Composição nutricional e avaliaçao de rótulo de rações secas para cães e gatos adultos comercializadas em Rio Branco – AC / Nutritional composition and evaluation of label of dry rations for dogs and adult cats marketed in Rio Branco – AC

Valderi Tananta de Souza, Iuryane de Oliveira Sandra, Fábio Augusto Gomes, José Aparecido Almeida Filho, César Andrés Guato Guamán

Abstract


A comercialização de rações secas industrializadas está se tornando a melhor forma de alimentar seus animais de companhia. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade nutricional de rações comerciais secas para cães e gatos adultos, comercializadas em Rio Branco – AC, comparando com os valores indicados nos rótulos das mesmas e limites estabelecidos pela legislação brasileira vigente. Foram avaliadas 13 embalagens fechadas de 1 kg sendo 07 para cães e 06 para gatos, das linhas Econômica, Premium e Super Premium. O estudo ocorreu entre os meses de janeiro a novembro de 2016. Verificou-se os níveis de umidade (U), proteína bruta (PB) e extrato etéreo (EE). Na avaliação de conformidade com o rótulo somente as rações da linha econômica para cães apresentaram não conformidade para U e PB. Todas as amostras de EE permaneceram com os níveis de conformidade incompatível exceto às da linha Super Premium. Aos 60 dias todas as rações estavam com níveis de U superiores ao máximo permitido, com exceção das linhas Super Premium. Aos 300 dias as amostras da linha Econômica para cães estavam com níveis de PB abaixo do limite mínimo exigido, para EE todas estavam dentro do padrão.  As rações comercializadas em Rio Branco - AC, acentuadamente as da linha econômica para cães e gatos, apresentaram perda de qualidade nutricional no decorrer dos meses de armazenamento, deixando de estar em conformidade com seus respectivos rótulos.


Keywords


Conservação, Nutrição animal, Rotulagem.

References


ASSOCIATION OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS - AOAC. Official Methods of International, 19th Edition, 2012. 3172p.

ABINPET. Perfil Pet Food. Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação 2014. Disponível em: http://www.abinpet.org.com.br. Acesso em: 07 de dezembro de 2016.

BRASIL. Instrução Normativa Nº 30, de 05 de agosto de 2009. Estabelece critérios e procedimentos para o registro de produtos, para rotulagem e propaganda e para isenção da obrigatoriedade de registro de produtos destinados à alimentação de animais de companhia. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 10 de agosto de 2016.

BRASIL. Instrução Normativa n° 9, de 9 de julho de 2003. Regulamento técnico sobrefixação de padrões de identidade qualidade de alimentos completos e de alimentos especiais destinados a cães e gatos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 10 de setembro de 2016.

CARCIOFI, A. C.; JEREMIAS, J. T. Progresso científico sobre nutrição de animais de

companhia na primeira década do século XXI. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 39, p. 35-41, 2010.

CARCIOFI, A. C.; PONTIERI, R.; FERREIRA, C. F.; PRADA, F. Avaliação de dietas

com diferentes fontes protéicas para cães adultos. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 35, n. 3, p. 754-760, 2006.

CARPIM, W. G., DE OLIVEIRA, M, C. Qualidade nutricional de rações secas para cães adultos comercializadas em Rio Verde–GO. Biotemas, v. 22, n. 2, p. 181-186, 2009.

DUARTE, A. F. Aspectos da climatologia do Acre, Brasil, com base no intervalo 1971 – 2000. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 21, n. 3b, p. 308-317, 2006.

DESSBESELL, E. H.; VALDIERO, A. C.; KLEVESTON, O. L.; RASIA, L. A. Desenvolvimento e construção de máquina para alimentação automática de pequenos animais. XLIII Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola – CONBEA: Campo Grande, 27 a 31 de julho de 2014.

FRANÇA, J.; SAAD, F. M. O. B.; SAAD, C. E. P.; SILVA, R. C.; REIS, J. S. Avaliação de ingredientes convencionais e alternativos em rações de cães e gatos. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 40, p. 222-231, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Acesso e utilização dos serviços de saúde, acidentes e violências Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação. Rio de Janeiro: IBGE; 2015. 100 p.

MELO, M. G., DUARTE, J. S.; MIZUGUTI, P.; HONORIO, G.; MARTINS, F. P.; HONORATO, C. A. Composição bromatológica e qualidade nutricional das Rações secas para cães Journal of Agronomic Sciences, Umuarama, v.3, n.2, p.149-160, 2014.

MENDES, J. V.; PIRES, P. G. S.; TEIXEIRA, L.; MAIER, J. C.; BERNARDI, E. Avaliação de alimentos secos industrializados para cães e gatos expostos ao ambiente. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.10, n.18; p. 306, em Pelotas-RS 2014.

PESSANHA, L.; PORTILHO, F. Comportamentos e padrões de consumo familiar em

torno dos “pets”. Anais. IV ENEC - Encontro Nacional de Estudos do Consumo: Rio de Janeiro, 2008.

PIRES, P. G. S.; TEIXEIRA, L.; MENDES, J. V. Composição nutricional e avaliação

rótulo de rações secas para cães e gatos adultos comercializadas em Pelotas-RS. Enciclopédia biosfera, v.10, n.18; p. 1001-1008, 2014.

SANTOS, P. A. Composição nutricional e avaliação do rótulo de rações secas para cães adultos comercializadas em Recife - PE. X Jornada de ensino, pesquisa e extensão-JEPEX, URFPE: Recife, 18 a 22 de outubro 2010.

WELTI-CHANES, J.; VERGARA, B. F. Actividad de agua. Concepto y aplicación en

alimentos con alto contenido de humedad. Temas em tecnología de alimentos. México, v. 1, p. 11-43, 1997.

ZANFERARI, A.R.M. Isolamento e identificação de fungos em rações destinados à alimentação de cães, comercializadas na cidade de Manaus- AM. 2011. 35f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) –Faculdade de Veterinária, Escola Superior Batista do Amazonas, Manaus.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n6-571

Refbacks

  • There are currently no refbacks.