A., Cooper, E., Greve, A., Gunn, R., Green, G., Woolrich, M.W., Henson, R.N., Lovestone, S., Deep and Frequent Phenotyping study team, Rowe, J.B., Tau pathology in early Alzheimer’s disease is linked to selective disruptions in neurophysiological networks dynamics, Neurobiology of Aging (2020), doi: https://doi.org/10.1016/ j.neurobiolaging.2020.03.009.

KREMER, R. Efeitos da separação materna e do alcoolismo no testículo de ratos UChA e UChB (bebedores voluntários de etanol a 10%). 2007. Dissertação (Mestrado em Biologia Geral e Aplicada). Instituto de Biociências, Campus de Botucatu, Universidade Estadual Paulista (UNESP). Botucatu, SP, 2007.

LETIEMBRE, M. et al. Innate immune receptor expression in normal brain aging.Neuroscience, New York, v. 146, n. 1, p. 248-254, 2007.

LUKIW, W. J. Micro-RNA speciation in fetal, adult and Alzheimer’s disease hippocampus.Neuroreport, Oxford, v. 18, p. 297-300, 2007. DOI: 10.1097/WNR.0b013e3280148e8b

MAGALHÃES, J. P. Species Selection in Comparative Studies of Aging and Antiaging Research. In: CONN, P. M. (Ed.). Handbook of Models for Human Aging. New York: Academic Press, p.9-20. 2006.

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal – CONCEA. Diretriz Brasileira Para o Cuidado e a Utilização D]de Animais para Fins Científicos E Didáticos – DBCA. Brasília/DF – 2013.

MUNIZ, C. F., ARNAUT, A. C., YOSHIDA, M. et al. Caracterização dos Idosos com Fratura de Fêmur Proximal Atendidos em Hospital Escola Público. Revista Espaço para a Saúde, Londrina, v.8, n.2, p.33-38, jun. 2007.

NARITA, F. B.; SCARDOELI, B.; VON ANCKEN, A. C. B.; COELHO, C. P. Homeopathic treatment in dog dermatopathy. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 1,p. 2209-2215 jan. 2020. DOI:10.34117/bjdv6n1-160.

ROCHA, J. A. O envelhecimento humano e seus aspectos psicossociais. Revista FAROL – Rolim de Moura – RO, v. 6, n. 6, p. 77-89, jan./2018.

SAARELAINEN, J.; RIKKONEN, T.; HONKANEN, R.; KRÖGER, H.; TUPPURAINEN, M. Is discordance in bone measurementes affected by body composition or anthopometry? A comparative study between peripheral and central devices. Journal of Clinical Densitometry, v.10, n.3, p.312-318, 2007. DOI: 10.1016/j.jocd.2007.03.003.

SALZEDAS, L. M. P., LOUZADA, M. J. Q., OLIVEIRA FILHO, A. B. Radiopacity of restorative materials using digital images. J Appl Oral Sci;14(2):147-52. 2006. DOI: 10.1590/s1678-77572006000200015

SENGUPTA, P. The Laboratory Rat: Relating Its Age With Human's. International Journal of Preventive Medicine, v. 4, n. 6, p. 624–630, June 2013.

SILVA, T. O. O bem estar social no envelhecimetno: Estudo de caso em um centro de convivência em Brasilia. Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do grau de mestre em Gerontologia Social Aplicada. Brasilia, DF, 2019. http://hdl.handle.net/10400.14/27857.

DEBIA, N.; SILVEIRA, N. D. R. Indicadores socioculturais e histórias de vida de idosos longevos: heterogeneidade e ressignificações de hábitos na velhice. Revista Kairós-Gerontologia, 22(1), 291˗305. ISSNe 2176-901X. São Paulo, SP, 2019.

VALENTE, F. L. Estresse, Envelhecimento e Osteoporose. Estudo Experimental da Perda Óssea, da Expressão de Citocinas Pró-inflamatórias e dos Marcadores Ósseos, Rank e OPG, em Ratos. Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, 2011.

ZAR, J. H. Biostatistical analysis. 5 ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, p.944. 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-579

Refbacks

  • There are currently no refbacks.